Posts Populares

How To Get Away With Murder – Recap 1º Temporada

THANK GOD IT’S THURSDAY!

TGIT-Shondaland

A série já tem um início bastante interessante, 4 jovens numa floresta, todos nervosos pelo fato de terem cometido um assassinato, até então não sabemos nada sobre esses jovens, além de que fizeram algo muito grave. A arma do crime? Uma estatueta do símbolo da justiça, irônico, não? O que viríamos a descobrir depois que na verdade, se trata de um troféu entregue ao melhor e mais efetivo “estagiário” de Annalise Keating. Durante quase todos os episódios dessa primeira parte da série, podemos identificar os seguintes aspectos: flashbacks da noite do assassinato, as cenas do tempo presentes são apresentadas tipo “3 meses antes (do assassinato)”, os flashs não são sempre em ordem cronológica, são mais como peças de quebra-cabeças sendo jogadas e nós temos que ir montando nosso próprio cronograma, mas no fim tudo leva a uma pergunta: o que realmente aconteceu na noite deste assassinato? *insira música de suspense leve aqui*

1

Ao longo do primeiro episódio somos apresentados aos assassinos, digo… Estudantes de direito que trabalharão com a professora e advogada (rainha, diva, perfeita, suprema, poderosa, dona do mundo…) Annalise Keating. A princípio Annalise escolheria 4 alunos para trabalhar com ela, mas acaba escolhendo 5, e são eles: Connor Walsh, Michaela Pratt, Asher Millstone, Laurel Castillo e waitlist Wes Gibbins.

Desde o primeiro episódio somos levados em direção a um caso: o desaparecimento de Lila Stangard. Por exemplo, assim que Wes chega em seu apartamento ele vê sua vizinha discutindo com um rapaz, depois ficamos sabendo que este rapaz é o jogador Griffin O’Reilly, ex-namorado de Lila Stangard, e a vizinha se trata de Rebecca Sutter, amiga de Lila e uma das peças principais para o desenrolar deste mistério e da série.

5

Já no segundo episódio nos é revelado que a vítima do assassinato em que vemos os flashes é o marido de Annalise, Sam. Também ficamos sabendo que Sam e Lila tem uma ligação, a moça era sua aluna. Annalise começa a desconfiar que seu marido pudesse estar tendo um caso com Lila e pudesse estar envolvido no desaparecimento e morte da jovem, ela pede para que seu amante (que coisa tão adequada, não?), o detetive Nate para investigar se o álibi dado por Sam realmente é verdadeiro e ele não estava com a Lila na noite do crime.

Rebecca Sutter é presa acusada de estar envolvida no assassinato de Lila e também ficamos sabendo que Rebecca estava com Connor, Michaela, Laurel e Wes quando Sam foi morto, na tão intrigante noite da fogueira, quando tudo aconteceu. Wes encontra um celular deixado por Rebecca em seu armário e começa a achar que este aparelho possa conter evidencias sobre o que aconteceu com Lila e começa a questionar Rebecca sobre o celular, porém a moça se nega a contar qualquer coisa. Nate descobre que Sam não estava em Yale (seu álibi) na noite do assassinato de Lila, ele decide esconder isto de Annelise, e apenas confirma que Sam não estava com Lila na noite do crime. Annalise havia recebido um pedido de sua universidade para que aceitasse defender o ex-namorado de Lila, Griffin O’Reilly, no entanto, após um vigoro discurso sobre justiça aos mais desfavorecidos de Wes, Annalise é convencida a defender Rebecca Sutter ao invés do jogador da universidade.

6

Nate fica cada vez mais desconfiado de Sam, e acha que o professor possa ser o assassino de Lila, então decide investigar seu carro. Bonnie acaba vendo e usa essa informação para chantagear o chefe do departamento de polícia para conseguir a fita da confissão feita por Rebecca, com o intuito de provar que a moça havia sido coagida a mentir em sua confissão, tornando assim sua defesa possível por Annalise. Após uns papinhos Wes finalmente consegue uma gota da confiança de Rebecca, que acaba lhe dizendo a senha para desbloquear o celular de Lila. No celular eles encontram fotos de um pênis, o pênis do Sr. Darcy, professor que Lila estava tendo um caso. Quando Wes mostra a fota a Annalise, a advogada imediatamente reconhece o pacote, e então ela questiona seu marido, why is your penis on a dead girl’s phone?”. Logo, somos levados cada vez mais a pensar que Sam é o responsável pela morte da moça.

7

Mais e mais revelações aparecem, e sempre nos vão dando mais indícios que Sam é um exímio mentiroso, pois a medida que as coisas vão acontecendo e Annalise o confronta ele sempre diz que não sabe de nada. Ficamos sabendo que Lila estava grávida, e agora tudo fica mais claro… Sam agora tem um motivo para ter matado Lila, se ele realmente for o assassino.

Rebecca acaba descobrindo que Mr. Darcy é na verdade o marido de Annalise, Sam. E foge com medo de que a advogada estava apenas armando para ela com o intuito de proteger o marido. Wes acaba descobrindo sobre Mr. Darcy também e confronta Annalise, que diz que está sendo imparcial e não está tentando proteger o marido. Rebecca volta depois que Annalise pede para que Frank implante o celular de Lila no carro de Griffin, assim o rapaz seria suspeito e a barra de Rebecca ficaria menos suja.

Um episódio aqui merece destaque por ter sido um dos meus preferidos: “Freakin’ Whack-a-Mole”, sexto episódio da temporada. Neste episódio Annalise recebe a oportunidade de retomar um caso do passado. David foi preso injustamente pelo assassinato de sua namorada e passou 20 anos preso, agora no corredor da morte, a justiça concedeu a Annalise 72hrs para provar a inocência do rapaz. Em uma luta contra o relógio o Keating 5 dá o melhor de si neste caso, e após muitas reviravoltas, Annalise consegue provar a inocência do rapaz, numa cena emocionante quando ele se reencontra com a família, após passar 20 anos preso pagando por um crime que não cometeu.

8

Vemos uma cena do flash back onde uma desesperada Annalise liga para Bonnie perguntando por seu marido, pois eles brigaram e algo horrível aconteceu, este que seria já o fim da noite do assassinato.

Wes conta a Rebecca que Lila estava grávida, e a menina vai até Nate, que já havia pedido sua ajuda para pegar Sam. Rebecca se encontra com Nate que lhe entrega um dispositivo para colocar no computador de Sam. E é aqui onde tudo começa, onde começamos a ser levados para a noite do assassinato de Sam, desta vez sem flashbacks, na ordem cronológica do acontecido.

10

Podemos ver quão dissimulado Sam é, quando Bonnie o confronta sobre a gravidez de Lila, e o professor chega até a beijar a loirinha, no intuito de fazê-la ficar do seu lado e acreditar em sua inocência. Poderia até ter funcionado, se Bonnie não fosse tão fiel a Annalise contando todo o acontecido.

O episódio de mais destaque até então: Episódio 9, “Kill Me, Kill Me, Kill Me”. É quando finalmente sabemos com detalhes e sem cortes tudo o que aconteceu na noite do assassinato de Sam Keating. Annalise e Sam brigam, devido as coisas que Bonnie contou a sua chefe. Eles trocam muitas ofensas. Sam chega a colocar suas mãos ao redor do pescoço de Annalise, e ela começa a dizer coisas pra ele como “não foi assim que você a matou?”, “me mate, me mate, me mate”. Annalise sai de casa. Neste meio tempo, Michaela parece com o troféu que roubou de Asher, para entrega-lo a Annalise e livra-se da prova. Sam avisa que Annalise não está, mas a moça decide esperar. Connor, Wes e Laurel estão estudando juntos na casa de Wes, enquanto que Asher está indo para a festa da fogueira que está acontecendo naquela noite. Rebeca aparece na casa com o dispositivo que Nate lhe entregou e é então que toda a ação começa. Michaela liga para Wes, que vem correndo com Connor e Laurel. Wes conta a Michaela que Sam é o assassino de Lila, e ela é claro, se desespera. Acontece a briga, e Wes acaba matando Sam, acertando-o com o troféu na cabeça. Então todos os flashbacks se encaixam, finalmente contando-nos a história completa. Enquanto isso Annalise está na casa de seu namorado, Nate. O final é sem dúvida um dos momentos mais surpreendentes da série. Quando Wes volta para buscar a arma do crime, Annalise está sentada em sua cadeira, olhando para o corpo do marido morto. E é onde vemos que ela irá ajuda-los a sair impunes desde assassinato.

Então é isso, gente. How To Get Away With Murder volta hoje à noite com seu décimo episódio! YAY! Nós do Panela de Séries (na verdade eu, mas como sou parte da equipe também… Hahaha) legendamos um promo do episódio que irá ao ar hoje a noite na TV americana! Confira:

luana

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Imagine só que um dia me foi perguntado quem eu era, e juro, até hoje não sei responder. Mas os fatos são: tenho 21 anos; sou de escorpião; amo meu cachorro e meu gato mais que tudo; estudo Rádio/TV/Internet, ouço Maroon 5; piro no Adam Levine; consigo colocar os pés atrás da cabeça; e - contraditoriamente - por fim, nasci de 7 meses.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu