Posts Populares

Atypical – S02E02 – Penguin Cam and Chill

“Why do villains always have cats?”

Está cada vez mais difícil empatizar com a Elsa. Após todos os acontecimentos do episódio anterior, em que Doug volta para casa e diz a Elsa que ela deve sair, podemos perceber que ela não recebeu da melhor maneira a decisão do marido. Nada mais razoável que ela sair de casa, considerando que foi ela quem o traiu, certo? Mas ela não ficou fora de casa nem por um mísero dia para acalmar os ânimos da família. A ideia da lasanha foi, obviamente, péssima. Porém, foi admirável da parte do Doug decidir cuidar de tudo relacionado à família sozinho, considerando que seria uma opção muito mais fácil para ele, como homem, simplesmente sair e abandonar o lar (como já fez anteriormente).

Quanto à relação de Elsa e Casey, ela só piora com o tempo. E a Casey nem está errada ao não querer, inicialmente, perdoar sua mãe. Existe a atenuante de que a Elsa deixou de ter uma vida própria após o nascimento dos filhos e a descoberta de que Sam estava no espectro do autismo, porém não se pode negar que ela foi egoísta e poderia ter terminado seu caso antes de sua família descobrir, o que ela não fez. Ela também poderia pedir o divórcio e ser honesta, o que ela também não fez. De novo: muito difícil defender. Particularmente, sou muito Team Casey.

O início de Casey na escola particular foi exatamente como imaginávamos: difícil, inclusive com direito à implicância de uma companheira do time de corrida, ser deixada sozinha para se virar e achar suas classes, não ter sido orientada sobre como trocar suas “fichas” para comer, e aulas muito mais difíceis em relação ao que ela estava acostumada em sua antiga escola.

A grande surpresa foi Casey achar um “amigo” tão rápido, e pelo desenvolvimento do episódio, um “amigo” que provavelmente se tornará um interesse amoroso que colocará em risco sua relação com Evan.

Por fim, tivemos também os problemas de Sam com o relacionamento casual e suas regras, e depois a própria Paige não se adequando às suas próprias regras e terminando de vez o que os dois tinham. Seria de se esperar que a esta altura do campeonato a Paige entenderia que o Sam sempre leva TUDO absolutamente ao pé da letra, logo se ela impôs uma regra de não falar de sentimentos, por exemplo, como esperar que ele fosse procurá-la para falar dos seus problemas em casa, ou esperar que ele fosse confortá-la depois de ela dizer que foi colocada na lista de espera de sua faculdade de escolha? Muito ingênuo da parte dela. Mas nada que não possa ser consertado, porque eles parecem se gostar bastante.

Vamos ver se a temporada vai manter este nível de qualidade e até eventualmente ser melhor que a primeira!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu