Posts Populares

Arrow – S06E16 – The Thanatos Guild

Dizemos adeus a uma personagem de longa data…

Em primeiro lugar, quero pedir desculpas pelo imenso atraso com que essa review e algumas outras da série tem saído. Mas, boa parte da equipe da série tá com a rotina bem intensa e tá difícil de acompanhar, mas seguimos tentando rs. E confesso que com o andar da carruagem que a série tá indo, tá mais difícil ainda acompanhar a todo vapor.
Além das desculpas, quero começar dizendo que sinto que os roteiristas/produtores de Arrow perderam a mão nessa temporada, tá indo de mal a pior e olha que pra eu dizer isso é porque a parada tá séria mesmo, eu sempre costumo defender as minhas séries até quando não dá mais e, infelizmente, não tá dando mais não. Esse episódio foi mais um daqueles que passou se arrastando e não via a hora de acabar. Depois de uma 5ª temporada ótima, achei que a série fosse deslanchar, mas não rolou, infelizmente… E só vejo solução pra próxima temporada, porque essa não tem mais jeito não, acho praticamente impossível.

O foco desse episódio foi aquela-Liga-que-nunca-tem-fim-dos-Assassinos-ou-derivados e também, o adeus de Thea Queen/Speedy ao que tudo indica de uma vez por todas. Quando começou o episódio e revelou a Athena na Liga substituta a Liga dos Assassinos, que descobrimos ser a Guilda de Thanatos eu já quis morrer porque eu simplesmente NÃO AGUENTO MAIS essa historinha de Liga pra lá e Liga pra cá. No início, fazia sentido e era interessante, só que já deu e ficam metendo essa Liga em diversos episódios sem sentido nenhum, plmdssss! Gosto muito da Nyssa e ela até que tentou salvar um pouco esse episódio, mas não tinham muito o que oferecer para a personagem dela, além de ser um motivo pra Thea sair de vez da cidade e deixar em aberto quem sabe uma possível volta como Speedy. Mas, os melhores momentos foram de Nyssa mesmo zoando Oliver e Felicity com aquela história do casamento e implicando sempre chamando Oliver de marido e etc rs. Roy foi outro que ficou super apagadinho nesse episódio, só apareceu mais na hora que ajudou a desativar a bomba lá e no final quando decidiu seguir com Thea pra onde quer que ela fosse, mas basicamente a função dele nesse episódio foi estar ao lado da Thea, coisa que me incomodou um pouco porque sei que ele tem bem mais a oferecer. Tá que o casal é bem fofinho e tal, mas né?

Uma coisa que pra mim já deu o que tinha que dar também é essa história do John querer a todo custo voltar a ser o Arqueiro Verde. Afff, eu adoro o John, mas ele está chatíssimooooo com isso! Minha gente, em 5 temporadas ele nunca foi o Arqueiro, aí ele é por sei lá… 5 episódios e acha um absurdo não ter voltado a ser ainda? Aaaaah homi do céu, vai arrumar uma louça pra lavar! Tá mais do que na cara que o Oliver ama ser o Arqueiro seja lá pelos quais motivos forem, que inclusive Thea esclareceu muito bem pra ele porque nós já estávamos cansados de saber. Creio eu que no próximo episódio, Oliver deve abrir o jogo com Diggle e vai criar um embate aí, mas paciência né? Minha sensação com Arrow nessa temporada é que eles resumiram a série a briga de adolescentes. Primeiro, foram as 2 equipes brigando e ficarem de cara feia uns pros outros, agora essa coisa de John com Oliver que não quer aceitar mais não ser o líder da parada e por aí vai… haja paciência! *insira aqui aquele emoticon revirando os olhos*

Por falar na equipe 2, Dinah e Curtis estão dedicados a descobrir a corrupção na polícia. Engraçado que no episódio anterior, Oliver pediu ao Lance e a Dinah para resolverem isso juntos e simplesmente nesse episódio, eles nem se falaram, tá tudo muito bem linkado mesmo. Continuando… nessa busca aí, Curtis acaba arrumando um novo crush e parece que as coisas vão bem pra ele, um boy super magia da polícia que ele vai traçar. Eu sempre gostei do Curtis, mas há vários episódios que ele já me cansou também, precisam dar uma chacoalhada na personagem dele e arrumar algo diferente pra não ficar ali quase de figuração.
Acaba que nessa busca aí dos policiais corruptos, Dinah e Curtis descobrem que a tal capitã da polícia, Capitã Hill, tá envolvida na treta do vilão de meia boca Diaz. Tava na hora, né minha gente? Oliver que se julga tão esperto neeeeem desconfia.

No fim do episódio, depois de Thea, Nyssa e a equipe Arrow descobrir que o tal do mapa que a Athena tanto queria revela a existência de mais 3 Poços de Lázaro, ela decide que vai junto com Nyssa ajudar a destruir todos esses Poços e Roy resolve partir junto com ela, afinal eles já iam embora juntos no começo do episódio, só que foram interrompidos pelos assassinos da Guilda. A despedida de Oliver e Thea até que foi bonitinha e já deu pra gente sentir uma saudadinha da Thea, que atualmente não era uma personagem tão relevante, mas sempre gostei dela como Speedy.

Sabemos que a saída da Thea não foi uma escolha dos roteiristas/produtores e sim da atriz que já estava querendo desde a temporada passada alçar novos vôos, então não dá nem pra julgar. Acho que foi a melhor solução mesmo pra personagem.
E agora, o que esperar da série? Eu, sinceramente, tenho esperado sempre o pior nessa temporada porque a cada episódio só consegue ficar mais chato, Deus me dibre. Queria estar errada e me surpreender mas não vejo muita saída com um vilão desse e as coisas do jeito que estão indo. Mas e vocês, o que estão achando? Comentem aí 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu