Posts Populares

American Horror Story: Apocalypse – S08E01 – The End (Season Premiere)

Apocalipse: obra ou discurso obscuro, escatológico, aterrorizante.

Sim meus amigos, já está entre nós a oitava temporada de American Horror Story. A série antologica criada pelo Ryan Murphy traz como tema o ‘Apocalypse’, que será responsavel  por realizar o tão esperado crossover entre  as temporadas de maiores sucessos da série que são: ‘Murder House’ e ‘Coven’. Com um plano de fundo que tem tudo pra ser realmente assustador, a série vem prometendo se superar dessa vez com um contexto totalmente novo e fora dos padrões AHS de qualidade. O primeiro episódio da série começa, aparentemente, se passando nos dias atuais apresentando o início de uma suposta terceira guerra mundial com vários ataques nucleares simultaneos em diversas cidades do mundo, dando a entender que a população da terra foi dizimada, exceto, por um seleto grupo de sobreviventes que estão abrigados no búnquer Outpost Three que é governado com mãos de ferro pela senhora Wilhemina Venable (Sarah Paulson) e seu braço de ferro, a senhora Miriam Mead (Kathy Bates). Para entedermos melhor esse seleto grupo, ele é formado por pessoas que tem chances de sobrevivrem a esse novo mundo apocaliptico e de cara assim não fomos apresentados a nenhum personagem cativante, todos eram muito rasos e sem grandes momentos. Teve o Timothy que parece ter um papel muito importante na série e foi através dele que nós chegamos no búnquer e vimos como funcionava o sistema lá dentro.

Aparentemente falando a senhora Wilhemina e sua ajudante Miriam tinham só um ar meio pirado, porém, quando elas descobriram que alguém entre os escolhidos tinha ido a superfice e estavam contaminados pela radição, ai sim nós vimos a real face das duas piradas. Entre os contaminados estava Gallant, interpretado pelo Evan Petters e que tem tudo pra ser um dos mais queridos. O “banho de purificação” não é algo muito agradável, ta mais pra uma tortura do que um banho, o problema é que se nem o banho der jeito em você, a senhora Mriam ela põe um fim no problema dando um tiro na cabeça. Foi assim que ela fez com um dos escolhidos já deixando o recado que ela não pensará duas vezes em matar quem pensar em colocar aquele lugar em risco.

A grande surpresa mesmo ficou pra o final quando fomos apresentados ao misterioso e enigmático Michael Langdon que é nada mais, nada menos que o filho do Tate com a Vivien, quem lembra do final da primeira temporada de American Horror Story sabe do que eu to falando. O Michael foi introduzido no episódio como o portador do fim dos dias, ou seja, sua presença só reforça o discurso da senhora Venable que diz que ainda haverá um belo começo em meio aquele caos.

Num resumo geral, ainda é cedo pra se criar teorias ou dizer que rumos a série irá tomar, porém, a forma como eles já introduziram Muder House foi intrigante e só nos deixa ainda mais curioso como Coven vai entrar nesse universo que vem se criando. O destaque ficou todo para Sarah Pulson e a sua senhora Venable que ainda não deixou muito claro qual é sua posição.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu