O terceiro episódio de American Horror Story: Hotel veio meio morno, mas cheio de sensualidade e promessas de novos plots interessantes.

Tristan Duffy pelo visto pegou gosto pela nova vida de vampiro sanguinário assassino. Após pegar algumas dicas de com James March de como aproveitar a estrutura do Hotel Cortez para encobrir e cometer assassinatos, ele resolveu atacar Will Drake nos fornecendo umas das cenas mais sensuais da série. Depois de muito sensualizar, Drake e Tristan começaram uma pegação nervosa que acabaria na morte de Drake se não fosse pela intervenção de Elizabeth.

willetristan

A Condessa tinha planos maiores com Drake. Depois de também seduzi-lo (que homem carente de sexo, né gente?), ela revelou para Tristan que estava falida após cair em um golpe e perder toda sua fortuna, e que Will seria sua escada para o retorno a vida de riquezas. Mas, algo me diz que existe mais algo nesse plano dela. Você já perceberem que os namoradinhos dela são todos parecidos?

matt-bomer-cheyenne-jackson-max-greenfield-wes-bentley-finn-wittrock

Qualquer semelhança nessa seleção de atores, NÃO é mera coincidência.

A Dra. Alex Lowe nos presenteou com sua história de vida materna. A obsessão dela pelo seu filho Holden nos foi apresentada desde sua origem. Nitidamente uma mãe super apegada ao seu filho mais velho, sendo esse amor dessa mãe o ponto principal para desestruturar toda a família Lowe. Após o nascimento do menino ela já se afastou completamente do marido, e, o desaparecimento do garoto foi o auge da destruição desse lar. Toda essa situação vem deixando o detetive John completamente desestruturado, a ponto de chegar a ser facilmente seduzido por uma suspeita de assassinato completamente drogada (Sally). Mas, o auge dessa foi quando Alex encontrou seu filho nos corredores do hotel. O que será que podemos esperar desse encontro nos próximos episódios?

Falando ainda sobre o detetive, percebemos que mais um assassinato em série foi realizado. Desta vez o assassino fez uma chacina em um editoral de uma revista de fofocas, continuando com suas punições a respeito dos 10 mandamentos: não levantarás falso testemunho. Outro caso intrigante apresentado foi o assassinato de Claudia (Naomi Campbell) pelo ‘zumbi drogado do colchão’ criado por Sally. Que coisa grotesca é aquela? Será que algum dia teremos uma explicação do que se trata?

Vale destacar aqui que também nos foi revelado de forma sutil que muitas pessoas mortas estão hospedadas e presas nesse hotel. Em um dos plots de Sally, percebemos que quem morre neste hotel com alguma pendência em vida, acaba perambulando pelos corredores como uma alma penada sofrida.

Voltando ao foco principal do episódio, vimos mais um exemplo de relação maternal estranha. Íris aparentemente é o tipo de mãe que não soube criar muito bem o seu filho Donovan. A discussão entre eles nos mostrou a existência de muitos conflitos e mágoas familiares, porém ainda de maneira bastante superficial. O auge da discussão foi o rapaz pedindo para que sua mãe se matasse, pois, se o único motivo de sua existência era o seu filho, ela já não teria mais motivos pra viver, já que ele a renegava.

Após ir ao fundo do poço, conhecer Ramona Royale (Angela Bassett) e escutar alguns conselhos de nossa querida Cleópatra, Donovan se arrepende de tudo e percebe que sua mãe é a única pessoa que o ama. Então, uma reviravolta nos é apresentada. Após tentar seguir o conselho do seu filho e quase ser morta por Sally, Íris é transformada em vampira por Donovan, na esperança de salvar a única pessoa que o ama. O que esperar agora de uma família de vampiros? Qual será a verdadeira história desses dois?

american-horror-story-season-5-episode-3

Voltando a falar agora da entrada de Angela Bassett na temporada… Que choque de monstro foi aquela pegação dela com a Condessa (Lady Gaga)? A série vem arrasando com a afronta à família tradicional, não é mesmo? A história das duas passeou entre o amor, e o ódio.

angela-gaga-hotel-630x420

Aparentemente Elizabeth leva uma vida com muitos amores, e de partir muitos corações. Além disso, existe muito orgulho e uma procura por poder muito grande em sua vida, fato que levou a mesma a destruir a criação de sua cria. Só que dessa vez, a poderosa resolveu afrontar uma pessoa disposta a se vingar. Uma pessoa com coração partido é capaz de fazer muitas loucuras, e dessa vez o alvo são crianças. O que será que a Condessa tem de tão valioso nessas crianças? Será que Ramona conseguirá sua vingança?

Não sei o quanto teremos de resposta no próximo episódio, mas já podemos ficar ansiosos pelo retorno de Lily Rabe. Confiram a promo de Devil’s Night:

wpid-nye.png

Nyegirton
Nyegirton

Sarcástico e bêbado sempre que possível. Ama um bom meme e uma problematização. Apaixonado por humor, suspense, terror e trêta. Professor nas horas vagas.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: