Posts Populares

Grey’s Anatomy – S11E22 – She’s Leaving Home

Com um delay de pelo menos dois meses, substituindo a reviwer Mariana, que infelizmente não pode terminar a temporada, eu venho aqui cobrir esse finalzinho da 11º temporada de Grey’s Anatomy. Temporada esta, que para muitos foi ótima, para outros, nem tanto. Mas sem mais delongas… Let’s get down to bussiness.

O episódio já começa com uma das cenas mais emocionantes de toda a série, eu diria, Meredith Grey se despedindo do seu marido, Derek Sherphed pela última vez. Confesso que chorei em cada pedacinho daquela cena. Ainda que Derek e Meredith não fossem meu casal preferido, a importância deles para série sempre foi primordial, afinal de contas, eles são os principais, sempre foram. Me custou a acreditar que Derek estava mesmo morto e que dali para frente numa mais o veríamos, mas devo admitir que sua cena de despedida foi bastante digna.

g1

Depois de Meredith chocar a todos ao ir ao hospital e jogar a notícia assim de supetão em todos, viria agora a parte mais difícil… Contar á Amelia que ela tinha perdido mais uma pessoa amada em sua vida. E a tarefa nada fácil sobrou para o Owen, que até fez o seu melhor, mas digerir uma notícia dessas não é fácil pra ninguém e o modo que Amelia decidiu lidar com a situação não tornou nada mais fácil, ao contrário do que ela pensava que seria.

g2

Para maior preocupação de todos, Meredith some com seus filhos por meses. Por mais que seus amigos, especialmente Karev tentem contatá-la, ela não atende o telefone, nem sequer responde qualquer mensagem. E quando finalmente decide atender uma ligação, tudo o que tem a dizer é: “eu e as crianças estamos bem, pare de ligar!”.

Enquanto isso, April e Jackson sofrem ainda com as consequências da perda de seu filho que nem chegou a nascer. April encontrou na fuga uma maneira de amenizar sua dor e decide partir numa missão em zona de guerra, assim como Owen costumava fazer, no entanto, ela não percebe que esta fuga, ainda que a fizesse bem, estava destruindo o Jackson, pois se não bastasse ter perdido seu filho, ele estava perdendo sua esposa, e não tinha ninguém para compartilhar a dor, tinha que aguentar tudo sozinho.

g3

Ainda no dilema e drama dos casamentos, Richard e Catherine se desentendem. Enquanto Richard quer casar-se com Catherine e fazer o pedido bem a moda antiga, com uma banda, flores, um jantar romântico; a super independente Dra. Catherine Avery não quer nada disso, ela acha tudo isso uma grande perda de tempo, convenções da sociedade, que não precisam necessariamente serem feitas. E entre a faca e a estrela, o casal se divide, com suas opiniões e visões de mundo completamente diferentes.

g4

Com o passar dos meses, o sumiço de Meredith, o humor ácido de Amelia na tentativa desesperada de aceitar a morte do irmão, as desavenças de Richard e Catherine, a ausência de April, apesar de tudo isso… É natal! Os médicos do Sloan-Grey Memorial decidem passar juntos, ainda que a ceia de natal não tenha sido lá muito convencional, e a decoração da árvore um tanto quanto decepcionante, foi bem a cara deles e conveniente com todos os acontecimentos.

g5

Então, descobrimos o motivo do sumiço da Meredith, além do fato dela estar tentando fugir de todas as memórias deixadas em Seattle e amenizar a dor da perda de seu marido; Meredith está grávida! E após 9 meses, ela vê sua filha numa situação parecida com a que já teve de passar um dia! Meredith sofre uma hemorragia em casa, sozinha com seus dois filhos pequenos, ela pede para que Zola ligue para a emergência e chame por ajudar! Thank God tudo corre bem e Meredith dá a luz a mais um filho, e finalmente está pronta para voltar à Seattle e ao hospital. Tudo isso é claro, com a ajuda de um de seus melhores amigos, Karev.

g6

Num ato super inusitado, Catherine Avery arma toda uma cena para pedir a mão de Richard em casamento, com direito a declaração em público, flores e até uma banda! Haha. Coisa mais linda esses dois, não é não?

g7

Por fim, Meredith volta para casa e vemos que com a ajuda de Amelia, ela tenta colocar sua vida de volta nos trilhos, ainda que não seja fácil lidar com a morte de quem mais amamos na vida, talvez em Amelia, Meredith possa encontrar um ombro amigo, que já passou pela mesma situação, não é?

g8

luana

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Imagine só que um dia me foi perguntado quem eu era, e juro, até hoje não sei responder. Mas os fatos são: tenho 21 anos; sou de escorpião; amo meu cachorro e meu gato mais que tudo; estudo Rádio/TV/Internet, ouço Maroon 5; piro no Adam Levine; consigo colocar os pés atrás da cabeça; e – contraditoriamente – por fim, nasci de 7 meses.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu