Posts Populares

American Idol – S16E12 – Top 24: Group 2 – Celebrity Duet Performances
Rate this post

É hora de dar tchau para alguns favoritos! 💔

Fala, meu povo! Eu ainda não me acostumei de verdade com esse formato do American Idol, pois as coisas estão acontecendo tão rápido e, ao mesmo tempo, tantos artistas estão crescendo de uma maneira tão notória, que eu estou chocada que ainda estamos no episódio de número 12 da season.  Até aqui, cada artista fez uma média de cinco apresentações, um número alto, mas que deu pra revelar alguns nomes maravilhosos e que prometem muito durante a season. O mais engraçado é que quando eu vi os spoilers do Top 14 eu pensei: caramba, esses lives serão horríveis, todos os meus favoritos saíram. Porém, felizmente, fui tombada e muitos nomes que eu não tinha dado a mínima, simplesmente brilharam durante as fases gravadas e se tornaram meus novos favoritos. Boas surpresas que me fizeram gostar ainda mais desse programa.

Bom, para quem não se lembra, os 24 artistas aprovados na última fase foram divididos em dois grupos e cada um deles fizeram uma performance solo e um dueto com um artista convidado. Na semana passada, o grupo 01 se apresentou e tivemos solos e duos maravilhosos, que vocês podem conferir aqui e aqui. Ontem tivemos o artistas do grupo 02 fazendo suas apresentações sozinhos e, hoje, tivemos as últimas apresentações das fases gravadas. Vamos comentar cada um deles logo abaixo e dar os nossos famosos selinhos! Quem comenta comigo hoje é nosso leitor Nicolas! Vem com a gente, pois ao final da review tem os 14 nomes que irão para os lives shows. 🙂

Caleb Hutchinson & Bebe Rexha – “Meant To Be” by Bebe Rexha & Florida Georgia Line

Tati: Caleb <3. Eu gosto tanto desse moço, de verdade! Aliás, amo essa música também e foi tão bem escolhida. Enquanto a voz do Caleb é forte e marcante, a Bebe veio com um tom mais baixo e suave e as vozes se casaram completamente. Achei um dueto básico, sem nada “uau”, mas tão gostosinho de se ouvir, com química, daqueles que dá vontade de ficar balançando o braço pra lá e pra cá, só curtindo a música hahaha. Caleb precisa urgentemente trabalhar sua presença de palco, deu pra perceber ele um pouco travado sem o violão. Porém, ele é simpático, o que vai ajudá-lo a levar o público pra si. Vejo MUITO potencial nele, sim.

Nicolas: Caleb vem evoluindo mais e mais a cada performance, e infelizmente eu adorei esse dueto. Já imaginava que essa performance seria boa pois a voz dele é bem parecida com a do cantor original, e realmente a música combinou muito com ele, e a voz dele se encaixou perfeitamente com a da Bebe. Só preciso falar sobre a dancinha, que por mais que tenha sido pequena, foi um mico que eles podiam ter evitado.

Ada Vox & Lea Michele – “Defying Gravity” by Idina Menzel & Kristin Chenoweth (from ‘Wicked’)

Tati: Duas rainhas no palco, né, Brasil? Preciso falar aqui, antes de qualquer coisa, sobre a versatilidade da Ada. Ela conseguiu projetar seus vocais mais suaves para casarem perfeitamente com a voz de Lea no começo e, no momento certo, ela soltou as high notes necessárias. Foi algo tão bonito, pois deu pra perceber cumplicidade entre as duas e cada uma deixando a outra brilhar no momento certo. Eu não tenho dúvidas de que Ada vai brilhar muito nos live shows, além de uma classe e controle incríveis, ela conhece muito de si e sempre apresenta o melhor que pode, de acordo com cada performance.

Nicolas: Ada é minha favorita, e ontem foi um episódio muito decepcionante pra mim, pois eu não consegui gostar de nada na performance dela. Então, eu estava muito ansioso e apreensivo para esse dueto. Felizmente dessa vez não me decepcionei com Ada, pois ela foi impecável nessa performance. Pode mostrar um lado mais contido (que eu amei), e depois soltar o vozeirão com a rainha Lea. As harmonias ficaram incríveis, e eu realmente não tenho uma crítica pra essa maravilha de dueto.

Maddie Poppe & Colbie Caillat  – “Bubbly” by Colbie Caillat

Tati: Ontem achei minha Maddie mortíssima, porém ainda bem que existe milagre e vi minha menina do timbre gostoso revivendo um pouco hoje. Assim como a performance do Caleb, foi algo na medida, básico, sem nada demais. Mas algo bem delicinha e que evidenciou um dos pontos fortes da minha menina: o timbre, que estava tão agradável e combinou bem com a música e com a voz de Colbie. Parecia que a música foi feita pra ela, até hahaha. Achei bem fofinho!

Nicolas: Maddie estava sendo bem esquecível pra mim até aqui, nenhuma performance realmente me chamou atenção (principalmente a solo de ontem que só por deus…). Mas esse dueto me chamou muita atenção, amo a música, amei a simplicidade de ambas, e a voz da Maddie ficou simplesmente MARAVILHOSA nessa música! Alem de tudo isso, Maddie e Colbie estavam bem conectadas entre si, e nos entregaram harmonias muito boas.

Alyssa Raghunandan & Banners – “Yellow” by Coldplay

Tati:  Vamos falar de tombo? Então, é isso que levei com a Alyssa! Principal razão? Era que eu acreditava muito nela desde as blinds, sendo uma das minhas favoritas, mas tudo parou por ali. Desde então, Alyssa vem se demonstrado tão comum, tão linear, tão mais do mesmo, que eu me sinto a própria Katy nessa performance: esperando algo maravilhoso dela, torcendo, gritando, falando “vai, minha filha”, porém nada aconteceu. Dueto sem graça e Alyssa limitadíssima.

Nicolas: Logo na audition me apaixonei por Alyssa, porém a paixão tinha ficado lá, ja que “Almost Is Never Enough” é a única performance boa dela até aqui. E infelizmente tenho que dizer que continua sendo. Não gostei desse dueto, não achei que a voz de Alyssa combinou com a música e muito menos com o carinha. Alyssa realmente quis iludir todos com uma blind muito boa, mas depois só foi caindo.

Amelia Harris & Bebe Rexha – “Me, Myself, And I” by G-Eazy & Bebe Rexha

Tati: Que barra pra Amelia, hein? Começar a cantar depois da ótima introdução da Bebe hahaha. Bom, sobre o dueto: gosto da música, mas não gostei da construção da performance… parecia que quem merecia brilhar era Bebe e não Amelia. Em termos vocais, achei que a candidata foi bem e segura, embora a convidada tenha se destacado mais. Enfim, eu escolheria uma música melhor, mas não chegou a ser apresentação ruim, não. Apenas mediana mesmo.

Nicolas: Não consegui gostar nadinha da performance solo dela, mas nesse dueto até que foi bem. Acertou na escolha da música, por mais que tenha dado umas derrapadas nos vocais. Teve atitude durante a performance, porém Bebe de certa forma foi o mair foco nessa performance, teve muito mais destaque que Amelia, o que acaba sendo uma desvantagem para a mesma. Ou seja, foi melhor que a ultima performance, porém não acho que seja i suficiente para passar pro top 14.

Shannon O’Hara & Cam – “Burning House” by Cam

Tati: Deus do céu, não aguento mais essa música. Stop “Casa em chamas” em realities. PORÉM, essa música merece o hype que tem, afinal, tem uma melodia lindíssima, que casou perfeitamente na voz de Shannon, pois ela deu um toque mais suave à canção. O timbre dela estava tão límpido, tão puro, gostei de verdade. Cam deixou a candidata brilhar e isso permitiu que o dueto fosse toda de Shannon, principalmente pela conexão que ela tinha com a canção.

Nicolas: Não acho que Shannon tenha acertado em suas ultimas songs, mas olha, que performance linda! Sou apaixonado por essa música, e amei esse dueto. Shannon devia seguir essa linha sempre, pois assim apresentaria coisas melhores sempre. Cam tem um timbre lindo, e bem diferente do da Shannon, porém os deis encaixaram muito bem. Além dos bons vocais apresentados, O’hara estava bem conectada com a música.

Ron Bultongez & Banners – “Someone To You” 

Tati: Gente, não tá fácil os duetos com esse moço, viu? Todos achei um porre! E olha que curto o som deles, de verdade! Sabe aquela performance que você não odeia, mas também não encontra nada pra elogiar? Foi essa! Foi algo divertidinho, com uma música legal e tal, mas nada que chamasse a atenção, nem pela simplicidade ao menos. Do meio pra frente eu só queria dormir hahah! Infelizmente, não rolou.

Nicolas: Ron Estava muito nervoso em sua última performance, e não pode entregar seu melhor, mas por esse motivo, precisaria ir muito bem no dueto de hoje pra passar. Hoje ele estava mais solto e aparentemente mais confortável com a música, mas ainda acho que falte algo nele. Foi uma performance apenas boa, com nada que chame atenção ou deixe uma marca.

Marcio Donaldson & Allen Stone – “What’s Going On” by Marvin Gaye

Tati: Que milagre Allen no palco e ninguém cantando “Unaware”, afinal, pensam que o moço só deve cantar isso hahaha! Mas, gente de Deus, o que foi isso? Eu acho essa música tão chata, mas esses lindinhos foram lá e deixaram tão boa. Eu estou surtando com o final, com a troca de nuances entre eles e tudo mais. Marcio canta muito e tem me surpreendido cada vez mais. Acredito que seja um dos artistas do programa que mais conhece e explora seus vocais e isso ficou tão nítido pra mim por aqui. Um hino de dueto e um dos meus favoritos da noite.

Nicolas: Marcio é meu boy favorito da season, e felizmente ainda não me decepcionou. Não curto muito a música, mas eu amei nesse dueto. Marcio pode brincar bastante com o vocal, e mostrar um pouquinho de tudo que sabe fazer. Além disso, os timbres combinaram muito bem, dando uma dinâmica legal para a performance. A cada performance me apaixono mais por Marcio, espero que ele nunca decepcione.

Jurnee Siani & Lea Michele – “Run To by Lea Michele

Tati: Os duetos, em um primeiro momento, me pareceram tão sem propósito. Porém, serviram tanto para que eu gostasse mais ou menos de alguns candidatos. Jurnee não é minha preferida, nem de longe, mas esse dueto me fez me agradar completamente do que ela faz. Sei que Lea ajuda, mas Jurnee foi muito bem! Os vocais estavam sólidos e ela estava muito concentrada. Foi uma performance bonita e, pra mim, uma das melhores dela até aqui.

Nicolas: Não consegui desgostar de nada da Jurnee até agora, e essa é mais uma performance que entra pra minha lista de favoritas. Vocais impecáveis, bastante conexão com a música, harmonias maravilhosas. Jurnee tem uma voz forte e marcante, e casou perfeitamente com a da Lea. Meu dueto favorito até agora, e isso só fez com que Jurnee subisse mais na minha lista de favoritos também.

Garrett Jacobs & Colbie Caillat – “Lucky” by Jason Mraz & Colbie Caillat

Tati: Posso comentar esse comentário dizendo o quanto eu amo essa música? Posso! Então, que HINOOO de música, mas Garret não tem me descido, gente! Eu tento, mas acho que ele tem se tornado mais do mesmo, tanto que achei ele absolutamente sem graça nesse dueto. Sei que ele fez o que pedia, afinal, estamos falando de uma música muito tranquila e de dois cantores sentados em dois banquinhos. Porém, não me cativou e acho que Garret vai precisar crescer muito na competição pra se equiparar a outros candidatos.

Nicolas: Foi muito melhor que a performance solo, mas ainda acho Garrett tão esquecível… Colbie colaborou para que a performance ficasse boa, pois eu não aguentaria ouvir só o Garrett cantando essa música a performance toda. Foi bonitinho, melhor do que ele apresentou ontem, mas ainda acho fraco para passar pro top 14.

Mara Justine & Rachel Platten – “Fight Song” by Rachel Platten

Tati: Eu quero abraçar a Rachel, por ter sido tão maravilhosa e deixado a Mara ter o momento dela nesse dueto. Gente, de verdade, que coisa mais linda foi essa? Mara nunca tinha me chamado atenção, mas eu não consegui tirar tirar os olhos dela em momento nenhum, pois ela foi simplesmente maravilhosa. As duas nos entregaram vocais lindos e pareciam tão conectadas. Eu achei tão fofinho as partes que Rachel olhava pra Mara, como se dissesse: vai minha, linda, brilha! Uma das minhas performances favoritas da noite e a que mais me despertou “orgulho”.

Nicolas: Mais uma das minhas favs que arrasou hoje. Amo muito essa música, e tem uma grande carga emocional, que Mara conseguiu passar sem esforço. Essa menina sempre me surpreende, e aqui não foi diferente. Essa performance só no piano fez eu ficar mais apaixonado ainda por Mara. Felizmente a voz da Rachel casou bem com a da Mara, e todo esse conjunto fez essa ser minha segunda performance favorita da noite.

Effie Passero & Cam – “Diane” by Cam

Tati: Effie fez uma das minha audições favoritas e já dei meu selinho de favorita desde ali. Em vão, né? Pois foi mais uma que me decepcionou um pouco de lá pra cá e esse dueto foi mais uma pouquinho de “decepção”. Eu disse “pouquinho”, pois não foi ruim, principalmente em termos vocais. O início a capella foi MUITO BOM e achei que ela segurou a onda direitinho. Porém, não é esse tipo de música que eu esperava que Effie fosse cantar e, por essa razão, fiquei um pouco decepcionada, querendo e esperando mais.

Nicolas: Effie fez uma performance just ok solo, e eu estava esperando bastante desse dueto, pois amo muito ela, e dessa vez ela não decepcionou. ESSE INÍCIO FOI MARAVILHOSO. Com o instrumental achei a performance um pouquinho mais fraca que o início acapella, mas ainda assim achei o suficiente para dar uma vaga a Effie no top 14. Mas sério, as harmonias aqui ficaram IMPECÁVEIS!

 

Bom, considerando a noite de ontem, o episódio de hoje e, principalmente, a trajetória dos artistas no programa, eu escolheria esses sete candidatos para prosseguir para os shows ao vivo:

Marcio Donaldson
Mara Justine
Ada Vox
Shannon O’Hara
Caleb Hutchinson
Maddie Poppe
Jurnee Siani

Maaaaas, como meu gosto aqui não vale nada e o que prevalece mesmo são as decisões dos jurados, os sete participantes, que se juntarão aos escolhidos da semana passada e que farão os live shows, são:

Ada Vox 
Caleb Hutchinson
Garrett Jacobs
Jurnee Siani
Maddie Poppe
Mara Justine
Marcio Donaldson 

Apesar de ter alguns favoritos que, infelizmente, se perderam ao longo da competição, confesso que fiquei satisfeita com os resultados e achei as escolhas dos jurados coerentes e condizentes com o que cada artista apresentou durante as fases gravadas. Com os resultados dessa semana e da semana anterior, o Top 14 ficou assim:

Ada Vox
Cade Foehner
Caleb Hutchinson
Catie Turner
Dennis Lorenzo
Gabby Barrett
Garrett Jacobs
Jonny Brenns
Jurnee Siani
Maddie Poppe
Mara Justine
Marcio Donaldson 
Michael Woodard
Michelle Sussett

Gente, não sei vocês, mas eu estou muito animada para esses shows ao vivo e esperando uma fase realmente boa, uma vez que o Idol dificilmente nos decepciona nesse sentido. Achei um top 14 bem balanceado e que agrada a quase todos os públicos: tem country, powerhouse, indie, rock, r&B… de tudo um pouco. O mais importante pra mim aqui é que tem muita gente com bastante potencial, então espero que o programa ajude esses artistas a deslancharem. Na semana que vem é tudo ao vivaço, espero vocês lá e obrigada pela companhia! Ahh, não deixem de votar na enquete, hein?

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu