Panela de Séries » Arquivos Especial: Good Girls - Season 1 (Sem Spoilers) - Panela de Séries

Posts Populares

Especial: Good Girls – Season 1 (Sem Spoilers)

Não sabe que série assistir? Achou!

Good Girls foi a nova aposta da NBC pra Mid-Season e chegou uma proposta diferente do que estamos acostumados. Distribuída internacionalmente pela Netflix (sim, você pode ver a primeira temporada completa lá!), Good Girls conta a história de Ruby, Annie e Beth, três mães de família, donas de casa, que se veem em meio a problemas financeiros, cada uma com sua particularidade. A solução pra sair dessa enrascada é a mais inusitada possível: um assalto! HAHAHAHA Até aqui, não dei nenhum spoiler. Tudo o que falei tá no trailer, que você confere abaixo:

O mais bacana sobre Good Girls é a proposta da série. Algumas pessoas podem dizer que é uma série de comédia. Algumas pessoas podem dizer que é uma série de drama. Fato é que Good Girls não está em nenhum dos dois extremos, como The Big Bang Theory e This Is Us, e por isso a série se torna tão fascinante. Ao longo dos 10 episódios dessa primeira temporada, podemos ver como a série consegue flutuar de maneira sutil entre os momentos tensos, o drama pesado de cada personagem e a comédia escrachada que vemos nas mais divertidas comédias de cinema. E aí chegamos em mais um ponto.

Assim que você dá play em Good Girls você fica com a ideia de que está vendo um filme. Claro, faltam os atores mais conhecidos (tirando Matthew Lilard, conhecido por interpretar o Salsicha em Scooby Doo), mas a qualidade é muito semelhante. Temos um belo enredo, divertido, bem estruturado, redondinho, que consegue nos fazer mergulhar de cabeça na vida das 3 personagens principais. Temos atuações bem satisfatórias, incluindo as de alguns personagens secundários, como Reno Wilson, que interpreta Stan, marido de Ruby. E por fim, temos um dos pontos altos da série, que é a trilha sonora, incluindo uma música em português, no início do episódio 4. Acredite ou não, é uma série bem completa.

Outro ponto muito bacana e que, definitivamente, é uma das principais razões para a base sólida que a série entrega é que ela foi escrita por uma mulher, Jenna Bans. Por conhecimento de causa, a autora consegue criar situações e reações extremamente reais e que nos fazem desenvolver laços emocionais bem fortes com as 3 protagonistas. É quase que impossível não identificar um pouquinho de nós mesmos ou de alguma figura feminina marcante de nossas vidas em cada uma daquelas mulheres.

Sem dar spoilers (e tirar a graça da experiência), podemos dizer que Good Girls consegue entregar um bom trabalho no momento que torcemos pra três anti-heroínas, pois é o que Ruby, Beth e Annie são. Claro, todos nós sabemos que lavar dinheiro é crime, que roubar não é algo bacana, mas aqui na série a gente tá sempre torcendo pra que tudo dê certo pra elas, que elas consigam se safar dos maiores absurdos possíveis. Não bastasse o enredo principal envolvendo as 3 moças, cada uma ainda sem uma história paralela, tendo que lidar com seu drama pessoal, nos fazendo criar ainda mais simpatia pelas personagens. Dá até vontade de roubar um mercado!

E sabem aquela conversa de que “o melhor sempre vem no final”? Em “Good Girls” isso é nada além do que a mais pura realidade! O ritmo da trama é na medida certa, nem lento, nem rápido demais! E a cereja no topo do bolo é perfeitamente encaixada na ÚLTIMA CENA. Além do entretenimento garantido em todo episódio, o gancho final é de deixar qualquer um de cabelo em pé e sofrendo de angustia e ansiedade pela próxima temporada!

Enfim, você pode até ficar incomodado com o tamanho desproporcional dos peitos de Beth, mas ao longo dos episódios você se acostuma. O importante aqui é dar uma chance pra essa série que conseguiu reinventar o termo “dramédia”, prestando atenção nos detalhes e se apaixonando por cada personagem. E se você curtir a série, volta aqui e dá um “oi” pra gente! Vamos adorar!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu