17 de fevereiro de 2015
Arrow – S03E13 – Canaries

Oliver está de volta ao jogo. Mas o jogo está de volta para Oliver? Não é bem o que parece.

Tivemos um episódio daqueles onde o fim aparece no começo e depois temos uma recapitulação de como chegamos naquele ponto. Eu, particularmente, gosto de episódios assim, pois a gente fica na ansiedade e no gostinho de entender como tudo rolou. O episódio também foi basicamente centrado em Laurel, que tem crescido muito na série e deixou de ser aquela chatinha de antigamente. Thea, Felicity e Sara (RIP) também tiveram seus momentos, sendo este um episódio predominantemente feminino.

tumblr_nju5fcuaF01r6ukgfo1_1280

O fim, que apareceu no começo (oi?), é Laurel e Sara, ambas vestidas de Canário Negro, lutando. Em seguida, o episódio volta 48 horas antes, com uma perseguição aleatória de Arsenal e o Arqueiro Verde, resultando em Laurel pegando o sujeito, no fim das contas, para delírio de Oliver. As cenas de ação de Arrow, na minha opinião, têm caído muito. Acho que a segunda temporada deixou tantas boas impressões que sempre espero mais. Não tá ruim, mas podia tá melhor. Laurel e Oliver então tem um embate e Laurel dá uma sambadinha na cara do Arqueiro.

tumblr_njo4zvkLxS1u4cfmfo2_500

De volta ao QG, Oliver quer culpar alguém por Laurel estar assim. Faça-me o favor né? A pessoa agora não pode mais ter escolhas próprias? Malcom ainda aparece para provocar Oliver dizendo que ele deve revelar para Thea sua identidade. Oliver quase tem um AVC, e tenta argumentar com a ajuda de Diggle contra esta decisão.

Finalmente temos os flashbacks de Hong Kong novamente, e vemos Maseo e Oliver se preparando para fugir de Waller e de Chen Na Wei (aquela de cabelo branco). Maseo diz a Oliver para onde vai com Tatsu e seu filho, e ainda dá dinheiro para o mocinho conseguir chegar a Starling. Claro que Oliver tem problemas mentais e vai ligar para sua mãe. E os capangas da A.R.G.U.S. vem atrás dele e conseguem pegá-lo. Waller então interroga Oliver e ameaça sua família para conseguir a informação sobre o destino de Tatsu e Maseo. Oliver entrega o amigo e, claro, se sente culpado por isso. Eis que Oliver está preso e Maseo aparece, também pego pela A.R.G.U.S., porém sozinho. Ele diz que a informação do destino que deu mais cedo para Oliver era falsa, e ele voltou para ajudá-lo. Impossível acreditar que esse Maseo se foi né? Um amigo desse que todos precisamos (momento deprê!).

tumblr_njw4ajkVBM1t8il4io1_500

E como se não bastasse usar esse artifício o suficiente, Vertigo está de volta. A droga que já está mais falada que qualquer outra, é o que dá contornos ao arco de Laurel. E tudo começa com a fuga de Zytle, que agora domina a droga. Ele arma pra cima do policial que estava o levando, drogando-o e fazendo com que ele atirasse em todos. Laurel, que estava no local, deu uma pancada de direita no policial e o apagou, salvando algumas vidas.

tumblr_inline_njmtyx0f7X1ss66hw

Chase, o DJ capanga de Ra’s Al Ghul, continua enrolando Thea, até que Oliver aparece para finalmente contar o segredo de sua vida. Esperado uma reação totalmente diferente de Thea, Oliver é surpreendido com ela agradecendo ele por salvar vidas na cidade e por ser um herói que inspira todos. Cena muito linda e gostosa, que mostra o amadurecimento de Thea desde a primeira temporada. Em seguida, os dois ainda tem uma conversa sobre Moira (RIP) e sobre o que ela sabia de Oliver. Além disso, Malcom aparece para falar que eles devem confiar uns nos outros para derrotar o chefe da Liga. Thea, que até alguns episódios atrás morria de amores por Malcom, fica doida e praticamente dispensa o papai.

tumblr_njo48uxJUb1tfak3co6_250

De volta ao arco de Vertigo, Laurel chega ao QG com uma informação importante sobre a fuga de Zytle e diz que vai atrás da única pista que tem com Oliver, que pira mais uma vez e pede uma conversa em particular com a promotora. Nesse momento, Oliver se torna um verdadeiro cretino e idiota e chama Laurel de viciada em adrenalina, que faz reduzir a dor a respeito de Sara. Sério, Oliver? Depois dessa cena ridícula do ex-ricaço, ele e Arsenal vão atrás da pista e quase são explodidos pelos ares.

Thea e Oliver continuam seus papos sinceros, e Oliver tenta convencê-la de que Malcom é um mal necessário naquele momento. Na delegacia, Detetive Lance e Laurel tem uma conversa sobre a informação que Sin deu no último episódio, a respeito de Sara. Laurel consegue se escapar, mas Quentin já imagina que tem caroço nesse angu. Vish!

Roy tenta uma aproximação com Thea, agora sem segredos, mas Oliver empata a foda, uma vez que eles descobrem que Laurel foi atrás de Zytle sozinha. Ela quase consegue salvar o dia, mas baixou a guarda e Zytle injetou vertigo nela, nos levando a cena do início do episódio. Ela imagina que Zytle é Sara e tem um diálogo, onde Sara diz que Laurel não pode fingir ser ela, pois ela não é uma heroína e blablabla. No fim das contas, Oliver salva Laurel, leva-a de volta pro QG e conseguem injetar um soro contra vertigo. Ai Thea aparece e faz a coitadinha da primeira temporada, derrubando por terra o elogio de amadurecimento. Achei que aquele treinamento todo com Malcom tinha servido pra algo. Oliver age grosseiramente com Thea, para a ira de Roy. A discussão dos dois pega fogo, até Felicity sambar em Oliver e dizer que com a suposta morte dele, todos mudaram e é ele quem tem que aceitar isso e não o contrário. CHUPA!

tumblr_inline_nje4s1cIRj1t9r851

tumblr_inline_njn4zgVLs71s4zxee

Diggle vai atrás de Oliver e os dois tem uma conversa de amigos, que mostra o quanto John é preocupado com ele. Além disso, Laurel acorda e conta para Felicity as alucinações que teve. Felicity samba novamente e dá conselhos profundos pra nossa nova Canário, elevando a relação das duas a outro patamar.

tumblr_njn3xcf0JP1tkld6so1_250

Chase e Thea saem para um encontro, que termina na casa dela, com os dois pelados. Quando ele oferece uma taça de vinho pra ela, ela descobre que tem cianeto e a luta entre os dois começa. Por sorte do destino, Roy está lá na hora certa, assim como Malcom, e ambos salvam Thea de Chase, que termina se suicidando.

Felicity descobre o paradeiro de Zytle e Oliver chama Laurel para ajudá-lo nessa missão. ALELUIA OLIVER! Os dois chegam a um laboratório, que começa a pegar fogo. Enquanto Oliver salva todos, Laurel vai atrás de Zytle, e dá bobeira de novo, sendo drogada com vertigo. Ela volta a alucinar com Sara e seu pai, durante a luta com o vilão. Por sorte, o efeito do conselho de Felicity é mais forte e ela consegue derrotar Zytle, sob o olhar atento de Oliver.

tumblr_inline_njn5z8Gkxg1s4zxee

Laurel decide ir atrás de seu pai e abrir o jogo. Em um primeiro momento ele acha que se trata de ela ser a nova Canário, mas quando ela abre o jogo sobre a morte de Sara, os dois caem aos prantos. Mas já tava na hora né? Na mansão de Thea, Malcom sugere que os dois se preparem mais para a batalha contra a Liga, em um lugar remoto. Adivinhem onde? A ilha que Oliver passou boa parte dos bocados. A cena dele se despedindo dos amigos e deixando a cidade nas mãos deles foi muito amor! Ainda tivemos Roy flertando com Thea de novo e, em mais um flashback, Waller trazendo Oliver e Maseo para Starling, por conta de uma nova missão.

tumblr_inline_njryzal2UF1t9r851

tumblr_inline_njrz53jxnN1t9r851

No geral, um bom episódio, que trouxe um arco novo pra Oliver e Thea. O próximo episódio traz Slade (para a nossa alegria!) e mais evolução do Team Arrow.

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: