Panela de Séries » Arquivos Black Mirror - S04E05 - Metalhead - Panela de Séries

Posts Populares

Black Mirror – S04E05 – Metalhead

Sabemos o limite que devemos chegar com os avanços tecnológicos?

Black Mirror nos entrega um episódio totalmente voltado para a sobrevivência dos seus personagens. O primeiro feito em preto e branco e com uma quantidade quase inexistente de diálogos, Metalhead nos traz uma visão do que poderia ser um mundo pós-apocalíptico causado pela tecnologia (ou pelo menos foi o que consegui imaginar).

O episódio não nos da um início, nos deixando completamente as cegas sobre onde os personagens estão inseridos. Tudo começa com algum tipo de missão, onde os três personagens (Bella, Tony e Clarke) iniciais vão atrás de alguma coisa em um galpão, algo que ela prometeu fazer para alguém pela irmã, e nos dez primeiros minutos do episódio já nos vemos afundados na ação e tensão que Black Mirror proporciona. Ao pegarem a caixa que procuravam, um tipo de cão-robô foi ativado, matando friamente Tony, e iniciando uma perseguição incansável atrás dos outros dois restantes. Não muito longe, também alcançou Clarke, que estava em uma van roubada, e o matou com um tiro na cabeça.

Bella se tornou a única sobrevivente do grupo, e depois de ser jogada para fora da estrada e quase cair com seu carro de um precipício, ela finalmente consegue despistar momentaneamente o cão-robô, jogando-o no precipício dentro do carro, quebrando uma das pernas do “animal”. E nesse ponto descobrimos que ela está com um rastreador, proveniente de uma pequena explosão causada pela maquina no momento que ela foi ativada, e é esse rastreador que ele está perseguindo. Bella consegue remover o rastreador e colocar dentro de uma garrafa, jogando-o em um córrego. Ela agora está livre né? Não.

O robô alcança o rastreador e descobre ter sido enganado, então ele passa a seguir a trilha de sangue deixada pela sua presa. Ao ser perseguida, a mulher sobe em uma árvore, e, ao tentar escalar para matá-la, o cão percebe que não consegue por causa de sua perna dianteira quebrada, então fica de tocaia, aguardando qualquer movimento de Bella. E nisso, já anoitecendo, ela descobre que a bateria dele está acabando, então resolve ficar jogando algum tipo de balinha nele, para não o deixar economizar energia, e acaba funcionando, levando a mulher a fugir novamente.

E dessa vez ela chega uma casa. Após fazer a ronda, ela constata que está sozinha no imóvel, e começa a procurar pelas chaves do carro que está parado na frente, e em sua busca acaba encontrando duas balas de algum tipo de espingarda, e as guarda consigo. Ao mesmo tempo vemos o cão ter sua bateria recarregada através da energia solar. Consequentemente ele volta a procurá-la, e voltar a seguir os rastros de sangue. Enquanto isso, na casa, Bella encontra duas pessoas mortas sobre a cama, já em estado de decomposição. Essa é talvez uma das cenas mais fortes do episódio, onde ela retira a arma que estava junto com o morto, e tem que procurar a chave do carro nos cadáveres. Com certa dificuldade, ela encontra, mas a alegria dura pouco.

O robô já chegou na casa, e a nossa “heroína” joga um balde de tinta nele, fazendo-o perder a visão. Ela então corre para o carro, e… ele não liga. Então ela o atrai para uma armadilha no carro, já que agora ele só conta com a audição, e acaba conseguindo matá-lo. É então que respiramos aliviados, mas por pouco tempo. O animal ainda causa uma pequena explosão, com vários fragmentos voando em todas as direções, e alguns penetram a pele de Bella. Ela tenta retirar, e percebe que tem um localizado exatamente sobre sua artéria no pescoço, o que seria praticamente impossível de remover.

Ela desiste então, e através de um rádio comunicador ela avisa sabe-se lá quem que não conseguirá retornar, e pede desculpas. Vemos ela levando sua faca no pescoço. Então a câmera se afasta e nos leva lá no armazém do início, e mostra que a caixa que eles pretendiam roubar estava cheia de ursos de pelúcia.

Fomos jogados em um caso específico no meio de algum caos não explicado. Acredito que esses cães foram alguma experiência tecnológica que deu errado, e começaram a exterminar a raça humana, afinal, além dos nossos protagonistas, o que deu a entender é que a maioria estava morta. Sobre a teoria de um mundo apocalíptico, acho que a ideia de deixar tudo em P&B foi interessante, afinal, deixou o mundo “sem cor”, dando uma coisa mais dramática, além da falta de diálogo, que contrasta com filmes antigos (P&B Mudo), porém com o acréscimo das tecnologias, dos avanços, de algo futurístico. Não sei se essa foi a intenção, mas trouxe algo interessante.

Bella foi um dos pontos fortes do episódio, como já dito, foram poucos diálogos, e ela conseguiu se mostrar uma mulher forte e lutadora, com uma atuação impecável, apenas nas expressões faciais. No final mostra que ela e os companheiros estavam se arriscando para pegar ursos de pelúcia para o sobrinho dela (?), o que pode parecer algo completamente fútil para gente, mas voltando a cena do começo onde ela fala que “facilitar a vida para ele já me fará satisfeita”, é algo que, levando em conta estarem no meio de um provável apocalipse, faria toda a diferença para criança. É claro, tudo não passa de teorias, já que Black Mirror nos deixou completamente as cegas.

O episódio é tenso do início ao fim, onde você prende a respiração no primeiro encontro com o “Metalhead” (nome dado aos cães, e que denomina o EP), e só consegue aliviar quando ela finalmente mata-o. Apesar disso, foi um EP onde a única critica que consegui extrair é a de que devemos ter cuidado com os avanços tecnológicos, já que um dia isso pode se virar contra a gente. Mas levando em considerações outros episódios da série, esse não chega nem perto de ser o mais “crítico”.

Ficamos por aqui, e espero você na próxima review dessa série que meche com o psicológico de muita gente. Até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

João Pedro

Canceriano de 20 anos localizado no Mato Grosso. Fã de divas pop, porém viciado em muitas bandinhas indies também. Assisto séries e filmes em horário integral, e estudo Direito nas horas vagas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu