Posts Populares

Dark – S01E08 – As You Sow, So You Shall Reap

“O inferno está vazio e todos os demônios estão aqui” – Shakespeare

O que você faria se soubesse que conseguiria evitar o desaparecimento de seu filho? Até que ponto você é capaz de ir para proteger a sua família? Viajaria no tempo? Mataria uma criança? Foi esse o tipo de pergunta que ficou martelando na minha mente assim que terminei esse episódio. Dark vem se revelando com um dos grandes nomes de séries de 2017, explorando um universo que já foi exaustivamente abordado, porém com uma nova roupagem, e teorias muito mais complexas.

O oitavo episódio nos levou para 1953, para contar a história do começo (ou, na verdade, não). Logo de cara descobrimos que os outros dois desaparecidos de 2019 (Yasin e e Erik) foram jogados em 1953, mortos pela maquina de Noah. Mas isso é só o começo. O episódio todo tem o foco voltado para Ulrich, que conseguiu viajar para 1953 seguindo o Helge de 2019 na caverna, e no próprio Helge de 1953 (desculpem se ficar confuso, mas acho que vou ter que usar os anos muitas vezes para conseguir explicar).

Ficamos a par de que o pai de Helge é quem está implantando a Usina Nuclear, e que apesar de ricos, ele não teve uma infância fácil, com uma mãe super rígida e com os bullyings que sofria dos garotos mais velhos. Mas apesar de tudo, era um garoto normal, bem diferente dos outros dois Helges que conhecemos (1986 e 2019). Mas é claro que Dark tem uma explicação para isso.

Ulrich que seguiu o Helge de 2019 até a caverna, conseguiu chegar no buraco de minhoca, e, diferente de Jonas, escolheu o caminho da esquerda, que o levou diretamente para 1953. Aqui entra uma das minhas teorias, que é a de que apenas dois tempos (ou três, dependendo do ponto de vista) ficam abertos por vez. No momento eles tem acesso aos anos de 1953, 1986 e 2019. O que não entendo é como faz para abrir para um tempo, e/ou fechar para outro. Por exemplo, como eles faria para viajar para 2052, por exemplo? Isso é algo ainda não explorado, que espero que seja trabalhado em breve.

Enfim, Ulrich chega em 1953 e já se encontra com Helge; sua avó, Agnes; seu pai, Tronte; sua mãe, Jana; e se isso não foi capaz de enlouquecê-lo, a possibilidade de seu filho ser um dos dois mortos que apareceram foi. Ele perdeu a cabeça e foi direto na delegacia, onde foi negado qualquer hipótese de Mikkel estar entre os mortos.

Ulrich então vai se encontrar com Helge de 1953, e começa uma caçada incessante pelo menino pela floresta. Ele finalmente o alcança na cabana dos Doppler (essa cabana sempre em tudo). Ulrich pega uma pedra e acerta a cabeça de Helge várias vezes, a sangue frio. Fica aqui o grande questionamento deste episódio: você mataria outra criança inocente para salvar o seu filho? É claro que existe toda a questão de que “Helge vai crescer e não vai mais ser tão inocente.” mas até o momento ele é uma criança que nunca causou nenhum mal. Ulrich sujou suas mãos.

Sem contar o fato de que talvez isso que ele fez foi o que causou o problema mental de Helge, e que talvez exatamente por isso ele venha a se tornar o que tornou. Eu, pessoalmente, não acredito em uma morte do Helge criança, muito menos que Ulrich conseguiu modificar algo no futuro, principalmente levando em conta o que o joalheiro falou para o Rapaz Sem Nome nesse mesmo episódio:

“O determinismo causal proíbe que se mude o curso das coisas. Mas faz parte da natureza humana acreditar que a vida tem um papel. Que nossas ações podem mudar algo.”

E isso só fortalece a minha teoria de que as pessoas de Winden vivem em um constante looping, e que tudo que acontece é motivado pelas pessoas que viajaram para o passado para tentar mudar, mas na verdade acabaram fazendo com que acontecesse. “Não é só o passado que influencia no futuro. O futuro também influencia no passado.” O que quero dizer é que, se o Helge cresceu e se tornou um capanga de Noah, é tudo porque o Ulrich o espancou quando era criança, e assim ele sequestrou o filho de Ulrich, que fez o Ulrich ir pro passado espancá-lo quando era criança, e isso se torna um ciclo inquebrável.

Mas chega de teorias por ora, ficamos por aqui com essa review, e esperamos vocês na próxima, que sairá logo menos. Até mais!

Talvez Você também goste de...

09.01.2018 #NowPlaying: Dark

gostou da matéria? deixe um comentário!

João Pedro

Canceriano de 20 anos localizado no Mato Grosso. Fã de divas pop, porém viciado em muitas bandinhas indies também. Assisto séries e filmes em horário integral, e estudo Direito nas horas vagas.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu