Posts Populares

Dancing Brasil – S04E01 – Apresentação das Duplas [SEASON PREMIERE]

Noite de estreia do Dancing Brasil, venham conhecer os casais da temporada!

Boa noite gente, está no ar a 4ª temporada do Dancing Brasil, e pela primeira vez ao mesmo tempo que acontece o Dança dos Famosos. Assim, prevejo que iremos comparar muito os realities, as apresentações, a produção e a avaliação dos jurados, mesmo que aqui no Dancing Brasil teremos apenas 3 parâmetros de notas, estes são técnicos, enquanto no Dança dos Famosos temos 6, porém dentro destes 4 são artísticos que sempre, quase sempre, dão 10 para os casais, restando 2 jurados técnicos que vão realmente julgar a dança. Neste quesito o Dancing Brasil sai na frente, mais dicas são fornecidas sobre os ritmos durante a avaliação.

Um novidade para esta temporada é seu apresentador auxiliar, que nada mais é que… seu namorado,  Junno Andrade. Para quem não sabe do elenco, ele foi apresentado AQUI.

Clarice e Michel serão  meu corpo de jurados técnicos que nos acompanharão ao longo dessa temporada do Dancing Brasil.

Sobre a abertura: O Dancing Brasil não ousa em nada, diferente do americano que traz sempre uma coisa nova. Vejam só a abertura dessa temporada que iniciou esta semana, de crianças, crianças, CRIANÇAS:

E também a de adultos:

Aqui a da 4ª temporada do DB

*

*

*

LU ANDRADE & MARQUINHOS

Ritmo: Paso Doble

Jean: Tentando ser econômico nas palavras, já que os comentários são feitos logo após a apresentação. Foi uma apresentação boa, boa para uma estreia. Senti passos muito decorados, uma preocupação em realizar os passos, essa ideia de parecer pra gente que foi decorado não é bom. Braços bem posicionados, arqueados, a postura ficou momentos boa, momentos dava uma desequilibrada. As pernas estão a melhorar, faltando-lhe alongamento. O embate ficou a desejar. Um ritmo bem difícil para estreia. Com tudo isso eu ainda gostei, uma estreia bem boa, é um casal que promete entregar muita coisa boa. Sobre as notas: tomarei como parâmetro para os próximos casais.

Clarice: Ahhhh adorei o casal formado! Marquinhos me conquistou temporada passada, mas achei bem desafiante estrear com Paso Doble! A música era bem ousada, mas tinha boas batidas pra colocar as marcações do PD. Trabalharam bem o palco e deu pra notar o duelo, ainda que bem pouco. Só não gostei das pisadas dela, parecia estar marchando, mas os braços estiveram bem posicionados, principalmente nas pausas. Consigo ver potencial nessa dupla, só não entendi as notas tão baixas.

Michel: Olha, já começaram com um dos ritmos que mais gosto e um dos que costumam ser o destaque nas performances no programa. Apesar de uma apresentação bem tímida e sem muita personalidade, o que é essencial no ritmo, mas para uma primeira apresentação foi até boazinha, mas precisam melhorar a postura da Lu e criar mais química entre eles.

(5-5-5)

*

*

*

OSCAR FILHO & DANI DE LOVA

Ritmo: Jive

Jean: Eu não senti muito Jive, apenas em alguns instantes, e estes instantes foram bons, gostei desses movimentos, porém o que veio antes e depois, não, além de não ter tido jive. Achei muita enrolação em alguns movimentos, com movimentos apenas de membros superiores. A música não foi aproveitada. Sobre as notas: Não achei justo comparada com Lu Andrade.

Clarice: Que arranjo zuado pra um Jive… não entendi! Achei tudo muito lento, o próprio Jaime comentou que a música não foi o problema e sim o arranjo! Se fosse mais agitada seria ideal, mas a coreografia foi bem divertida. Dani sempre tem esse lado teatral, sempre se deu muito bem com atores que sabiam dar cara pra esse lado cênico da coreografias dela, só espero que não explorem o lado cômico do Oscar. Sobre a nota, achei alta se comparada as notas de Lu.

Michel: Eu amo a Dani e adoro as suas coreografias, saudades dela com o Léo, porque depois só pegou candidato bomba e espero está errado, mas não vejo Oscar indo muito longe também. A performance deles, ficou mais voltada no humor, se divertindo mais durante a apresentação e valorizando mais a veia cômica do Oscar, mas por essa primeira performance não vejo muito potencial nele, mas repito que Dani é ótima e pode surpreender aí.

(6-5-6)

*

*

*

VALÉRIA VALENSSA & JEFFERSON ANDRADE

Ritmo: Quickstep

Jean: Foi uma apresentação bem boa para a estreia, melhor que os 2 anteriores. Uma coreografia rápida, com passos bem ensaiados e uma boa coreografia, com bons movimentos de ligação. O quickstep esteve presente, não integralmente, mas poderia ter mais, o sapateados, as finalizações de mãos, principalmente, e a dos pés. A dos pés foi trabalhado com sincronia, melhorar um pouco a extensão dos movimentos. Adorei, e acho que irei torcer muito para este casal, já que esse é um dos ritmos mais difíceis, e acredito que eles, tanto nos mais lentos quanto rápidos se darão melhor. Notas: Achei injusto quando comparado com Oscar, Vanessa foi melhor.

Clarice: Valéria tem uma postura tão elegante, chegou pra dançar quickstep toda trabalhada no brilho e foi uma coreografia bacana, pra um primeiro dia. Senti falta do movimentos do quick, alguns ocorreram só no finalzinho, mas rolou agilidade e sincronia entre eles.

Michel: Sendo uma passista maravilhosa como ela é, acredito que o Jefferson sabiamente apostou numa coreografia mais ousada para uma primeira apresentação e gostei da química do casal, eles combinam muito bem juntos. O Jefferson fez um bom trabalho com Marina Elali, fez uma boa apresentação com Valéria e acho que o casal promete muito, tem tudo pra arrasar.

(5-6-6)

*

*

*

NIZO NETO & LUANA ZEGLIN

Ritmo: Foxtrote

Jean: Introdução meio longa, pouca musicalidade de Nizo, dançou caminhando pela pista, passos bem endurecidos ainda. A sintonia energeticamente entre eles na pista conflitou muito, a todo tempo. Coreografia fraca, e fiquei meio sem entender a proposta dela. Movimentos não foram bem executados, mas os principais estiveram presentes, incluindo os em solo, os saltos. Notas: Justas.

Clarice: Que coreografia estranha! Se Nizo não segura a marimba nem com giros clássicos, imagina com algo mais complexo. Os giros dele no início da coregrafia foram vergonhosos, totalmente fora do eixo e com corpo bem travado. Ele se destacou um pouco nos movimentos solo, se soltou mas ainda que bem pouco.

Michel: Temos o Popó da temporada, hahaha. Gente não deu pra ele não, ele não mostrou nenhuma desenvoltura para dança, completamente duro e desconfortável no palco, tentou enrolar mais com pequenas atuações na apresentação, ficou tudo muito forçado e zero naturalidade, já pode eliminar pra já.

(4-4-4)

*

*

*

PÉROLA FARIA & FERNANDO PEROTTI

Ritmo: Rumba

Jean: A apresentação foi tão boa que passou muito rápido, fiquei surpreso. Gostei parcialmente da postura dela ao dançar e da postura ao parar, postura correta. Faltou maior extensão das pernas, e houveram algumas falhas de sincronia. Claro, falou principalmente o quadril, assim como Jaime disse, a rumba é sinuosa com o corpo. A música foi bem aproveitada, os auges tiveram movimentos de efeito bonitos. Notas: Justas.

Clarice: Genteeee, que arrasoo!!! Quando ela já começou naquele treco no ar, já deu pra notar que viria coisa boa. Adorei a postura de Pérola no palco, super elegante tanto nos movimentos quanto nas pausas. A coreografia oscilou em movimentos mais lentos e outros mais ágeis e o casal fluiu muito bem. Tudo foi lindo, só que como era rumba… faltou o quadril! Melhor casal da noite até agora, hein!

Michel: Caramba, adorei a performance deles. Pérola já tinha grandes expectativas, porque é bailarina, e já na primeira performance ela conseguiu atender bem as expectativas. Foram ousados nos passos aéreos, mostraram química na performance, só sentir falta de mais naturalidade na apresentação, talvez pelo nervosismo e sendo a primeira performance, explicável total essa certa timidez no palco.

(6-6-6)

*

*

*

ALLAN SOUZA LIMA & CAROL DIAS

Ritmo: Tango

Jean: Foi uma coreografia rápida. Carol se destacou demais na apresentação, tomou conta dela e favoreceu bastante o Allan, cujo também apresentou uma postura ereta, clara para um dançarino de tango. Ele estava meio tenso e acarretou que ele usasse muita força, estava tenso. Movimentos de perna foram ótimos, faltando mais da parte dela, não apenas dela. Os efeitos eu gostei, foram nos tempos certos, aproveitando a música. Detalhe para o câmera quase trombando com o casal; a produção começando a se atrapalhar. Notas: Justas.

Clarice: Gostei bastante da coreografia, um tango bem ágil com troca de pernas principalmente dela, mas o saldo final foi positivo. Carol puxou o foco da coreografia pra si, mas Allan não saiu tão ofuscado, soube ser um bom partner e buscou os momentos pra brilhar.

Michel: Diferente do casal anterior, acredito que houve um excesso de ousadia nos passos que não ficaram bonitos, em especial os passos aéreos. Gostei da postura dele no palco, mostrou um personagem na dança, os passos tiveram alguns deslizes, mas no geral foi até bem, mas o que não gostei mesmo dos passos aéreos que ficaram muito mal finalizados.

(7-6-6)

*

*

*

DADÁ COELHO & RENATO ZÓIA

Ritmo: Zouk

Jean: Foi assim, nada bom. Ela estava muito tensa, durinha, os movimentos ficavam incompletos e mal executados, com falta de extensão nas pernas e braços. Ficou algo dividido na coreografia entre o casal. A música não foi aproveitada, muito desfile e pouca dança, lenta enquanto deveria ser mais rápida. O movimento de pescoço estava presente, mas ficou meio falso e forçado. Notas: Justas!

Clarice: Que mico, Jesus Cristinho! Acho até que conseguiu ser pior que Nizo! Eu odeio quando o artista fica esperando que o bailarino a leve pro próximo movimento, parecia que Renato estava com um boneco na mão e fazendo-o dançar! Fiquei surpresa ao ver quão travado é o corpo da Dadá, achei que ela fosse mais ágil!

Michel: Eu a achei um pouco desengonçada demais e acredito que o maior erro do seu técnico, foi ter deixado ela fazendo muitos passos solos, o que ficou ainda mais evidente a falta de postura no palco. Achei que faltou tudo aqui nessa performance, foi tudo muito mecanizado, mal finalizado, como ficaram muito separados, não deu pra ver muita química entre eles, infelizmente não gostei não.

(4-3-3)

*

*

*

AMARAL & BRUNA BAYS

Ritmo: Paso Doble

Jean: Quando comparados com Lu Andrade sentimos uma diferença já, e foi de interpretação, este casal foi melhor, houve claramente um embate, foi uma dança intensa. Claro que de movimentos técnicos Amaral deixou a desejar até mesmo pela falta desses movimentos na proposta coreográfica, a professora preferiu deixar pouco de lado a parte mais elaborada e técnica e trabalhar em cima do básico, e fizeram certo. Bruna trabalhou muito bem sua parte, enriqueceu e embelezou. O final foi diferente, não houve morte do touro ou toureiro, houve desistência, acho que foi um protesto às touradas haha. Notas: Justas.

Clarice: Vivi pra ver um jogador se destacar logo de cara! Genteeee… nem parece um ex jogador! E Bruna maravilhosaaaa… lembro dela tirando leite de pedra com o Sebá! hahahaha Achei a introdução longa demais, mas adorei a vibe gótica do Paso Doble, com o casal super conectado um ao outro e dentro do personagem. A coreografia não foi perfeita tecnicamente falando, mas Bruna conseguiu fazer algo que chamasse a atenção e encantasse.

Michel: Gente mais um Popó pra Dança, né? Mero engano viu, não dava nada por ele, mas a performance dele foi muito melhor do que eu esperava. A Bruna apostou numa performance cheia de carão e sensualidade, inteligentemente focou mais na dança a dois. Achei ele bem desenvolto no palco, teve muita química com sua parceira e fizeram uma boa performance pra primeira apresentação.

(7-5-5)

*

*

*

JULIANA RIOS & TUTU

Ritmo: Cha Cha Cha

Jean: Adoro o Tutu, adoro as coreografias dele, espero que este casal se de bem e vá longe para ele trazer cada vez mais coreografias. O cha cha cha foi bom, razoável, o cha cha cha ficou meio morno, por isso as vezes perdia essência. A proposta foi boa nos giros e nas ligações. Notas: Justas.

Clarice: Fiquei extremamente incomodada com essa coreografia! Juliana parecia estar dançando pra câmera, olhava mais pra ela do que pro próprio Tutu. Notei diversos momentos onde perderam a sincronia e houve desencontro dos braços, o nervoso dela ficou evidente tanto que alguns movimentos tiveram força demais. Juliana é super alta, tem pernões e já quero Tutu sabendo trabalhar bem nisso.

Michel: Foi uma performance tímida, mas totalmente compreensível para uma primeira apresentação, tanto que até achei simples e bonita, sem muitos erros. Acho que o casal se combina muito bem, espero que eles possam ousar mais nas próximas rodadas, tem tudo para arrasarem, além disso, amei o carisma de ambos no palco.

(6-5-6)

*

*

*

BETO MARDEN & BELLA FERNANDES

Ritmo: Jive

Jean: Teve Jive sim, quase a todo tempo, apenas nas ligações ficou pouco ausente, mas pouquíssimo tempo, pelo menos na minha opinião. A agilidade achei alta, bem bonita, Bella arrasou na proposta e a sintonia deles é ótima, ainda mais com a alegria dele dançando. No jive o joelho, eu acredito, que faltou erguê-lo mais, posicioná-lo melhor. Notas: Justas!

Clarice: Depois de 3 temporadas pegando famosos medianos, Bella finalmente conseguiu alguém com potencial! E olha, formou uma dupla de tirar o fôlego! Arrasaram na primeira semana, já com o jive, coreografia ligada no 220V e super bem executada. Eles não perderam o ritmo em momento algum, percorreram todo o palco e surpreenderam a todos! Melhores da noite!

Michel: Foi uma performance contagiante, gostei muito de toda a dinâmica da performance e gostei de ver o Beto no palco se divertindo. Achei a maioria dos passos bem finalizados, o casal teve muita química, tem muito carisma juntos e simplesmente arrasaram no que se propuseram a fazer, principalmente dançando um ritmo tão complicado. Arrasaram demais!

(7-7-7)

*

*

*

CAMILA RODRIGUES & DJEIKO HENES

Ritmo: Foxtrote

Jean: Foi uma coreografia bonita, quando pensei em comentar que faltou uma parte mais cinematográfica, eles fizeram em seguida. Faltou agilidade em parte da coreografia, mas faltou principalmente saltos do foxtrote e os movimentos de finalizações de braços e pontas de mão, que são essenciais para se caracterizar um foxtrote. Os giros foram com equilíbrio, porém poderiam ser mais rápidos. Notas: Justas.

Clarice: Achei a coreografia muito bonita, mas não souberam aproveitar a música e o elemento cenográfico. Poderiam ter contado uma história e usado o cenário pra isso, usado movimentos do foxtrote pra percorrer mais o palco, etc. Adorei o efeito da saia de Camila nos giros, ela foi bem firme e elegante ao longo deles, mas ainda assim sinto que foi algo esquecível.

Michel: Foi outra performance que achei simples, porém muito bem executada, o que mostrou bastante potencial no casal. Como casal super combinam, Camila já tem postura de dançarina, bem esguia no palco, com uma performance cheia de elegância. Para uma primeira semana foram mais contidos, mas espero mais ousadia entre eles, até porque Camila tem tudo pra arrasar.

(5-5-6)

*

*

*

MARCELO FAUSTINI & THAIANE CHUVAS

Ritmo: Tango

Jean: A música até estranhei que foi um tango nato, ajudou bastante eles, porém, não aproveitaram. Não senti musicalidade nele, nem na expressão facial. Thaiane dançou sozinha praticamente, abusou das pernas e do alongamento, o que eu adoro porque enriquece coreograficamente. Marcelo as vezes estava ligeiramente adiantado na coreografia e em outros atrasado em algumas reações como Jaime comentou. O entrelaçar teve, mas ficou um pouco perdido no meio da proposta já que não foi bem executado como um todo. Notas: Não achei justas, poderia ter sido menores.

Clarice: Em meio a tantas músicas cantadas, ver uma que é praticamente instrumental é até diferente. Foi uma coreografia fria e o tango costuma ser algo com mais conexão entre o casal. Por diversas vezes ele sequer a olhava, esfriando todo o movimento. Marcelo se mostrou limitado e a coreografia foi feita pra que Thaiane explorasse as pernas e brilhasse!

Michel: Que responsabilidade enorme já dançar o tango na primeira apresentação. Achei a performance um pouco contida demais, nesse casal sentir uma falta de química entre eles, estranho principalmente porque o tango exala sensualidade. Foi uma boa apresentação no geral, porém não me cativou.

(5-4-6)

*

*

*

FRANCIELE GROSSI & LUCAS NUNES

Ritmo: Cha Cha Cha

Jean: Mais uma vez vieram com um desfile no cha cha cha, não rola, não combina. Por ser primeiro contato na dança com ela é justificável, vai melhorar, precisa muito da musicalidade, para passar ela para os pés e braços. O ritmo não foi dançado, faltou pouco de tudo. Notas: Não achei justo, poderia ter sido menores.

Clarice: Será que Fran confundiu o palco do Dancing Brasil com uma passarela? Precisava de tanta parada com carão?! Coreografia bem chata, cha cha cha muito lento e senti falta de movimentos mais ágeis. Fran tem o corpo muito travado e vai precisar se soltar pra conseguir fazer as coreografias funcionarem.

Michel: Primeiro preciso dizer que Fran já pode pedir música no fantástico, terceiro reality na conta e aposto num quarto vindo com uma participação na Fazenda 2019, hahaha. Brincadeiras à parte, achei que coreograficamente foi uma boa performance, eles combinam muito bem no palco, porém achei que Fran estava um pouco presa demais e desconfortável, era evidente sua preocupação com os passos e a postura também que faltou. Mas no geral, concertando esses erros, formam um casal que eu apostaria como surpresas da temporada.

(5-4-4)

*

*

*

BERNARDO VELASCO & BIA MARQUES

Ritmo: Samba

Jean: Um samba de gafieira bem bom. Apesar das falhas técnicas foi uma coreografia boa para estreia. O samba foi dançado, faltaram alguns movimentos mais característicos, mas na essência foi dançado, da mulher dançar em volta do bailarino, por exemplo. A musicalidade do casal estava bem em sintonia. A sincronia também estava boa, com apenas alguns deslizes quando comparado a execução dos movimentos. Notas: Justas.

Clarice: Única apresentação de samba da noite, a música ao menos foi fiel ao ritmo! Coreografia bonitinha, bem ágil e com movimentos de gafieira. Bernardo tem uma postura bacana, mas o corpo esteve um pouco travado pro samba, quadril não requebrou como o necessário, mas teve samba no pé ainda que tímido.

Michel: Acredito que o samba é um dos ritmos mais difícil para os homens, porque exige mais dos quadris e rebolado, algo mais difícil para a maioria dos homens. Achei que o Bernardo não mostrou nada de samba nos seus passos, ficou mais na enrolação mesmo. Gostei deles como casal e acredito que podem surpreender, principalmente numa performance com um ritmo que pede eles mais juntos.

(5-6-6)

*

*

*

O ranking do 1ª episódio ficou da seguinte forma:

Como dito na introdução, primeira semana sem eliminação, as notas serão acumuladas com as da semana que vem, dai sim teremos o primeiro eliminado da temporada.

♦*♦*♦*♦*♦

É isso gente, o que vocês acharam da estreia? Acharam os casais preparados? Acham que eles vão nos surpreender?

R: Não sei ainda, estou com medo de ser um fracasso, quero muito estar errado e me surpreender.

DESTAQUES SUPER POSITIVOS: Nenhum

DESTAQUES POSITIVOS: Lu Andrade, Pérola Faria, Valéria e Beto.

DESTAQUES NEGATIVOS: Franciele, Camila, Marcelo, Dadá.

E os destaques para vocês, quais foram?

♦*♦*♦*♦*♦

Um grande beijo e abraço a todos, até semana que vem!!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Jean Marinozi

Maringaense, 25 anos, pisciano. Amo refletir, observar, abraçar e rebolar. Acompanho e adoro com muita força competições de música e dança. Tenho paixão por Drag queens e meu sonho é abrir um espacate.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu