02 de fevereiro de 2017
Arrow – S05E10 – Who Are You?

Surpresas, revelações e decepções.

Para quem estava esperando que Laurel Lance fosse voltar, se decepcionou bastante com o episódio. Quando eu assisti o episódio anterior, eu fiquei dias para conseguir superar o episódio e, principalmente, aquele final e aí então resolvi ler todas as entrevistas que saíam com os produtores da série e ficou bem claro que não era a verdadeira Laurel que ia voltar, aí comecei a suspeitar que em vez de Flashpoint, fosse a tal Laurel da Terra 2 e dito e feito né? Então, não me decepcionei e até gostei disso porque não quero que Arrow se torne uma série que todo mundo que morre, volta. Se resolveu matar, que fique morto, já voltou bastante gente hahahah

Enfim, no início do episódio foi super fofo o “reencontro” de Laurel e Oliver e por alguns segundos eu até acreditei que os produtores tivessem nos enganado e a historinha dela fosse verdade, inclusive eu tinha visto que Felicity era a que mais ia se afetar com a volta de Laurel e julguei que fosse a que fosse ficar deslumbrada pela volta, só que foi justamente o contrário. Felicity fingiu acreditar para começar a investigar essa história a fundo e aí analisando o DNA do copo que a “Laurel” bebeu na festa em sua homenagem, nossa loirinha descobre (com uma pequena ajuda de Rory) que na verdade aquela lá era sua irmã gêmea do mal, ou seja, a Laurel da Terra 2. Sendo assim, ela tenta convencer Oliver a desistir da ideia de tentar mudá-la e trazer ela pra luz porque essa não é a Laurel deles, mas não adianta muito. Uma das melhores cenas  é após Felicity confrontar Laurel na gaiola e dizer que sabe que Oliver só está fazendo isso pela culpa que sente pela morte da verdadeira Laurel e acha que só assim pode se redimir, aí ela e Oliver começam a se desentender… de novo e pedem para ficarem sozinhos no covil (para tristeza de René rs) e aí ele assiste a gravação e diz “Você me conhece muito bem mesmo”. SIIIM MIGO, ELA É SUA ALMA GÊMEA! ahahahahah
Confesso que tive pequenos surtos no episódio com as interações Olicity, porque ao meu ver serviu para mostrar o porque deles serem um casal tão maravilhoso juntos. Felicity sabe exatamente como lidar com Oliver, eles se apoiam em qualquer circunstância e quando se trata de defender um ao outro, estão sempre dispostos a se arriscar. É muito amor, SOS! ♥

E vamos combinar que se não fosse Felicity, Oliver tava meio f*dido nesse episódio né? Foi ela que mandou o squad atacar a falsa Laurel quando ela e Oliver estavam na estátua da Canário e assim prenderam ela, depois foi ela que deixou a bixa fugir e colocou rastreadores genéticos na água, fazendo que assim Oliver e os outros conseguissem achar Prometheus e sua mais nova aliada. Falando nisso, ADOREI essa nova Felicity que começou a surgir, uma Felicity afrontosa, badass, que começou a lutar para se defender e ajudar mais ainda e isso tudo sem pedir ajuda de ninguém e mesmo assim Oliver “ajudou” ela a aprender a socar melhor, o que fez com que ela nocauteasse a falsa Laurel lá no fim do episódio. Era esse girl power que sempre quis que despertasse em Felicity e agora está acontecendo, fiquei bem feliz! 😀

Eu gostei muito do episódio mesmo, mas teve uma coisa que achei chatinha, mas entendo os motivos também, que foi o Curtis naquela bad vibe. Eu tô tão acostumada com ele sendo o ponto de humor da turma que achei ele bem enjoadinho nesse episódio, só sabia reclamar e ser pessimista. Mas, compensou com René sendo mais “palhacinho”, querendo assistir a conversa de Olicity, depois chamando os dois de mamãe e papai (amei forte, inclusive) e por fim, sendo o ponto de apoio de Curtis. Então, deu pra relevar isso de Curtis, já que o coitado tava sofrendo por causa da separação e revendo sua importância pra equipe, inclusive acho que ele funciona muito mais como parceiro de Felicity que lá na linha de frente sempre. Vamos ver…

Algo que não aguento mais são aqueles flashbacks praticamente sem utilidade nenhuma, que coisa mais chata, meu Deus! Nesse só serviu para descobrirmos que tem uma mulher que salvou Oliver na época do Bratva e essa pode ser a futura Canário Negro que agora Oliver disse a Felicity que tem que cumprir sua promessa para Laurel e arrumar uma nova Canário e eu espero de verdade que seja boa, porque eu sou bem relutante com mudanças. No final, parece até que mostrou a tal que será a futura, mas… ainda tô com o pé atrás. Sinto muita falta da antiga equipe :/

E por falar em antiga equipe, pobre Diggle meu Deus </3
Eu sofro muito com esse homem, porque eu amo fortíssimo ele e ele se ferra muito o pobi. Porém, dessa vez, acho que ele vai sair muito bem dessa por mais que deva demorar um bocado porque Oliver foi espertíssimo e pediu pro Adrian (promotor) ser o advogado de defesa e o cara que não é bobo nem nada, já sacou a armação toda e já mostrou a estar disposto a tudo pra defender nosso John. Só queria dizer que nesse episódio ele conquistou um espaço no meu coração definitivamente, quando ele pediu pra Diggle bater nele e depois provou o porque, eu vibrei! RAINHO ♥

Nesse novo episódio, parece que vamos acompanhar a busca pela nova Canário Negro, ainda tô receosa, mas vamos lá porque essa temporada tá dando show!

 

Caroline Azevedo
Caroline Azevedo

Complicada e perfeitinha. Me tira tudo, mas não me tira minhas séries e a música. Já que não tenho o meu mozão, shippo os mozões do mundo seriador: Delena, Captain Swan, Olicity e Zade são os principais. Entre os meus vícios, estão The Vampire Diaries, Once Upon A Time, The Originals, Arrow e Supernatural.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: