Demorou e MUITO pra sair essa review, mas aqui está finalmente!
E estou de volta ao mundo virtual, meu povo. Fiquei 1 mês sem internet e não pude postar nenhuma review durante esse tempo e meus amigos paneleiros me salvaram (<3), por isso a demora também, fim de ano todo mundo enrolado e só agora pude liberar a review. Bom, vamos ao que interessa né?

Em primeiro lugar, quem ainda não leu a review da primeira parte do crossover que foi em The Flash, clica aqui.
Eu adorei esse episódio crossover, o de The Flash tabém curti, mas ainda preferi bem mais o de Arrow porque os plots estavam mas interessantes, nesse episódio além de termos o plot em comum que foi Kendra se descobrindo como a Mulher Gavião e nossos heróis arrumando formas de destruir o vilão Vandal Savage, tivemos Oliver descobrindo sobre seu filho William, a volta no tempo de Barry e o relacionamento Olicity. Vi algumas críticas por aí ao episódio, até tenho umas… observações, mas não ao episódio em si e sim a forma como algumas personagens lidaram com certas situações, vou explicando ao longo da review.

Na primeira parte do crossover, em The Flash, conhecemos o vilão Vandal Savage e descobrimos o porquê dele estar atrás de Kendra para matá-la e também seu amante do passado, Carter. Vimos Barry e seus amigos irem pedir socorro a Oliver e sua equipe e eles estão tentando acabar com o vilão e Kendra tentando lidar com sua nova descoberta sobre o passado e assim ativar seus poderes e ter sua memória de volta. O episódio acaba com Oliver em Central City revendo Samantha, sua ex-namorada de muitos anos atrás, e seu filho William que a partir dali ele começa a desconfiar que é seu filho.

Na segunda e última parte do crossover,a Equipe Arrow e a Equipe Flash, vão pra uma casa isolada no meio do mato para pensar em como agir para deter Vandal Savage e claro, Carter e Kendra vão com eles. Aos poucos, Kendra vai relembrando o que aconteceu com ela e Carter no passado após ter emergido no episódio anterior, porém ainda não consegue ter controle dos seus poderes.

1

Malcolm, ou Ra’s Al Ghul, chama Barry e Oliver e os informa que conseguiu uma “reunião” com Savage, que informa que se eles não entregarem a Mulher e o Homem Gavião em 24h, ele acabará com Star e Central City. Nossos heróis começam a pensar em formas de detê-lo, salvar o casal e as cidades e na hora de executar o plano, Oliver acaba deixando Dig, Laurel e Thea de fora, além de na hora H, Kendra não conseguir abrir suas asas, a arma que pode destruir Savage e que Cisco modificou para não afetar ninguém, não funciona e por conta da insistência de Oliver, Barry sai correndo, mas a tal arma explode e destrói tudo e todos, deixando apenas Barry vivo, porém… Barry, que já tinha se visto correndo ao lado dele e percebeu que tinha a ver com viagem no tempo, corre muito rápido e volta no tempo, pro momento onde ele, Malcolm e Oliver estão no balcão para conversar com Savage. Ufa!

A única coisa que me causou estranheza foi que no episódio anterior, Wells e Caitlin conversam sobre Barry não estar conseguindo atingir sua velocidade máxima, queriam dar até uma injeção para que acelerasse seu sistema e de repente, nesse episódio, ele consegue atingir uma velocidade suficiente para voltar no tempo? Hummm… ok, só deixamos passar porque assim todo mundo vive, certo? 😛

2

No presente atual, Barry resolve se abrir com Oliver e conta que voltou no tempo e o que aconteceu no passado. Além de todos terem morrido, Oliver tinha pedido pra Barry fazer um exame de DNA com uma amostra do cabelo de William e comprovou que ele era seu filho, Felicity descobre e Samantha pede para que ele não conte nada pra ninguém se quiser ter alguma relação com seu filho, ele aceita e quando chega na casa de campo, ele e Felicity tem uma briga horrível porque ela sabe que ele mentiu pra ela e eles terminam. Achei a Felicity um pouco incompreensiva demais nessa cena, um pouco diferente do que ela seria, mas acho que isso é uma dica do que vai acontecer pra frente quando ela descobrir a verdade. Barry conta que William é seu filho mesmo, Oliver não faz o tal exame e resolve mudar os planos todos e em vez de Kendra ser ajudada por Carter, quem ajuda ela a relembrar das coisas e se sentir segura para ativar seus poderes, é Cisco. Awwwn, além do Cisco ser engraçadíssimo e super fofo, eu achava bonitinho ele com a Kendra, fiquei com peninha dele, mas achei super legal a cena dele fazendo encontrar sua “deusa anterior” hahaha. Com a memória de como ela e Carter morreram, ela consegue lembrar que tem um meteorito capaz de deter Savage e Cisco junto com a equipe trabalham numa forma de implementar isso no bastão de Savage. Ou seja, tudo estava completamente diferente. Mas, como sabemos, mexer com o tempo tem conseqüências, só não sabemos exatamente quais serão essas.

3

No fim, tudo dá certo, Kendra consegue ativar seus poderes, o bastão funciona, Savage vira cinzaes  e Oliver aceita que Laurel, Dig e Thea esteja com eles para a luta. Inclusive, acho que a únic crítica séria ao episódio seria a ausência desses 3 personagens que ficaram completamente como pano de fundo e obedientes ao Oliver, diferentemente do que vem acontecendo nessa temporada de Arrow, que mostra eles bem mais independentes. Oliver, que sempre pede conselhos a Diggle, nem contou por cima o que tava vivendo, senti bastante falta dessa amizade inclusive. Pelo menos, na luta final eles estavam presentes.

Porém, como nem tudo são flores, quando nossos heróis estão longe dali, Malcolm recolhe as cinzas de Savage e guarda, mostrando que irá trazê-lo de volta de alguma forma. Mas isso não era surpresa, já que sabemos que em LoT ele será o vilão.

Bom, depois Kendra e Carter se despedem e resolvem sair pelo mundo afora dispostos a ajudar a pessoas, já sabemos que é outra deixa para a nova série, né?

4

Lá no fim do episódio, Oliver visita Samantha e cede ao seu pedido de não contar a ninguém sobre William se quiser ter uma relação com o filho e ainda o faz prometer que não contará nada para o menino. Foi bem fofinha a cena dele com o filho inclusive, já quero ver mais dessa relação e mais ainda quando ele descobrir que é o filho de Oliver. Mas, eu ainda tinha esperanças que ele contasse pra Felicity quando chegasse em casa… só que não! Ele realmente mente pra ela dizendo que nada aconteceu, deixando-a com a pulga atrás da orelha e fiquei com MUITA raiva dele nessa hora, odeio quando ele mente assim ainda mais pra Felicity, ele podia muito bem ter contado pra ela que a mãe chata nunca ia descobrir. Affff… Mas, já sabemos que isso é uma desculpa pra ferrar com o casal lá na frente né? ¬¬

5

Considerações finais:

– Sou a única a não gostar do Carter? Não fui com ele desde o início, sei lá porque.
– Deu muita peninha do Cisco despedindo da Kendra. Tadinho.

Já prevejo o último episódio, da mid season finale, sendo desesperador para agüentar até janeiro né? Ainda essa semana sai a review do episódio. Desculpem pela demora, de verdade, mas o fim do ano tem sido complicado.

É fã do ator Stephen Amell, que interpreta o Oliver Queen? Saiba tudo dele com nosso parceiro Stephen Amell Lovers. Lá você também tem acesso aos links para assistir os episódios ao vivo transmitidos pela CW e assim que o episódio for liberado para download (sem e com legenda).

 

Caroline Azevedo
Caroline Azevedo

Complicada e perfeitinha. Me tira tudo, mas não me tira minhas séries e a música. Já que não tenho o meu mozão, shippo os mozões do mundo seriador: Delena, Captain Swan, Olicity e Zade são os principais. Entre os meus vícios, estão The Vampire Diaries, Once Upon A Time, The Originals, Arrow e Supernatural.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: