Posts Populares

Gotham – S03E21/22 – Heroes Rise: Destiny Calling / HeavyDirtySoul [SEASON FINALE]

Tanta coisa pra ser, tanta coisa que podia ser.

Demorou 3 temporadas, admito, mas finalmente percebi que Gotham não necessariamente tem a ver com as HQs de Batman. As inspirações são muitas, com certeza, mas os enredos, origens dos personagens, e plots da série estão longe de seguir o que os quadrinhos um dia propuseram. Isso não é ruim, mas da forma que Gotham trabalha algumas coisas deixa a sensação de que podia ser mais, que essa “liberdade poética” poderia levar a série a um patamar diferenciado. Enfim, a finale foi boa sim, mas já não empolga tanto quanto em temporadas anteriores.

Podem aparecer mil haters aqui, mas eu não posso deixar de criticar todo esse plot envolvendo Bruce, no fim da temporada. Tudo tão meia boca, sem graça. E quando apareceu alguém que poderia render algo nesse plot (Ra’s Al Ghul), foi só uma participaçãozinha especial. Essa “lavagem cerebral” que a Corte fez no Bruce foi embora tão rapidamente, que não fez sentido algum. Culminou numa possível morte de Alfred, a mando de Ra’s, mas que depois teve piedade e instruiu Bruce a usar a água (que seria do Poço de Lázaro? Mas em Gotham? Não faz sentido!) para curar o mordomo. Dessa história toda de Bruce, a única parte aproveitável foi a explosão dele com Selina. Assim, a personagem vai deixar tudo pra trás pra seguir um novo rumo, possivelmente se reencontrando com Bruce no futuro…

Por falar em Selina, ela se juntou à Thabita, no fim do episódio. Duas que ficaram sem ninguém e acabaram se aliando. Quem sabe Selina não aprende umas coisas com a Tigresa? Thabita ficou sozinha após matar Bárbara Kean, que havia matado Butch, que planejava matar Bárbara. Vai entender essa confusão. Mas, ao que parece, nenhum deles morreu mesmo. Com o choque, dizem as más línguas que Bárbara vai voltar com a personalidade da Arlequina (o que não faria sentido nenhum se observássemos as HQs). Por outro lado, parece que Butch voltará como o zumbi Solomon Grundy. A explicação pra esses dois plots eu espero ansiosamente.

Um integrante da quadrilha de Bárbara, Nygma se viu encurralado por seu ex-amigo e maior inimigo agora. Quando Nygma achou que tinha Pinguim na palma da mão, o vilãozinho mostrou-se astuto e inteligente, virando o jogo e colocando Nygma pra escanteio. Pelo menos por algum tempo. E tudo isso só aconteceu porque Jim havia matado Fish e levado Pinguim como moeda de troca pelo sangue de Jervis Tetch, o tal Chapeleiro Maluco de Gotham. Espero que Fish não ressuscite mais né.

O plot mais interessante dessa finale era claramente o enredo que envolvia Jim e o vírus solto pela cidade. Jim aparentemente lutava muito contra o domínio do vírus de Alice Tetch no seu corpo, mas Lee seguia insistindo pra ele se deixar levar. Jesus, Lee se tornou um embuste tão desnecessário na série que não seria nada mal vê-la morrendo, eventualmente. Mas enquanto essa treta dos dois rolava, a cidade estava um caos, vivendo uma guerra civil. A polícia seguia matando os infectados pelo vírus, apesar de eu achar isso completamente non-sense, porque ninguém se importava em salvar todos, só matar. Bem bizarro, mas ok.

Jim e Harvey estavam atrás e apenas uma coisa nesse episódio: uma cura para o vírus. E quem tinha? Isso mesmo, pode entrar Hugo Strange. O ex-chefão de Arkham era a chave pra liberar a cidade do terror do vírus. E eles só conseguiram botar as mãos em Strange depois de acabar com Fish e capturar Pinguim. Com a ajuda de Strange e o sangue de Jervis Tetch, eles conseguiram produzir antídoto suficiente pra curar quase toda a população de Gotham afetada. Assim, tivemos um final feliz pra esse plot.

Antes de encerrar a review, tenho que falar que Lee, com o vírus, ficou até mais poderosa, como ela confrontando Butch e Thabita. Mas, por outro lado, a personagem ficou tão forçada e irritante que agradeci quando ela deixou aquela carta de despedida pra Jim. Assim, o nosso protagonista pode se dedicar ao que realmente interessa, o GCPD.

Agora eu preciso criticar todo o chorume que foi esse fan-service no fim do episódio. Como assim Bruce já saiu batendo nos bandidos e pagando de justiceiro? Eu achei uó! Fan-service chatíssimo, sem graça! Eu esperava um desenvolvimento melhor do personagem, principalmente nas mãos de Ra’s Al Ghul ou Alfred, pra aí então vermos Bruce construindo um Batman digno. Assim ficou muito tosco, desculpa falar. Só serviu pra vermos que Gotham está acabando. Provavelmente a Season 4 será a última, já que a série inclusive foi mudada pras quintas-feiras, e vai bater de frente com séries grandes como The Big Bang Theory. Uma pena.

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Almir César

    Não curti muito os episódios, mas talvez por ter levado alguns spoilers antes.

    A grande pergunta que fica: Quem é a Arlequina? Bárbara ou a menina no fim do episódio?

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu