Posts Populares

DC’s Legends Of Tomorrow – S04E01 – The Virgin Gary [SEASON PREMIERE]

Nossos heróis voltaram!

Após a última season ser ao menos divertida, nossas queridas lendas retornam para mais uma temporada com a missão de superar sua anterior e nos entreter tão quanto a mesma.  Bom, a première de ‘Lot’ traz tudo aquilo que os produtores firmaram na terceira temporada: autoconsciência. É nítido neste primeiro episódio que eles hoje sabem exatamente sabem onde querem chegar e como chegar. Isso para mim é de extrema importância para um show desse nicho. E o elenco então? Voltou ainda mais maravilhoso e divertido. Hoje a série consegue ser hilária, bizarra e tão madura…. esse é o motivo deu não querer larga-la nunca. Aqui, nossos herórias vão precisar encarar criaturas estranhas, personalidades míticas outros anacronismos que escaparam junto com o vilão da temporada anterior.  Sem mais delongas, vumbora pro episódio?!

Que inclusive começou mostrando nossos legends acomodados com a nova rotina sem anacronismos mirabolantes. A  exemplo da missão em que eles tiveram de proteger os Beatles e garantir a existência da Invasão Inglesa na década de 60. Essa rotina se deu após a derrota do Mallus. Só que eles não contavam com uma grande mudança de rumos quando um unicórnio demoníaco aparece no Festival de Música de Woodstock a fim de mandar pessoas virgens ao inferno. Aqui acontece os momentos mais divertidos da série. Percebam a maneira divertidíssima como o enredo de ‘The Virgin Gary’ é encaminhado, de forma leve, extremamente dinâmica e todo momento nos fazendo rir horrores. E isso tudo sem perder a sensibilidade emocional, me refiro aos momentos familiares em que Nathan e Zari tiveram.

Essa expansão é de suma importância termos em momentos no decorrer do ep. Chamo atenção ainda para forma clara de que sempre teremos histórias redondos e que se conversem e, assim como os Power Rangers resolvem os problemas a cada ep, os legends devem resolver os problemas que surgirem em todo episódio. É aquilo, eles arrumam todas as bagunças que os próprios causam. Vale ressaltar a adição sensacional de Constantine ao elenco fixo da season. Por mais que ele se faça durão e resistente a integrar aos hérois neste primeiro momento, sabemos bem que ele vai embarcar na Waverider logo, logo.

Olhe, eu quase esqueço de comentar com vocês o rumo maravilhoso em que foi dado para o relacionamento entre Ava e Sara. Os produtores não tiveram medo e escracharam o sentimento das duas de maneira livre e ao mesmo tempo enigmática. Ainda mais, infelizmente, no atual momento de intolerância em que as pessoas vivem.

Termino minha review afirmando que eu simplesmente amei demais a adição do Constatine como personagem fixo, ao menos nesta temporada. Além disso, se tirarmos de indicativos ‘The Virgin Gary’, teremos uma boa season, daquelas para ninguém botar defeito, como realmente tem que ser. Beijão e até o próximo episódio. Ah, não esqueçam de comentar o que acharam da première, viu? Fui.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu