Posts Populares

Grey’s Anatomy – S14E13 – You Really Got a Hold on Me

Tentaram causar interesse no público para que víssemos o spin-off Station 19. Mas será que deu certo?

Na minha opinião, deu muito, muito errado. Pareceu muito mais um episódio filler do que a apresentação do spin-off que provavelmente será o futuro da Shondaland depois do final de Grey’s e How To Get Away With Murder.

O episódio teve como plot central a apresentação da Andy Herrera, personagem principal do novo drama da produtora de Shonda Rhimes, “Station 19”, que imagino que todos saibam ser um spin-off de Grey’s Anatomy que envolverá Ben Warren e os bombeiros de Seattle. Ocorre que a promo desse episódio foi muito eletrizante, parecia que ia ser ação pura, todos teriam que se desdobrar para salvar diversas vidas, e não foi essa a impressão que o episódio acabou passando.

Herrera teve que segurar uma importante artéria de um menino que acabou sendo “explodido” acidentalmente pelo irmão quando ambos estavam fazendo uma experiência química em casa. Me lembrou muito quando a Meredith teve que segurar uma bomba dentro da cavidade torácica de uma pessoa várias temporadas atrás. Mas, ao contrário daquele antigo plot da Mer, que realmente QUASE MORREU, não foi essa sensação que tivemos aqui no 14×13, muito pelo contrário. Eu pergunto a vocês: será que alguém teve alguma dúvida que a Andy e a equipe do Grey-Sloan iam conseguir salvar aquele menino? Isso nem passou pela minha cabeça. Tensão ZERO.

Outro plot chato: Meredith tentando conseguir o polímero que ela se esqueceu de conseguir a patente. Gente, vamos lá: ela foi selecionada para concorrer a um prêmio enorme da medicina, e tem 100 mil dólares para desenvolver inicialmente sua pesquisa, e tudo que ela se importou nesse episódio foi em não deixar a Kepner saber da ausência da patente? Sério isso? Não atender o telefone quando o médico da Europa ligou, por diversas vezes ao longo do dia, foi uma das coisas mais irreais e irritantes que já vi em Grey’s Anatomy. E olha que a série costuma pecar com frequência no quesito “realismo”.

E Jackson parece cada vez mais perdido considerando que finalmente a Kepner está seguindo em frente de verdade após o término deles, e a Maggie não quer nada com ele (pelo menos por enquanto). Queria que ele se decidisse mais rápido sobre com quem ele vai ficar e lutar por essa pessoa do mesmo jeito que ele já lutou pela April no passado.

A única coisa que realmente se movimentou nesse episódio foi a pesquisa do Karev e da Amelia, que decidiu chamar o Dr. Koracick para ajudar sem informar ninguém antes (o que seria, no mínimo, recomendável, porque a arrogância do cara é realmente muito chata). Depois de muito “nada” conseguiram chegar à conclusão de que seriam necessários vários feixes de laser para combater o tumor, mas a paciente-cantora (Kimmie) parece ter piorado muito desde o último episódio, o que me faz crer que eles talvez consigam desenvolver a técnica do laser, porém não conseguirão salvar a vida da menina. Preparem-se emocionalmente desde já.

E é isso. Review curta pra um episódio em que não aconteceu nada de importante. Esperamos que o próximo seja melhor, porque essa temporada tem muito potencial.

PS: Estava animadíssima pra Station 19, e essa animação acabou de morrer. MAS SIGO FIRME! Vai ter resenha da série aqui no Panela 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu