Posts Populares

BBB18: Semana 7

Atualizando o pack de memes e citações

Nessa última semana do BBB18, desde a eliminação de Mahmoud e entrada de Gleice no quarto falso, uma promessa de grande acontecimento espreitava. A menina do Acre passou dias ensaiando sua volta “triunfal”, tudo no maior estilo teatro, novela mexicana. Afinal é isso que o público brasileiro gosta de ver, um maniqueísmo raso que insiste em perdurar na dramaturgia, não importa os avanços obtidos anteriormente.

Começando pelas coisas boas. Tivemos a revelação de uma rainha. Ela mesma. Jéssica. Seu potencial de memes não era novidade nenhuma. Mas essa última semana a internet e os grupos de família explodiram com a citação do ano. Preciso mesmo dizer qual? Haha.

Essa foi a mais famosa, mas não a única. Tivemos um piando invisível sendo tocado e livro lido de cabeça para baixo, na maior técnica oriental (rainha global faz assim). Entre seus memes da Jéssica, qual seu favorito? O meu está abaixo. E por favor, deixem essa mulher o máximo que puderem. Ela não é uma pessoa ruim, e meu acervo, assim como Nicole Bahls, agradecem.

A volta de Gleice não foi surpresa para ninguém. Essa edição do BBB tem os participantes mais espertos e ligados nas artimanhas do programa. O grupinho Caruso e Diego sempre estão se antecipando as jogadas da edição. Paredão duplo, jogo da discórdia e quarto secreto. Nada os pega de surpresa. Tão fazendo a produção suar. Jogador bom faz assim.

Resultou que nada de aproveitável pôde ser tirado para o uso no jogo de Gleice. Mesmo que ela tivesse colhido boas informações, duvido ter conseguido fazer boa aplicação, como Renan outrora fez para desmascarar o leva e trás de Matheus no BBB16.

Foi tudo arquitetado para ser uma extensão da novela “O outro lado do paraíso”. Gleice descendo, umas frases prontas, indica Patrícia, que perde a cabeça e só desce ladeira abaixo, mais ainda. O paredão formado foi o contrário do passado, menos como um contra-ataque e mais como um peso de culpa, a constatação de um grupo de estar do lado “errado”.

Tivemos a eliminação de Patrícia, sem novidades, segunda maior rejeição da história.  O que pode ser tirado daí? Duas coisas.

Primeiro, nossa disposição para julgar mais fortemente as mulheres que os homens. Todos os maiores recordes de rejeição são de mulheres. Duas negras no top 5. Mulher não pode ser forte, não pode lutar. Tem que ser comportada, calma. Se não fica feio para ela. Vamos de encontro a todo o contrário do que evolução e sobrevivência significam. Contra os teóricos avanços que conseguimos no respeito ao feminismo, e assim julgamos sem pena uma mulher que faz de tudo para conseguir seus objetivos.

Segundo que, não conseguimos se livrar certos preceitos ultrapassados de certo ou errado.  A dictomia do “será se sou uma pessoa boa?” já foi vencida por parte da população moderna, até mesmo pelas últimas edições do show, tendo como anti-heroínas Ana Paula e Emily, mas sempre que podemos voltamos a ela. Sartre na filosofia e Tony Soprano na dramaturgia mandam um abraço.

Patrícia tinha seus defeitos, que pareciam ser muitos, mas como Thiago disse, era mais medo mesmo. Já Greice, tem como maiores méritos no show até o momento: ser pobre, ser do Acre, ser mulher negra e ser perseguida. Boa parte do hype que ela ganhou foi devido a insistência no outro grupo de manda-la ao paredão. Se tivessem esquecido dela, deixado para lá, indicando apenas vez ou outra, ela seria apenas mais uma pessoa boa, simpática, que não faz nada demais no programa. São os algozes que cavam sua própria cova e elevam o status do oponente.

Se o público comprar a perseguição do participante, pronto. Pode dar a prêmio. E tem coisa mais chata que BBB decidido antes da metade?

Admiro muito a simplicidade de Gleice, mas não consigo achar sua personalidade e atitudes interessantes ao que o jogo propõe. Só. Ela chegou ao ponto de pedir desculpas ao vivo pela briga mais que merecida que pegou com Patrícia. Serio isso? É esse tipo de participante que vocês querem ver num show de confusão e entretenimento? Desculpe, mas eu não.

Se continuar assim, estragaremos os avanços das últimas edições, que permitiram haver participantes tão “odiosos” nesse. Para o próximo, todos vão querer seguir a cartilha “como ser um bom BBB”, natural depois de edições com altos índices de rejeição. BBB6 começava todo dia com uma oração do grupo pela paz na casa. Afinal, ninguém queria sair com a rejeição que teve Dr. Gê e Aline do BBB5. Esta última, claro, mais afetada. Teve a casa pichada e até hoje se esconde, tentando tirar suas matérias sobre o assunto do ar.

In my opinion, os melhores participantes essa semana são: Ana Clara, pela postura sempre on point (apesar que engolir aquele pai é muito difícil); Jéssica pelos momentos de diversão e transição entre os dois lados da casa.

Entre os piores temos: Wagner, totalmente aproveitador e falso, do pior tipo possível, que só se decidiu pelo lado de Gleice ao ver seu hype, e ela, inocente-fraca, aceita o amor condicional dele (levanta a cabeça princesa! Tu não precisas dele); Kaysar, com seu jogo manjado e prejudicial; Viegas: sempre as espreitas e sem coragem para expor seu jogo, como Diego faz, o que torna este último alvo fácil e faz o primeiro passar icólume.

P.S.1: Rir do oponente no fim de seu jogo nunca será uma atitude honrosa. Seja no box, RuPauls Drag Race, ou qualquer competição, tal atitude só mostra falta de respeito e imaturidade.

P.S.2: “O mal se destrói por si só”. Vai dizer isso ao Nazismo. Magina como estaria o mundo hoje se esse preceito fosse seguido a risca. Não deixar de ser condizente com a competidora, que espera ser abatida pelo ao redor para depois sair se lamentando, contudo, a versão abaixo é bem mais acurada.

Talvez Você também goste de...

05.04.2018 BBB: Semana 10

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Roz

Engenheiro por formação, escritor wannabe por obrigação. Nem exatas, nem humanas, renascentista. Reinventando-se. Inconformista. Cinéfilo. Cosmopolitan. Shitalker. De Pepita a Bowie. De 80s cheese a Sopranos.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu