Posts Populares

13 Reasons Why – S01E10 – Tape 5, Side B

As vezes, coisas acontecem com você. Elas apenas acontecem. Você não pode evitar. Mas é o que você decide fazer depois que conta. Não o que acontece. Mas o que você decide fazer a respeito.

Cá estou eu para falar desta série maravilhosa, que me pegou de jeito e mexeu em sentimentos profundos e mal resolvidos da minha adolescência. E nesse episódio intrigante nós vemos mais uma camada que afetou Hannah, dessa vez com um foco em uma tragédia que estava há tempos sendo anunciada, ainda relacionada à festa da Jessica.
O foco em Sheri nesse episódio não me agradou a princípio. Sempre achei que ela fosse uma personagem mais coadjuvante e que não traria muito à trama principal, pelo seu estilo bem resolvido e cordial: acertei. O acidente com a placa a princípio foi meio trivial demais, e é complicado definir isso como a principal causa do acidente real que matou Jeff. Difícil comprar esse drama de Sheri e Hannah em esconder que elas quebraram a placa, mas as coisas são assim: as placas de parar nos EUA são MUITO MAIS respeitadas que no Brasil. Lá eles realmente param completamente em cada placa. Tem um fundamento, mas ainda é um pouco fraco.

O drama de Jeff e Clay fica muito mais interessante em relação a Sheri e sua placa. Jeff sempre foi um cara do bem que tirava Clay de sua zona de conforto e quebrava a timidez do protagonista, ao mesmo tempo que cumpria um estereótipo necessário na história de jogador que precisava de reforço escolar. O fato de ele talvez ter mentido sobre beber e dirigir a Clay faz parte do tema central e da angústia do protagonista. A conversa de Clay com Alex, onde ele declara estar triste e com raiva ao mesmo tempo mostra uma faceta muito provável de alguém que perdeu um amigo querido e está passando pelo luto com muita dor. E aí entra um ponto muito importante da história, onde Clay de luto ignora e praticamente humilha Hannah, que desesperada para tirar o peso de tudo que aconteceu na noite passada insiste em tirar essa culpa de dentro dela, e acaba perdendo a amizade de Sheri ainda.


Hannah precisava gritar. Precisava contar o que estava sentindo naquele momento. Mas todo mundo deu as costas a ela. Sozinha, ela internaliza a dor e apenas se afunda ainda mais na sua depressão. Triste, cruel e coerente. Vemos mais um passo da construção do suicídio dela, onde ela cada vez está mais desesperada por uma atenção e uma palavra amiga, que nunca vem.

A consciência de Sheri manda ela participar da vida do casal que esteve envolvido no acidente da morte de Jeff. Um pouco linear demais e sem muito impacto na história. Clay visitando os pais de Jeff tbm foi um pouco obvio, embora isso serviu mais para ele aliviar sua consciência, algo que Hannah não conseguiu fazer enquanto viva. Tudo que Hannah descreve aqui faz parte de sua depressão: culpa, raiva do mundo, raiva de si. Como ela lida com as coisas que acontecem define seu caminho e a levam aos atos extremos que iniciaram a série.Os eventos estão conectados e todos tem um impacto nos protagonistas. As vezes, coisas acontecem com você. 

Na paralela, Jessica está cada vez mais confusa e bebendo, porém decidida a tirar a história a limpo com Bryce. As cenas dela com a arma na casa foram estranhas, e espero que tenha uma ligação maior com o resto da série, afinal Bryce ainda é um dos maiores mistérios da história. O diálogo das mães de Hannah e Clay no banheiro foi outro destaque do episódio. O elenco adulto é muito bom, e caminha bem na história do processo.

O próximo episódio traz justamente a fita de Clay. Tony afirmar que Clay matou Hannah foi pesado, e fico com o gosto agridoce de ver esse ótimo personagem sofrendo com os acontecimentos.

Um episódio que prepara o terreno para a verdadeira revelação da série, e desenha muito bem o segundo dos três acontecimentos da festa.

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Fernando Zingler

Gaúcho, engenheiro, mestre em Engenharia de Transportes. Ama Zelda, Pokemon e vôlei, e é apaixonado por séries e músicas em geral. No Panela, assim como na vida, fala coisas aleatórias sobre comedias românticas, tipo Modern Family e LOVE, e eventualmente participa da cobertura do The Voice.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu