Posts Populares

Daredevil – S01E01 – Into The Ring (Series Premiere)

Não sou fanático pela Marvel ou DC, mas adoro essa temática de heróis migrando para os seriados. Tivemos a icônica Smallville e depois alguns lançamentos como Marvel: Agents of Shield (que inclusive teve crossover com produções do cinema) e Arrow e Flash pela emissora CW. Daredevil (Demolidor) foi mais uma aposta nesse ramo da Marvel, porém uma série mais séria, sem o apelo do mundo teen e em uma rede que vem sendo reconhecida pela qualidade de suas produções: Netflix.

E o que podíamos esperar de uma série que colocou o charmoso Charlie Cox como Matt Murdock/Daredevil, a bela Deborah Ann Wolf como Karen Page, ela que trabalhou por muitos anos na HBO interpretando a vampira Jéssica em True Blood e que cresceu muito nos últimos anos, se tornando um dos destaques desta série e Elden Henson que interpreta Foggy Nelson, amigo, parceiro e o personagem que traz um pouco mais de humor para a série.

Sem mais delongas, vamos comentar esse primeiro episódio, que foi arrebatador, conseguiu inserir todos os seus personagens e tramas, e mostrou ainda um pouco da história do nosso Daredevil.
DD 1

A série começa com um flash back, mostrando a forma como Matt ficou cego, após um acidente envolvendo derramamento de uma substância corrosiva, em que o pequeno Matt salvou a vida de um senhor e que por conta disso acabou no meio daquele trágico acidente onde foi atingido e acabou ficando cego. Essa primeira cena mostra um pouco da relação de valores do pequeno Matt com seu pai e já traz um pouco das características que poderíamos esperar do nosso herói. E que cena espetacular, conseguiu sentir a dor daquele pequeno ator falando: “I can’t see”.

Logo após esse flash back, chegamos aos tempos atuais, onde Matt vive sem a presença de seu pai e começamos com ele se confessando com um padre, mostrando aparentemente um vínculo religiosos entre Matt e suas crenças. Ele confessa e pede perdão por ações futuras que ira cometer e nesse momento conseguimos descobrir mais um pouco sobre seu pai, que era um lutador e que tinha seus momentos de estouros e fala sobre a avó dele que aparentemente era uma boa religiosa. A cena acaba com o padre o questionando pelo que ele irá fazer, e pulamos para o primeiro momento de ação da série.

E o que foi aquela sequencia de luta, incrível a performance de Charlie Cox como Daredevil, pelo que pesquisei, ele mesmo faz as cenas de luta, sem utilizar dublê e palmas para ele. Começamos a ter uma ideia de como é o justiceiro Daredevil, e como ele é diferente da ideia de herói que temos, ele salva as garotas presentes porém soca sem piedade aquele senhor que iria atirar nele, desvinculando um pouco da imagem de um super herói perfeito, que não mata, apenas salva os mocinhos em perigo e prende o vilão, Daredevil não é um herói comum e iremos conhecer mais dele durante essa primeira temporada.

DD4

Após essa sequencia que serviu para mostrar um pouco do Daredevil e de suas motivações, conhecemos um pouco sobre sua vida real como Matt Murdock. Matt vive sozinho em um apartamento e tem Foggy como parceiro e aparentemente único amigo, a relação dos dois ficou bem natural e gostei muito do que vi, funcionaram como dois bons irmãos e ficou claro que Foggy aceita as decisões de Matt, adorei a cena dela com a dona da casa, já senti aquela tensão sexual no ar, incrível o charme dele e como Foggy tem inveja disso! Hahahaa
DD2

Na sequencia temos a introdução da Karen Page. Em uma cena estranha, vemos a policia invadindo o apartamento e encontrando um cara morto e uma garota com a arma do crime em sua mão, toda ensanguentada como se tivesse acabado de acordar e entrando em choque, ou como se fosse uma assassina fria que matou a facadas e ainda quis pagar de inocente? Ai ficamos na dúvida.

Depois temos nossos advogados Matt e Foggy em seu primeiro caso, após uma pequena corrupção de Foggy com um policial, os dois conseguem sua primeira cliente que não pode pagar a eles. Após uma confissão sem muito detalhes da aparente autora do crime, Matt acredita que ela realmente não tem culpa, vemos claramente como seus outros sentidos são apurados, e o mais engraçado é como a produção da série consegue que o telespectador consiga sentir essa sensação. Após o aceite temos o início da investigação dos dois advogados/detetives em cima do caso da Senhorita Page.

Em outro núcleo, temos o desenvolvimento da trama acontecendo, com a compra de um funcionário realizada por um dos poderosos de um misterioso empregador que acredito que será o grande vilão da série. A compra é feita sobre ameaça, no estilo mais antigo, procurando os pontos fracos como o núcleo familiar. Esse senhor que foi comprado tinha como missão dar fim da Sr. Page. E a cena da luta entre o senhor e a Srta. Page foi muito bem produzida, o grito final ao conseguir das mãos dele foi sensacional.

Após a tentativa de assassinato, os nosso advogados tinham a brecha para começar a limpar a barra da Sr. Page, após muitos questionamentos entre os dois, ao se depararem com o fato de que ela foi quase morta, após uma breve conversa com autoridades do estado conseguem a liberação da Karen.

Com sua liberdade temporária, vemos Matt conseguindo extrair mais respostas de Karen, e vemos que casos de corrupção feitos pela empresa Union Allied foram os grandes responsáveis. Karen trabalhava para um dos chefões da empresa como secretária e acabou abrindo um email que não deveria, após terem descoberto que a mesma sabia do esquema, começaram a seguir e mataram o seu interesse amoroso ao qual ela tinha ido a um encontro e onde foi dopada para acordar com a arma do crime na cena do crime, mas a história apresentada por ela tinha alguns furos, como porque mataram ele e não ela?

Após ir passar a noite no apartamento de Matt, o mesmo já sacou que ela escondia algo ainda e após questiona-la e ela responder não de uma forma insegura, ele teve certeza que ela ainda tinha algo que os donos da empresa queriam, como o arquivo do email.

E é óbvio que ela foge na calada da noite e vai ao apartamento atrás da informação na busca pelo pen drive que contem o email, e Daredevil já sabia que isso ia ocorrer e estava esperto.

Antes da cena final do apartamento, temos a introdução dos chefões de uma máfia aparentemente que comanda os negócios da Union Allied e outros bem mais perigosos, e um chefão que NINGUÉM OUSA DIZER O NOME, tipo Voldemort, aquele que não deve ser nomeado! E Madame Gao é um ser estranho e enigmático, não sei o que esperar daquela senhora, mas acho que ela é a mais perigosa no meio daqueles homens ali presentes. Rola um desentendimento por conta da entrega que nosso Daredevil estragou e vemos os primeiros inimigos surgirem, frutos de suas ações.

E chegamos ao final, com Karen Page realmente provando que tinha um pen drive com as informações do email e claro com um moço a esperando prontinho para mata-la. E quando ele está prestes a liquidar Karen, Demolidor aparece e começa a briga, com diversos momentos de ação, quando os dois caem pela janela e caem, fiquei de cara no chão, não esperava cenas de luta tão bem produzidas logo de cara.DD3

Após longos minutos, e espaço para mais um flash back, onde o pai o permite tocar em suas feridas, provavelmente frutos de uma luta, ele acorda e finaliza o seu adversário em mais uma sequencia sem pausas de lutas, com destaque para os momentos quando o Sr.Rance esta com a faca e quase o acerta, e vemos com a produção da série consegue mostrar o que o Daredevil sente durante a luta através do jogo cenográfico com luzes e utilizando uma desaceleração dos movimentos quando é necessário, enfim, foi incrível.

Após um pedido de Karen, ele decide não entregar a policia o pen drive, mas sim divulgar na mídia, uma forma muito mais esperta e se fazer e que de certa forma protege Karen, mas isso atraí a atenção dos gigantes para eles, Murdock e Nelson agora estão marcados e veremos o desenrolar disso nos próximos episódios, principalmente por Karen ser a nova funcionária deles.

Nas cenas finais do episódio, vemos um pouco do treinamento de Daredevil na academia e mais um pouco do núcleo de vilões com a eliminações de algumas pessoas que participaram das ações no episódio e um pouco mais sobre Madama Gao que tem uma operação com pessoas cegas usadas para a produção de drogas para o tráfico e o sequestro de uma criança de algum personagem que acredito que será relevante para a trama.

O saldo foi Extremamente positivo, um episódio nem lento, nem rápido, que apresentou as características dos seus personagens principais e ainda deixou aquela curiosidade sobre o que os potenciais vilões podem aprontar.

Sobre as próximas reviews, terei a companhia da May escrevendo e vamos tentar liberar duas por semana, como a netflix libera todos os episódios de uma vez, foi a melhor forma que conseguimos adequar essa bela série com as nossas agendas! Hhaaha

E vocês, quais as primeiras impressões dessa série, que promete!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bebadô também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu