UEBA, temos hoje, no dia 11 de Dezembro de 2016, a #FINAL da 13ª edição do quadro #DançaDosFamosos.

Na final temos Rainer Cadete, Felipe Simas e Sophia Abrahão, e os 3 famosos(as) mais seus respectivos professores(as) vão entrar no clima do #TANGO e #SAMBA.

Antes de entrar no clima desses dois ritmos que mais adoro, como já disse na review da temporada anterior, quando estou numa festa e toca um sambinha, menina, eu baixo uma Viviane Araújo, uma sambista de escola de samba que ninguém me segura, até pra ir ao banheiro vou sambando, não sei que reação química acontece comigo. E no Tango, bem, meu sonho é aprender esse ritmo.

****

Bem, na semana passada tivemos o Pasodoble e Sophia manteve na liderança dos leitores do nosso site, com mais de 50 % e Simas manteve-se em 2º lugar.

****

Sobre o TANGO: O tango é um ritmo que pode ser lento e rápido, eu particularmente gosto de uma progressão, acho mais emocionante. É um estilo onde os quadris dos parceiros não se juntam, ficam distantes, somente os peitos ficam colados. Os pés estão em movimento constante, em um entrelaçar de pernas, que deixa a gente confuso e tonto. Há giros, há finalizações retas, pernas esticadas, os aéreos são na maioria retos, quanto em piruetas uma das pernas é mantida ereta. Tem que se manter a seriedade o tempo todo e trazer uma dramaturgia pro palco.

Sobre o SAMBA: Meu, o samba é um ritmo alegre, contagiante, basta ter o samba no pé, o pandeirinho na barriga da moça. Se dança junto e separado, acredito que aqui serão os dois estilos. Quando juntos o corpo entra muito em sintonia e não tem um caminho certo pra seguir, desde que mantenha-se o compasso de 3 tempos.

****

A seguir, conto com Clarice para me ajudar nos comentários da grande final.

****

TANGO

Rainer Cadete e Juliana Valcézia

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: Foi uma performance muito bonita no tango, com alguns errinhos. O casal fez uma coreografia mais lenta, porém manteve a postura, utilizou do tempo da música certo para trazer efeitos dramáticos. No momento de entrelaçar as pernas o Rainer relou a perna da moça do lado de dentro da perna dela, e isso a desequilibrou, o certo é a batata da perna bater com batata. O movimento onde ela segurou as pernas dela enquanto Rainer a levantava eu não curti, e o beijo, foi bem feio. Nota: 8,0

CLARICE: Achei que o nervosismo os atrapalhou. Eles estavam super concentrados e conectados um ao outro, mas senti falta de alguns passos característicos do Tango, como o movimento das pernas. Alguns movimentos eu achei bem desnecessário como o beijo que eles insistem em colocar quase toda semana, um certo momento ele fez um movimento de perna que ficou tão mal feito que sequer entendi o que ele queria e ainda atrapalhou o andamento da coreografia. No final, assim como semana passada, terminaram de forma tensa e quase estragaram o close final. Nota: 8,5

*

Felipe Simas e Carol Agnelo

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: Também foi uma performance bonita, mas não tão impressionante para uma final. Foi uma coreografia lenta, com um final mais acelerado. Fizeram muitos entrelaçares, se trombaram em apenas um. As partes dramáticas foram bem executados, eles congelaram o olhar, o momento que ele passar a mão no corpo dela deveria ter passado de forma mais intensa. Tiveram saltinhos da professora, muito legal, Simas trabalhou muito bem sozinho com as pernas também. Senti falta de aéreos. Nota: 9,5

CLARICE: Estou boquiaberta e sem palavras após essa apresentação do Simas & Carol! Que lacre, que postura, que química, que elegância!!! Carol divou demaaaaais, não sei nem descrever aquele movimento que ela fez que ficou apoiada na ponta dos pés sendo segurada por Simas na pausa da música, mas foi brilhante. O movimento das pernas aconteceu e foi perfeito, o caminhar dele também foi muito bem executado. Foi incrível e com uma complexidade altíssima. Nota: 10

*

Sophia Abrahão e Rodrigo Oliveira

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: Vemos dois opostos nessa final, Sophia e Simas. Sophia e seu professor ARRASARAM, LACRARAM, fizeram o melhor TANGO DA HISTÓRIA DO PROGRAMA. Foi um tango meio lento meio acelerado, muitas pernas em conjunto e solo, muito entrelaçar, muita intensidade, ficou muito nítido, ao contrário dos outros. Os aéreos, eretos, rápidos, sensacionais e os movimentos estáticos em torno do eixo, muito bem executados. Nota: 10

CLARICE: Já previa esse lacre de Sophia, não esperava nada diferente. Ela já tem esse porte elegante, essa conexão com o professor e hoje souberam encaixar isso tudo no Tango. Assim como Bruno Astuto disse, nem sempre os aéreos funcionam, eu particularmente não sou tão fã deles no Tango, prefiro algo mais no chão, mas ainda assim eles foram brilhantes. E Fernanda Chama ainda complementou bem isso ao dizer que os aéreos deles encaixam perfeitamente na coreografia, não são apenas aéreos avulsos pra florear e incrementar a complexidade da performance. Nota: 10

****

****

SAMBA

Rainer Cadete e Juliana Valcézia

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: O casal fez uma coreografia bem animada, trouxeram vários artifícios do samba (cadeirinha, o quase pandeirinho) os toquezinhos dos pés quando dançavam juntos. A troca do blaser entre os dois não curti muito. Faltou trazer uns efeitos, aproveitar os compassos da música, os efeitos que nos chamam a atenção e nos faz lembrar a coreografia assim que ela termina. Eu infelizmente lembro de bem poucos. A parte do samba final não foi legal né, estranho, a professora poderia ter sambado também. Nota: 8,0.

CLARICE: Senhor que performance vergonhosa! hahahahaha Foi caricato demais, coisa que eu ODEEEEIO! Pra começar achei desnecessário esse lance do blazer, soou estranho. Faltou gingado, teve aéreos completamente desnecessários e que quebraram todo o ritmo da coreografia… e esse final, por essa água de Jesus, o que diabos foi esse samba desengonçado do Rainer? Tá certo que eles foram ali pra se divertir, mas não precisavam desse micão, ne? Eu sou apaixonadíssima pelo samba e pagode e achei afrontoso! #MicãoTour Nota: 5

*

Felipe Simas e Carol Agnelo

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: Caraca meu, Simas não faz aéreo nenhum mas o cara simplesmente arrasou em tudo, o gingado, a forma que trabalhava o corpo, o samba no pé, tudo. Mano, o que falar? Crítica nenhuma, foi foda. O samba final, ambos sambaram perfeitamente. Nota: 10.

CLARICE: Pode levantar da cadeira e sambar junto? PQP… o que foi isso, Braseeeel??? Nem parece que Felipe é o famoso? Ele parecia um sambista profissional, o típico malandro carioca todo cheio de gingando. Ameeei o momento em câmera lenta, eles souberam entrar pra se divertir mas dosando muito bem o lado profissional. Felipe brilhou nos solos, Camila mandou suuuuper bem… e aquele final quebrando tudo no samba eles foram super bem. Foi difícil me segurar na cadeira pois queria sambar junto! Nota: 10

*

Sophia Abrahão e Rodrigo Oliveira

Para assistir à apresentação clique AQUI.

JEAN: Fooda mano, o que um não tem o outro arregaça! Aéreos incríveis, concurso de dança SHOW tem aéreo sim gente, mostra complexidade, e se consegue fazer, faça, enquadrando no tempo e na coreografia, façam sempre. Esse casal é fenomenal, nunca, na história do programa tivemos um casal feito Rodrigo e Sophia. Todos elementos realizados com louvor. Nota: 10

CLARICE: Que Sophia teria mais dificuldade no Samba isso já era previsto, mas parece que visando isso, Rodrigo optou por uma coreografia totalmente junta e abusou dos aéreos. Confesso que tô sem saber se gostei até agora… fiquei incomodada pelo excesso dos aéreos, Rodrigo sabe que ela capaz e ao meu ver faz isso pra aumentar complexidade das performance e buscar maiores notas, mas eu prefiro um samba de gafieira mais no chão cheio de gingado. Teve os passos característicos da gafieira, eles foram bem feitos, mas no geral eu não gostei muito não. Fernanda Chamma ainda apontou isso e elogiou Rodrigo porque ele sabe que Sohpia por ser longilínea teria mais dificuldades no samba, e optou por outro estilo de coreografia. Ponto pra Rodrigo que foi esperto, mas ainda sigo sem gostar. hahahahaha Nota: 9,8

****

****

 

E o ranking final, que nomeará o casal vencedor da 13ª temporada do Dança Dos Famosos ficou da seguinte forma:

  1. FELIPE SIMAS E CAROL AGNELO
  2. SOPHIA ABRAHÃO E RODRIGO OLIVEIRA
  3. RAINER CADETE E JULIANA VALCÉZIA

A vitória ficou com o casal Felipe e Carol, foi merecido, mas digamos que não muito justo ao meu entendimento. Os dois dançam muito bem, porém Sophia trouxe uma consistência ao longo de toda temporada. Continuo dizendo, como grande fã do Dança dos Famosos, nunca vi ninguém como ela. Sophia e Rodrigo se juntam a Sheron Menezes e seu professor na época, os campeões morais. Clarice, discordando, amou a vitória do Felipe.

****

Então gente, encerramos mais uma vez esse quadro que tanto amo. Espero vocês no ano que vem, na 14ª edição do quadro. Torçam pra que eu um dia fique famosos e possa competir e ganhar, com o voto de vocês hahaha.

Forte beijo e abraço a todos.

Jean Marinozi
Jean Marinozi

Maringaense, 25 anos, pisciano. Amo refletir, observar, abraçar e rebolar. Acompanho e adoro com muita força competições de música e dança. Tenho paixão por Drag queens e meu sonho é abrir um espacate.
Deixe-nos um comentário!
  • Cecília Novaes

    Oi Jean,
    enquanto dançarina de salão, me sinto na obrigação de falar que passos aéreos são bem mais fácil de executar que uma dança bem feita. Não era o caso da Sophia pq ela é super técnica, tem muita habilidade, e é justamente por isso que lamento o professor dela ter apelado tanto pros lifts, considerando que ela seria suficiente lacradora sem essa papagaiada toda. O paso doble dela foi ca-ga-do com tanto lift (paso doble é no chão, fazer lift nele é desrespeitar o ritmo!) e o tango dela só não foi perfeito pq o prof enfiou 3 aéreos que ao meu ver foram só pra impressionar, sendo que Sophia dançando já impressionava o suficiente!

  • Tatiana

    Ontem não tinha jeito. Nem se a Daiane dos Santos baixasse na Sophia e ela executasse duplo twist carpado, esticado, etc, não tiraria a vitória de Felipe, que dançou no chão, com gingado, molejo, ritmo, elegância, disciplina… enfim, também concordo com Clarice, eu AMEI a vitória do Felipe. Foi muito merecido!

%d blogueiros gostam disto: