Posts Populares

Grey’s Anatomy – S15E01 – With a Wonder and a Wild Desire [SEASON PREMIERE]

A estupidez do homem hétero.

Senhoras e senhores, chegamos à DÉCIMA QUINTA temporada de Grey’s Anatomy! Uma das séries mais longevas na televisão atualmente, e que continua incrivelmente popular entre os fãs mesmo depois de tanto tempo, e de tantos personagens importantes terem saído do Grey-Sloan. As últimas duas baixas da série foram de duas personagens amadas por basicamente todos, Arizona Robbins e April Kepner, e agora teremos que continuar sem elas. Até aqui, estamos bem!

Apesar das duas ausências, o mais bizarro nesse episódio sem sombra de dúvidas foi o Jackson passando a questionar suas crenças. É evidente que a April quase morreu e que isso foi um baque enorme na vida dele, considerando que ela é uma das pessoas que ele mais ama na vida (mesmo que não mais de forma romântica). A temporada passada já tinha dado dicas de que a questão espiritual/religiosa atingiria Jackson de alguma maneira, considerando que ele sempre foi ateu e decidiu rezar por ela já que não poderia fazer literalmente mais nada. Isso abala uma pessoa? Sim. Porém, quem é ateu sabe que a coisa mais chata do universo são as pessoas que ficam no ouvido falando coisas do tipo: “você é ateu até precisar de Deus”, ou “é ateu até acontecer algo com você ou um familiar, aí vai correndo pedir ajuda pra Deus”. Essa narrativa de começar a acreditar depois de uma experiência traumática só serve para reforçar certos esteriótipos, na minha opinião, mas aparentemente teremos que lidar com isso durante essa temporada.

Entre as novidades desse episódio temos a vinda do novo chefe de cirurgia ortopédica, Dr. Atticus Lincoln (ou Link, para os íntimos), e também do Dr. Nico Kim, que é o primeiro médico gay da série! Já tinhamos médicas lésbicas (Arizona, talvez Erica Hahn, talvez Eliza Minnick – corrijam-me se estiver errada), bissexuais (Callie, Carina DeLuca, provavelmente Penny Blake), e médicos trans (Casey Parker, Michelle Velez), mas surpreendentemente faltava um médico gay. Mais uma vez Grey’s Anatomy marca um ponto para a representatividade, e traz um quentinho aos nossos corações.

E, de maneira bastante triste, um personagem morreu exatamente por causa do preconceito com prazer anal entre homens héteros. Espero que todos tenham ouvido bem a Carina: o “ponto G” masculino é localizado na próstata em todos os homens, não somente nos homens gays. Logo, sentir prazer anal não influi na sexualidade de ninguém. Homens: por favor, não morram enfiando coisas indevidas nos seus retos por falta de informação, explosivas ou não.

Agora falando de temas mais leves: com quem vocês acham que a Meredith vai ficar nessa temporada? Já é confirmado que Meredith está finalmente pronta para o amor depois de namorar o Nathan Riggs tanto tempo atrás, e parece que a fila para preencher a vaga de Sr. Grey só cresce. DeLuca deu todas aquelas desculpas (muito lindo, inclusive, da parte dele) para a Mer, mas sentimos daqui o cheiro de “se você quiser, eu quero”. Além dele, também tem o Tom Koracick, que é um partidão com seu jeitinho charmoso e sem vergonha na cara. Porém, ele estaria muito melhor com a Amelia, que precisa LARGAR O OWEN, PELO AMOR DE DEUS! O que foi aquela frase dele de “a Teddy me disse que eu tinha medo de ficar sozinho”, e no segundo seguinte ele prova que ela está CORRETA beijando a Amelia? Muito difícil levar esses dois a sério com esse relacionamento chato vai-e-volta sem fim.

O que acharam dessa premiere? Com certeza poderia ter sido melhor, mas acho que estávamos precisando da volta da vibe comédia romântica da série. Até o próximo episódio, e façam suas apostas para quem será o novo amor da Mer!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Isabella Oliveira

Poderia estar matando ou roubando, mas provavelmente levaria pouquíssimo jeito para a coisa, daí eu faço Direito. @brockhxmptxn no Twitter.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu