Panela de Séries » Arquivos Dark - S01E03 - Past and Present - Panela de Séries

Posts Populares

Dark – S01E03 – Past and Present

 “O que sabemos é a gota, o que não sabemos é o oceano”

No episódio anterior vimos que de maneira inexplicável Mikkel foi parar no ano de 1986. E os acontecimentos do futuro, também ocorreram no passado e deixou dúvidas no ar – #SQN. Neste episódio denominado “Passado e Presente”, descobrimos que os problemas do passado, também são hereditários e podem ser um fardo para algumas famílias em Winden.

Chegou a hora de nossa análise de mais um episódio de Dark. Então pegue seu caderno de anotações e vamos ficar de olho nas evidências. #PartiuReview

No episódio anterior terminamos o episódio com Charlotte encontrando vários pássaros mortos na frente da delegacia – logo após o fenômeno de queda de energia e o barulho aterrorizante saindo das cavernas. Há 33 anos atrás aconteceu algo parecido, quando ela era adolescente. Porém percebemos que existe uma vaga lembrança sobre o ocorrido em Winden – tanto que há uma espécie de confusão e uma sensação de Déjà vu na maioria deles. Não podemos esquecer que Mikkel está no passado e qualquer passo sem querer querendo, pode mudar drasticamente o futuro. E pelo visto isso aconteceu, uma vez que ele conheceu a fase escrotinha de seus pais – o ranço é livre aqui.

Agora você reparou que os ciclo dos desaparecimentos, é algo que perdura por muito tempo na família de Ulrich. Agora por que? Qual a ligação direta desta família? Sem sombra de dúvida existe mais segredos podres camuflados.

Vamos dar uma rápida pausa para analisarmos o que já temos:

-Desaparecimento de Mads (1986) e Mikkel (2019)

-Hegel (sogro de Charlotte) afirmar que vai acontecer de novo.

-Há cada 33 anos esses mesmos eventos e desaparecimentos acontecem.

-Mikkel foi parar em 1986.

Sendo assim, assim como Mikkel voltou 33 anos antes, então teoricamente Mads foi parar em 1953? Se sim, por qual motivo? Sabemos que o foco principal é a Usina Nuclear, pelo menos tudo indica. Então o que Mads faria ali? O que será que ele mudou?

Além disso, descobrimos que Regina (a dona do hotel) deve saber de algo, uma vez que sua mãe (Cláudia) tornou-se responsável pelas operações, e pelos segredos, da misteriosa Usina Nuclear. O que era para ser uma conquista, tornou-se um fardo. E um detalhe que chamou bastante atenção é novamente menção ao desastre da Usina de Chernobyl. Provavelmente esses mistérios devem ter alguma conexão com o acidente nuclear que ocorreu em 1986 na cidade de Pripyat, na Ucrânia. Resta-nos saber qual seria esta relação, uma vez que a catástrofe nuclear chama atenção de estudiosos e curiosos até hoje.

De volta para a análise do episódio, precisamos dar uma máxima atenção à Inês, avó de Jonas. Em 1986 ela trabalhava como enfermeira no Hospital de Winden, e teve em contato direto com Mikkel. Lembra-se que ao ler a carta de suicídio de Michael, ela tinha em seus olhos uma verdade oculta? Provavelmente ela sabe muito mais que todos ali, resta-nos saber o que estava escrito naquela carta de Michael.

Outro fato interessante que podemos observar é o perfil psicológico de Regina e Charlotte. Confesso que fiquei um pouco intrigado com Charlotte, pelo fato dela ter vários dos pássaros mortos em seu freezer. Tudo bem que ela usava como referencial para seus desenhos, mas porque guarda-los? Será apenas desenhos que há em seus cadernos? De uma certa forma se ela ainda os tiver guardado, talvez possa auxiliá-la nas investigações destes mistérios. Será que ele será relevante na história? Enquanto isso, Regina é um caso que devemos nos preocupar, uma vez que ela se automutila em decorrência de forte cobrança de sua mãe (Claudia), que também sofre uma cobrança pesada na Usina Nuclear – ou seja, um constante ciclo da busca pela perfeição.

Antes de finalizarmos, você reparou que a queda de energia aconteceu novamente? Desta vez em 1986. No início imaginava que isso acontecia, quando alguém viajava no tempo. Porém essa teoria ficou balancada, quando Mikkel retornou às cavernas, durante o fenômeno, mas permaneceu em 1986. Resta-nos saber se ele conseguirá voltar para o ano de 2019, ou se ele está no presente com outra identidade. Será que ele é o homem misterioso que está hospedado no hotel da cidade? Vamos esperar os próximos episódios para descobrir.

Enquanto isso quero saber de você. Como foi sua experiência com este terceiro episódio? O que você identificou? Será que as ovelhas e os pássaros mortos são obras de experiências de viagem no tempo? Deixe seu comentário e vamos compartilhar nossas teorias.

Bem esta é a última review sobre a série Dark, agora minhas próximas participações serão como espectador e leitor. Então nos próximas posts, nos encontraremos nos comentários – sim, eu sou o louco das teorias. Então continuarei para compartilharmos nossas impressões. Agradeço demais sua presença e continue aproveitando, sem moderação, o conteúdo do Panela de Séries. Fique bem.

Até a próxima 😉

Talvez Você também goste de...

09.01.2018 #NowPlaying: Dark

gostou da matéria? deixe um comentário!

Dandy Souza

Um libriano amante de um bom suspense casado com o belo terror psicológico, porque a vida precisa de emoções. Seu lema: "toda obra tem sua moral, então fique atento aos detalhes". Twitter: @dandysouza81

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu