Posts Populares

American Crime Story – S02E08 – Creator/ Destroyer

“Você pode fingir estar em outro lugar, mas o corpo lembra você.”

American Crime Story está chegando em sua reta final e, depois de vários questionamentos, sua narrativa decrescente começa a fazer sentido. Durante sete episódios entregou superficialmente um serial killer com modus operandi um sádico, para finalmente no oitavo o ao estudarmos de vez.

E analisando a estrutura da primeira temporada, constatamos que ela repete-se nesta segunda, só que com personagens reduzidos. Enquanto na primeira tivemos a análise psicológica de vários núcleos, que influenciaram na decisão final do julgamento de O.J Simpson. Nesta tivemos a concentração em Andrew Cunanan que teve suas artimanhas detectadas por suas vítimas, mas que não foram evitadas. E por mais que os crimes soassem como mera satisfações sádicas, em “Creator/Destroyer” descobrimos a origem do mal.

Vale lembrar que esta review será focada nos fatos apresentados da série, e não os reais. Uma vez que a produção deixa avisado que alguns foram inventados para fins dramáticos. Então chega de delongas, e vamos a nossa review. #Partiu

American Crime Story – S02E08 – Creator/ Destroyer - Gianni e Franca

O foco central deste episódio é a influência dos valores familiares na formação do indivíduo. De um lado temos Gianni Versace desenhando a sua trajetória (literalmente) com o apoio de sua mãe, que pregava que o sucesso é árduo e nunca vem fácil, e que podia ser quem ele quisesse, desde com amor. Do outro temos a cobrança do pai de Andrew Cunanan em sentir-se especial, para poder ter sucesso. Explicitamente temos o exemplo de duas construções de caminhos: o das pedras (Gianni) e o de aparências (Andrew) – ou seja, maestria vs astúcia.

Como sabemos que o terreno de Gianni Versace foi bem preparado, resultando em seu império, o foco vai para Cunanan, e mais especificamente em Modesto, o pai de Andrew. Nele temos a prova real de que conhecimento mal aplicado, é conhecimento desperdiçado. Do que adianta você pronunciar palavras proféticas, conhecer regras de etiqueta e técnicas de negócios, se você não pratica nenhuma delas? Por mais que o objetivo da série seja o entretenimento, ela possui materiais que agregam valores para o desenvolvermos de nosso discernimento. E aqui fica clara as consequências da construção de um castelo de areia.

American Crime Story – S02E08 – Creator/ Destroyer | Modesto e Andrew Cunanan

Modesto Cunanan tinha como meta ser um corretor de ações de sucesso, mesmo que por aparências. Ao mesmo tempo que engana seus clientes e colegas de trabalho, também enganava-se com as próprias mentiras, começando com o seu primeiro nome Pete. Em casa além de sua esposa ser vítima de sua violência, tinha que aguentá-lo renegando seus filhos, exceto Andrew Cunanan que era o seu filho especial. Não ficou claro os reais motivos dessa preferência, mas ficou implícito que ele abusava sexualmente o filho. Inclusive por mais que tenham subentendido, a cena de Jon Jon Briones dizendo que Andrew não chorava de dor quando pequeno, e em seguida apagando as luzes, foi assustadora – foi impecável sua atuação.

Porém como na vida “a que se faz, aqui se paga”, chegou o dia do acerto de contas. Através de uma denúncia que Modesto estava vendendo ações que não existiam, fizeram com que a agência que ele trabalhava, acionasse o FBI. Não tendo como negar as acusações, ele foge para as Filipinas e abandona a família sem deixar nada, apenas constrangimentos e miséria. Como todo filho que vê o pai como um herói, Andrew acreditava que ele tinha um plano e foi atrás de seu pai para descobri-lo. Só que ao encontrá-lo, sua ficha cai e descobre que viveu uma completa mentira.

O choque de realidade foi tão grande, que Andrew sentiu fortemente o peso da decepção. Depois de vários anos seguindo os passos do pai e desprezando sua mãe, o rapaz descobre que não passou de um mero brinquedinho de Modesto. Ele desperta de vez, ao ouvir seu pai chama-lo de fraco mariquinhas – partindo completamente seu coração. Inclusive temos que reconhecer que Darren Criss arrasou na cena, ela é tão realista que comove a todos a humilhação sofrida.

American Crime Story – S02E08 – Creator/ Destroyer - Andrew Cunanan humilhado pelo pai

E foi nesse clima de tensão familiar que o episódio foi focado. Mostrando que o caráter manipulador teve como referencial seu pai, o “criador/destruidor”. Claro que isso não justifica seus crimes, mas serve para entendermos que tudo se originou de um relacionamento abusivo. Inclusive na série MindHunter (original Netflix), o relacionamento abusivo na infância é uma das características em comum que os investigadores identificaram entre os assassinos em série. E partindo deste conceito, quando analisamos o perfil de Andrew Cunanan, percebemos a relação deste detalhe.

Antes de finalizar, precisamos falar sobre como Gianni Versace e Andrew Cunanan lidavam com as discriminação por serem gay. Enquanto Gianni sentia-se inseguro com o bullying de seus colegas, Andrew as combatia com ousadia e respostas prontas. Tudo isso porque ele agia conforme o pai, acreditando naquilo que ele inventava.

Não sabemos ao certo se Andrew Cunanan assassinou seu pai, assim como o suposto abuso, ficou em aberto. O jeito é esperar até semana que vem a Season Finale. Enquanto ela não chega, vamos falar deste episódio com altas cargas dramáticas. Inclusive você sabia que ele foi dirigido pelo ator Matt Bommer? Isso mesmo. Além de nosso respeito por suas atuações, agora temos por sua direção. #ParabénsMattBommer

Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência em “Creator/Destroyer” e sobre o que esperar da Season Finale?

Até a próxima Review 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dandy Souza

Um libriano amante de um bom suspense casado com o belo terror psicológico, porque a vida precisa de emoções. Seu lema: "toda obra tem sua moral, então fique atento aos detalhes". Twitter: @dandysouza81


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu