Posts Populares

Arrow – S05E09 – What We Leave Behind

A maré não anda em alta para o Green Arrow! 

Depois daquele centésimo episódio maravilhoso no meio do crossover, Arrow tinha obrigação de nós entregar um episódio no mínimo bom e foi isso que os roteiristas fizeram. O último episódio do ano trouxe um desfecho chocante, que comentarei no final da review e nos explicou mais sobre as motivações de Prometheus para acabar com Oliver Queen, pelo que sabemos é alguém do passado recente e envolvido em um dos casos em que o Green Arrow usou a lista de seu pai. Aliás que eu me recorde foi um dos primeiros episódios com flashbacks apenas do tempo que Oliver já era Arrow.

O episódio começa como o clima natalino presente na maioria dos seriados nessa época do ano, a festa da prefeitura traz o inicio de um novo interesse amoroso para Oliver, e vemos Felicity finalmente apresentando Billy como seu novo namorado. Meio óbvio que algo não daria certo, Prometheus ataca Curtis, e infelizmente o ataque não foi fatal, eu gostava tanto do personagem de Curtis trabalhando na Palmer Tech, mas agora no #TeamArrow ele não me desceu ainda.

O ataque motiva um dos momentos cliches do episódio, vemos que seu esposo cansado das mentiras ameaça acabar com todo o relacionamento entre ambos, e mais pro fim do episódio com a decisão de Curtis de continuar no time dos vigilantes, o casamento entre os dois acaba, fiquei bem triste ele deveria ter ido embora com o marido. Enfim, vimos que o ataque era um pretexto de Prometheus para atingir a todos que Oliver Queen amava, atingiu Curtis, atingiu Diggle mais tarde fazendo uma armadilha para o mesmo que acabou sendo preso e por fim enganando o arqueiro da forma mais sádica o fez matar o novo amado de Felicity Smoak.

Todos esse acontecimentos nós levam a culpa e a ideia de que tudo que foi tocado por Oliver está fadado a destruição, Oliver é um personagem que muitas vezes prefere agir de forma solitária e temo que isso aumentara ainda mais após os recentes acontecimentos. O #TeamArrow está quebrado, Felicity perdeu o namorado, Diglle está preso, Artmis virou a casaca, mas o lado bom disso tudo foi ver o retorno de Thea com sua amada Speedy.

A identidade de Prometheus segue escondida apesar de todas as dicas dadas, acredito que ele venha a ser aquele promotor Adrian Chase que está usando a jornalista Susan de alguma forma, tivemos em determinado momento um close da câmera em uma garrafa de vodka no apartamento da moça e sabemos que em um outro episódio ela consegue informações de que Oliver Queen esteve na Rússia, acredito que ou Chase é Prometheus ou está sendo usado pelo mesmo. Outro ponto é que Prometheus pode ser alguém da Bratva, organização em que Oliver Queen trabalhou.

Por fim aquele momento chocante no final, e acho que com tantas referencias ao flash point, como momento irônico que falam que se tivesse outro flashpoint Diggle teria 5 filhos hahaa, acho que será esse o argumento utilizado para explicar o retorno de Laurel Lance a série, outra alternativa é que ela seja a Laurel da Terra 2, ou que foi ressucitada ou de alguma forma milagrosa ela não morreu, sinceramente não sei o que esperar, só espero que não caguem a temporada que até vinha bem em nome disso, em nome de colocar um triângulo amoroso novamente na série. Aliás pra que matar o Detetive tão cedo? Enfim, vamos ter que aguardar 2017 para saber os reais motivos do retorno de Laurel Lance a série.

 

 

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu