Quem nunca se sentiu injustiçado que atire a primeira pedra!!

Cá estamos nós novamente na contagem regressiva para mais uma temporada do nosso tão amado e querido The Voice, mais uma temporada em que iremos nos apegar loucamente por um act, criar fã clube no twitter,  e sentir a dor da eliminação ou o sabor da felicidade caso ele venha ser campeão.

PS:Nosso querido Lindomar é o campeão de fã clube no twitter para acts do the voice, fato muito bem pontuado por nosso querido Gerson hahahahaha <3

Nessas onze temporadas se tem uma coisa que esse reality mais teve foi injustiça e isso vem deeeeesde sua season um. Não ta crendo? Então vem comigo que eu vou te mostrar os acts mais injustiçados de todas as temporadas.

Rebecca Loebe #TeamAdam Season1

(Eliminada precocemente nas Battles contra Devon Barley)

Ta, talvez muitos de vocês não vejam essa como uma injustiça, mas, se formos analisar minimamente todos os detalhes da battle da  Rebecca com o Davon, ela foi claramente a vencedora. Devon tinha uma voz boa? Tinha! Mas sofria com a falta de conexão e isso era perceptível,e conexão era o que Rebcca tinha de sobra, ela conseguia criar o ambiente e te envolver nele. Se Devon tivesse entrado na mesma sintonia que ela, eu diria que esse seria um resultado justo. E eu nunca vou perdoar o Adam  por deixar esse prodígio chamado Rebecca ir embora e arrastar aquele picolé de chuchu.

Katrina Parker #TeamAdam Season2 

(Eliminada graças ao Adam nas semi-finais)

E na temporada seguinte começamos a sentir o quanto esse programa poderia ser injusto, Desde sua blind eu sempre imaginei Katrina na final e vê-la indo embora para mim foi um dos maiores choques que eu tive. Eu lembro que quando vi a nota que Adam deu para Katrina e que ela seria eliminada por conta disso, nossa, eu fui no inferno e voltei, pela primeira vez eu quis esganar Adam. Aquela  poderia até não ter sido uma performance maravilhosa como  “Jar of Hearts” ou “Don’t Speak” mas mesmo assim foi algo divino de se apreciar e se me lembro bem eu amava a Katrina porque ela se parecia muito com a Adele e ela estava bem em alta nessa época, ou seja, ela poderia ter feito um dueto com Adele na final mas graças a Adam isso não aconteceu. #DeixaEuSerAlice

Juliet Simms #TeamCeeLo Season2

(Vice-campeã, porém, a campeã moral da temporada.)

E as injustiças da S2 não acabaram na Katrina não, Juju uma das participantes mais queridas e veneradas da história amargou o segundo lugar na final daquela temporada muito injustamente. Desde sua blind que Juliet já tinha ar de vencedora, a bixa dominava o palco como ninguém e ainda conseguia interpretar as músicas com uma verdade que não tinha um ser vivente que não se encantasse por ela. A cada semana Juju nos trazia verdadeiros espetáculos, nunca vou me esquecer de “Roxanne” que para mim foi o ponto alto de Juju e a consagrou como a campeã nem que seja moral dessa season. Eu achava o Jermaine ruim? Não, muito pelo contrário, mas se comparado a Juliet, o bixinho foi engolido diante tanta grandeza.

Amanda Brown e Melanie Martinez #TeamAdam Season3

(Ambas eliminadas no Top6)

Aqui está a realeza do The voice, a rainha Amanda e a princesa Melanie. Ouso eu a dizer que essa tenha sido a season mais dificil do programa, tinhamos nomes de peso como: Trevin Hunte, Terry McDermott, Cody Belew e claro a nossa campeã Cassadee Pope. Enquanto Melanie era toda original e imprimia sua identidade nas performances, Amanda veio desfilando e sentando na janela brigando pelo favoritismo do público junto com Cass. Como deixar “Dream On” passar batido? E Seven Nation Army? Com o passar do tempo era impossível imaginar uma final sem Melanie e Amanda mas a America fez questão de dar um chute no meu saco e eliminou as duas de uma vez só em pleno top6. Tem injustiça maior que essa? E até hoje eu nunca superei isso.

Judith Hill and Sarah Simmons #TeamAdam Season4

(Mais um combo de eliminação do Adam, Judith e Sarah eliminadas no top8)

Essa performance descreve bem a magia que foi esse team Adam nessa temporada <3 Eu choro até hoje só de lembrar que em uma season com artistas do naipe da Judith Hill, Sasha Allen, Sarah Simmons, Amber Carrington e Michelle Chamuel, nós tivemos Danielle Bradbery como “grande” campeã. Pior do que ver a Danielle ganhando foi presenciar a chacina da Judith e da Sarah, lembro como se fosse hoje da Judith dizendo para o Adam que queria cantar “#thatPOWER” e fazer sua própria versão. E Sarah com “Somebody That I Used to Know”? Eu nem curto tanto essa performance dela, mas é óbvio que foi muito superior a qualquer coisa que a Danielle tenha feito em toda sua vida. Ter a perca prematura dessas duas deusas em pleno Top8, isso mesmo que tu leu, Top8; me fez enxergar que o público julga por tudo no The Voice, menos pela voz.

Kat Robichaud #TeamCeeLo Season5

(Eliminada no Top10)

Essa foi a season mais difícil para achar uma injustiça, até porque TODO mundo nessa temporada era simplesmente maravilhoso, então, eu  e meu fiel marido Lindomar escolhemos Kat como a principal injustiçada da temporada, pelo simples fato de sua saída tão prematura. Kat nos entregava performances tão viscerais e fortes que eu nunca entendi a birra do povo com ela, “We belong” é uma das minhas performances favoritas até hoje e eu dou sempre um jeito de ver e rever essa performance, tenho certeza que se ela tivesse a oportunidade de continuar por mais algumas rodadas, nós presenciaríamos espetáculos nível Juliet Simms.

Kristen Merlin #TeamShakira Season6

(Eliminada na Semi-Final pela Christina Grimme e boatos que rolou mutreta nessa eliminação.)

Shakira é considerada umas das piores técnicas do The Voice e eu concordo em partes, a colombiana poderia até não ter umas escolhas muito inteligentes, porém, quando ela ficava com apenas um act, a bixa arrasava e sempre dava um show. Foi assim com Sasha na S4 e com a Kristen na S6. Foi inadmissível ver o Jake indo para final e a Kristen e Kat Parkins (6 lembram dela?) sendo eliminada e eu lembro que rolou o maior burburinho na época dizendo que a produção tinha sabotado a Kristen para que a Grimme chegasse na final. Bom, se é verdade eu não sei, o que eu sei é que o Jake não deveria nem ter chegado tão longe assim no programa e mais uma vez o The Voice me lembrou que a America julga por qualquer outra coisa, menos pela voz.

Bryana Salaz #TeamGwen Season7 

(Injustiça 1: Bryana ser eliminada em pleno Playoffs para que Gwen nos torturasse com aquele cão do Ryan Sill.)

Vocês tem noção do quanto eu amava essa menina? Ela causou o efeito Jacquie Lee em mim, menininha novinha com vozeirão e grandes chances de cativar o público. Essa tinha tudo para ser uma das melhores relações Act – Coach do programa, mas Gwen jogou tudo pela janela para ficar com o Ryan Sill. Bryana já tinha se mostrado capaz e merecedora de ir aos live shows e eu nunca entendi o porque da Gwen não a ter escolhido para seguir em seu time e logo em sua melhor performance onde Bryana estava tão ligada emocionalmente.

Matt McAndrew #TeamAdam Season7

(Injustiça 2: Matt perder o troféu de campeão para o Craig.)

Craig era sim uma candidato forte para vencer a competição, mas nada superava Matt, o cara despontou como o queridinho da temporada desde o top12 com “Take Me to Church”, dai em diante foram várias entradas no iTunes, popularidade la em cima, performances cada vez melhores e tudo levava a crer em sua vitória, tanto que, eu lembro que no dia da final eu nem quis ver o resultado, pois eu já achava que o Matt era campeão. Quando eu acordei e soube que ele perdeu, meu mundo caiu e desse dia em diante em parei de criar expectativas com o The Voice e com a vida.

Kimberly Nichole #TeamXtina Season8

(Eliminada mais que injustamente no top6, maldito top6.)

Depois de várias frustrações seguidas nessa bagaça eu decidi que nunca mais me apegaria a nenhum act do The Voice. Só que ai veio a Season 8, trouxe a Xtina de volta e nos apresentou para Kimberly que passou desapercebida com a sua blind e despertou a atenção de todos com a sua battle épica com o Lowell Oakley. Mas Kim virou minha musa mesmo depois do lacre que foi “What’s Up”, eu me senti conectado aquela mulher de cabeça raspada cheia de atitude cantando de uma forma tão fragilizada. E dessa performance em diante Kim foi se tornando um monstro implacável. Mas ai chegamos ao top6 e o time da Xtina que era o melhor da quela temporada estava no botton2. Índia e Kimb correndo risco de eliminação tão injustamente, eu me lembro que tudo naquela época conspirou contra Kimb: Houve problemas com os direitos autorais de “Dirty Diana” o que impossibilitou a sua venda no iTunes, no IS a Kimb twittou o nome errado. Resumindo, tudo conspirou para com a saída daquela que se tornaria um ícone eterno desse programa.

India Carney  #TeamXtina Season8 

(Eliminada no Top5 contra Koryn Hawthorne da para acreditar?)

Só de lembrar como a S8 foi tenebrosa eu sinto arrepio na espinha. Quando eu paro para pensar em Sawyer com aquela cara assustadora e seus cabelos de bonecas ou da Koryn assassinando “Dream On” e sendo ovacionada por isso, nossa, eu fico com nós na garganta. Depois de perder Kimb em um dos bottons mais injustos que existiu nesse programa, eu não tive nem tempo de me recuperar e perdi a India logo em seguida. o que não entra na minha cabeça é como a America teve a coragem de  elimina-la depois da perfeição que foi “Earth Song” e graças a essa proeza  eu tive sem duvidas a pior final de todos os tempos dessa programa. A S8 se resumiu na produção derrubando Xtina para que Pharrell fosse coroado como um ótimo coach e isso eu nunca esquecerei.

Amy Vachal #TeamAdam Season9

(Eliminada direto no massacre sem ir ao Instant Save.)

Minha única crush de toda história desse The Voice, eu era muito apaixonado pela Amy e nunca vou me esquecer a forma que ela me conquistou e nem como ela era especial. a S9 foi a season do iTunes praticamente todos os participantes tiveram um pezinho no Top10 (Jordan que o diga) nessa mesma season tivemos o massacre e ai que veio a injustiça com a Amy, ela tinha sido um dos destaques da rodada e eu ja tinha como certa a sua ida para final, só que mais uma fez o The Voice se juntou com a vida para me dar uma rasteira e chutar meu saco e Amy foi eliminada direto sem chances até de  ir para o IS. E ai você percebe que o mundo realmente ta acabando quando Barrett que nem merecia chegar naquela final devido a decepção que ele foi durante a competição elimina Amy e a bixinha ainda perde o IS para o Ken bizarro do Zach Seabaugh. Eu realmente nunca consegui entender o que aconteceu aqui.

Emily Keener #TeamPharell Season10

(Eliminada no Top12 justamente na sua melhor performance.)

Eu nunca gostei da Emily e fiquei com mais raiva ainda depois da sua injusta vitória no KO, mas eu confesso que sua performance de “Lilac Wine”  é uma das coisas mais lindas e delicadas que já passou por aquele palco. A entrega dela e a forma como ela sente cada verso é hipnotizante, no meio da performance ela da uma derrapada e eu sinceramente não sei se foi motivo para elimina-la diante tanta entrega e emoção. Eu só sei que mesmo não gostando da Emily, eu fiquei muito triste com a injustiça de sua eliminação depois dessa maravilha de performance.

Darby Walker #TeamMiley Season11

(Assim como a Emily, Darby foi eliminada depois de entregar sua melhor performance.)

Darby sempre foi uma das queridinhas da temporada e eu admito que Miley não fez um bom trabalho com a menina e isso, óbvio, resultaria em sua eliminação. Só que no top11 Darby trouxe a melhor apresentação da noite e cantou de uma forma tão linda que aquilo me tocou profundamente. Eu sempre fico emocionado ao ouvir “You Don’t Own Me”, pois ela é tão atemporal e libertadora para mulheres, gays e todos que precisam de um grito de liberdade sabe? E Darby fez um trabalho tão legal com a música que era impossível imaginar sua eliminação justamente com essa performance mas aconteceu e foi uma das coisas mais injustas em meio a tantas outras que houve nesse programa.

Então é isso…

Tu pensa que acabou??? Não ta esquecendo de nada não? Uma das maiores injustiças desse programa não foi com nenhum act  e muito menos com nenhum coach, mas foi com os fãs do The voice (Ou pelo menos para os mais sensatos) que tiveram que engolir o…

Jake worthington TeamBlake Season6

Até hoje me pergunto como ele conseguiu ir tão longe e ainda ficar em 2º lugar, foi ai que eu percebi o quanto a America é louca e já devíamos até esperar por Trump ser presidente, porque, um pais que não sabe nem escolher o finalista de um Reality musical direito com certeza iria cagar na escolha de seu presidente Hahahahaha’

Espero que vocês tenham gostado de relembra esses acts tão maravilhosos e que já estejam se preparando para o tombo da season 12 do The Voice que estreia agora dia 27 de Fevereiro (em pleno carnval) porque antes esperar o pior, do que criar expectativas e quebrar a cara kkkkk’

Beijos de luz meus baixinhos e já já estamos de volta

 

 

Dam Souza
Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.
Deixe-nos um comentário!
  • Luane Louise

    Concordo com tudo da lista, só acrescentaria o Brendan e a Ali terem ficado fora da final, quando eram infinitamente melhores que o Josh e a Wé. Nunca vou superar, ainda mais depois do lacre que foi o dueto dos dois.
    Já estou me preparando emocionalmente para o que virá nessa season, seria pedir demais uma temporada como a quinta, onde você nem se importa com quem vai ganhar porque todos são maravilhosos?

  • Suzana Gusmão

    Pra mim só faltou nessa lista Tony Lucca da season 2. Mas a maior injustiça de todos os tempos tá aí, Matt e ainda acredito até hoje que isso só aconteceu porque Adam chegou com os 3 acts na final e foi prejudicado por dividir a votação. Matt pra mim foi o melhor candidato que o The Voice já teve. Segunda maior injustiça pra mim foi a vitória do Sawyer.

  • Gabriel Carvalho

    India e Kimberly… Nunca esquecerei….

  • Ricardo F.

    A derrota de Juliet Simms foi o maior absurdo da história desse programa! Não seria exagero dizer que é a runner-up mais injustiçada da história dos realities musicais, e falo isso mesmo tendo outros casos como Adam Lambert, Rebecca Ferguson e Leah McFall.

    Amanda e Kimberly são minhas duas candidatas favoritas desse programa, pra mim foram eliminações extremamente revoltantes (principalmente Kimberly, que era infinitamente superior a qualquer um daquela temporada). Judith e Sarah saindo enquanto o exército country ficava intacto foi de doer na alma também.

    Agora falando das discordâncias, nunca achei essa Darby grande coisa, pra mim passa longe de ser injustiçada. E, pra polemizar um pouco, JURO

%d blogueiros gostam disto: