Posts Populares

Grey’s Anatomy – S14E16 – Caught Somewhere In Time

Sobre mais um episódio filler e Kepner perdendo a cabeça aos poucos.

Mais alguém está assustado com a rapidez com a qual a April está indo de bem mal a muito pior? Acredito que pra quem tem/teve a presença da religião na sua vida, esse processo de profunda decepção com Deus pode ser muito pesado, mas nunca achei que chegaria a esse ponto de mental breakdown para ela. Aquela cena dela rindo depois de pensar que perdeu o paciente e depois tentando ressuscitar o boneco foi bastante chocante.

Fiquei bem feliz, porém, que não usaram os problemas da Kepner para atrapalhar o novo casal Maggie e Jackson, porque seria um clichê enorme. Quem assiste série há algum tempo provavelmente teve o mesmo medo que eu, que enquanto o Jackson confortava a April e tentava ajudá-la, que ela começasse a beijá-lo e Maggie entrasse bem na hora. Felizmente, isso não ocorreu, e ela, como a pessoa maravilhosa que é, ainda lidou super bem com o cancelamento do encontro dos dois. Rainha.

Sobre os casos, surpreendentemente o da astronauta não me tocou e não me interessou em nenhum momento, mas o do menino com o tumor me deixou bem triste. Imagina estar no lugar daquela mãe, estando cheia de problemas na vida e na gravidez, e agora ainda tendo que viver com a perspectiva do menino provavelmente morrendo ou passando por um procedimento-teste totalmente experimental? Que horror. E muito feliz fiquei com a médica trans conseguindo a sua cirurgia. Tudo nela me deixa feliz, desde a sua extrema competência e ter desenvolvido e aceitado ser “cobaia” de uma cirurgia que não havia como saber se daria certo, até a sua presença de espírito em perceber que seus médicos não estavam em um momento adequado e sua coragem para intervir para preservar a si mesma. Lindíssima, falou tudo! Podia se tornar personagem fixa!

Sobre o plot da Meredith e seu polímero: que chatoooooooooooo, não aguento mais! Ela está toda sofrida faz uns três episódios, parece que só tem uma expressão, CHEGA BRASIL! Vamos virar o disco? Partir para histórias mais interessantes? Literalmente qualquer coisa que acontecesse na vida da Mer, agora, seria melhor do que essa lenga-lenga arrastada.

O que eu mais gostei mesmo foi a Amelia e o Owen discutindo ao relação, ou a ausência dela. Foi simplesmente ótimo, nenhum deles estava sem razão na minha opinião, e ainda resolveram o que na minha opinião era um plot-hole enorme: o Owen SEMPRE gostou da Teddy, mesmo que não soubesse disso, aí se divorcia da Amelia e não fica com ela? Ela rejeita ele uma única vez e ele desiste pra sempre? Não fazia sentido algum na minha opinião, até porque eles são um casalzão da porra, então vê-lo entrando no táxi indo para o aeroporto foi um momento de enorme realização pessoal pra mim! 🙂

E sobre a nossa segunda médica que vai sair do GSMH, Arizona: não sei o que eu acho. Essa questão dela querer passar mais tempo com a filha faz muito sentido, mas resta saber como as coisas vão de desenrolar pra ela decidir sair de vez do hospital (ou sair devido a alguma tragédia, o que eu acho que não acontecerá mas é sempre uma possibilidade).

E por fim: quem mais ficou feliz por ver os Averys e o Richard super adultos discutindo seus sentimentos e ficando tudo bem? Achei que Maggie e Jackson juntos causaria um impacto muito maior do que causou, exatamente pela razão que a Catherine levantou: ela queria que seu filho fosse feliz, mas não queria que essa felicidade custasse o casamento dela própria (e quem já viu Gossip Girl sabe que essa é uma preocupação muito importante!).

Em resumo, foi um episódio filler que não fez muita diferença na temporada como um todo, o que eu acho um desperdício enorme, mas é aquele ditado: vamos fazer o que? Continuar acompanhando até que melhore.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

O que eu queria mesmo era ser uma blogueirinha recebedora de mimos, mas enquanto esse sonho não se realiza eu estudo Direito na PUC-SP. Eu diria que minha autoestima é muito alta, mas aí diriam que é porque sou leonina e eu não acredito em signos. Também já me disseram que não acreditar em signos é coisa de leonino. @causeshxsdead no Twitter.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu