Posts Populares

Glow – S02E03 – Concerned Women Of America

GIMME GIMME GIMME A MAN!

Dando continuidade a segunda temporada de GLOW, o terceiro episodio se apresenta inferior tanto na diversão quanto na coesão quando comparado aos anteriores. Entre as tramas apresentadas, tivemos: a produção de um vídeo educativo no show para atender reclamação de um grupo de protestantes, Ruth e seu crush e o retorno de Cherry.

Na verdade, quando o ep começou com Cherry errando as falas na gravação de sua série, já deu para saber que ela iria voltar. Dai foi ladeira abaixo. Quando conseguia acertar as falas, estava muito travada para passar emoção. Suas falas foram sendo diminuídas, e até que alisar o cabelo ela teve! Sam veio em socorro, e deu o veredicto que ela precisava de estudos, tempo de preparação (nem sabia que atores tinham que estudar ou conseguir passar emoção, não basta ser bonitinho? – oi Aston Kutcher). Ele fez mágica, veio com umas soluções rápidas, e assim conseguiu trocar todo o plot original da série de Cherry e traze-la para o Glow. Feliz pela sua volta. Gosto dela. Mas dispensaria quase todas essas cenas. Não precisaria de todo um ep para traze-la milagrosamente.

Glow vem recebendo criticas de um grupo de feminaziz raivosas por ser muito sexual, objetificando o corpo da mulher. Com a ameaça de ter os patrocinadores boycotados (capitalismo puro que funciona bem lá), os produtores encontram como meio de apaziguar a revolta, exibir vídeos educativos no show, com lição de moral para a família tradicional americana.

Ruth e Debbie produzem o vídeo, que olha, não posso concordar que foi muito educativo. Foi mais repressivo na verdade. Não faça sexo, ponto. O vídeo funciona como forma de aterrorizar as adolescentes, e medo pode até funcionar bem por um tempo, mas sabemos que desde Adão e Eva, o proibicionismo não funciona. A vontade de fazer sexo uma hora vai chegar para adolescentes, e quando vier, não será no vídeo de Glow que elas irão pensar. O correto seria educar meios de prevenção também, caso surja à vontade ou elas mesmo queiram fazer. Desse modo sim, evitaria a gravidez adolescente indesejada. Ou vocês acham que o Proerd deu super certo? Saiba que um total de zero pessoas deixou de fumar maconha por conta do Proerd.

Claro, há a questão da época, mas Glow deixa sublinhar que é meio hipócrita. A única que está tendo uma vida sexual ativa no grupo das mulheres é a adolescente do ensino médio. “Eu transo toda vez que vou a casa dele.” Diz ela na maior naturalidade.

O vídeo do bebê destruidor de vida social foi bem divertido de ver. E não deixa de ser uma realidade. Só olhar Debbie e o índice de abandono paternal.  Não me incomodaria por ver mais temas assim sendo personificados no show.

Diante de tantas investidas do crush, Ruth acaba aceitando sair com ele a noite. Não contava com a sua nova chefe perigosa Debbie, exigindo trabalho extra, bem na hora do encontro. Olha, não aguento mais ver Ruth sendo pisada por todos para não ter nenhum reconhecimento. A personagem está indo longe demais, e apesar de entender que seu plot é de mulher insegura, gostaria de ver a personagem se impondo mais, aprendendo algo e evoluindo. Todo ep temos ela pisada por alguém. E pior, ainda vai atrás de ser mais humilhada ainda, buscando amizade e aprovação daqueles que mais a maltratam.

Sam é o de sempre. Nesse foi Debbie. Seus motivos não parecem bem claros, a não ser ciúmes da amiga. Inveja ao ver ela sendo desejada? Achei que tinha superado a traição da amiga, mas não, ainda quer vê-la sofrendo e pagando penitencia. Somente porque pode fazer isso. Ruth também não ajuda a defender. Custava ter sequer falado que não podia e não era obrigada? É como se ela fosse carente até demais, no ponto que necessita de uma ajuda psicológica urgente. Não aguento ver isso minha gente.

Para completar a trama, tivemos as amigas dando uma festa em busca de sexo. Me de um homem a meia noite, me leva ao escuro e me traga de volta ao amanhecer, já dizia a banda ABBA no anos 80. Foi meio filler essa parte, e a única parte que salvaria foi a troca de jaqueta por uma chuca bem feita. Quem aqui nunca precisou da ajuda do amigo na hora da chuca, ou para depilar as beiradas/cantinhos? Foi engraçado, e aquele aparelho desentupidor é uma necessidade real moderna.

Basicamente foi isso pessoal. O que acharam? Gostaram do ep? Ou tiveram uma sensação de filler também? Deixe sua opinião nos coments e até o próximo. Abraços;

 

A sensação de filler foi inevitável.

Talvez Você também goste de...

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Roz

Engenheiro por formação, escritor wannabe por obrigação. Nem exatas, nem humanas, renascentista. Reinventando-se. Inconformista. Cinéfilo. Cosmopolitan. Shitalker. De Pepita a Bowie. De 80s cheese a Sopranos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu