Posts Populares

Jessica Jones – S02E13 – Playland [Season Finale]

O ponto final.

E cá estamos, no último episódio da temporada, cheios de dúvidas sobre o futuro dos personagens, sobre o fechamento dos plots e como tudo ocorrerá. De primeira mão, dá pra dizer que foi um fechamento bacana. A temporada trouxe uma pegada mais crescente. Apesar dos primeiros episódios terem sido lentos demais, sem um objetivo claro pra temporada, a partir da metade a série começou a crescer e entregou episódios muito bons, incluindo o do flashback e do Kilgrave. Em mim, ficou a sensação de que essa temporada poderia ter sido a primeira. Ter introduzido melhor Jessica Jones, que não é uma personagem muito conhecida. Ainda assim, a série segue sendo uma das melhores apostas da parceria Marvel x Netflix, e Jessica Jones segue sendo o membro mais carismático dos Defensores.

Neste último episódio temos uma saga de mãe e filha. Jessica começa o episódio relutante por sua mãe tê-la raptado, mas após um ato de bravura, onde sua mãe salvou uma família em um acidente de carro (assim como parte de sua família tinha morrido), Jessica enxerga que sua mãe não é aquele monstro assassino, mas uma pessoa com problemas, alguém que precisa dela. A parceria das duas se torna bacana de se ver. Mas elas têm que lidar com o fato de serem fugitivas da polícia, e com isso acabam fazendo planos pra fugir do país. No fim das contas, Alisa percebe que fugir não adianta. Com isso, só vai machucar Jessica. E então elas param um pouco no tempo pra aproveitar as voltas da roda gigante, numa analogia muito legal a nossa vida. Uma hora estamos por cima, com tudo na mão, mas o mundo gira, as coisas acontecem, e precisamos estar preparados pra enfrentar os baixos, os momentos mais difíceis.

Enquanto Jessica seguia com sua mãe, Malcolm resolveu dar uma virada na sua vida. Primeiro, colaborou com Jeri pra encurralar seus sócios e aí abrir sua própria companhia de advocacia. Depois de recompensado pelo trabalho, acabou investindo na empresa de Chang, tornando-se sócio e agora concorrente de Jessica. Se Malcolm tinha se tornado um personagem irritante, a tendência é que ele seja pior ainda agora.

O arco da Trish segue sendo aquele lixo de sempre. E só piorou. Depois de discutir com sua mãe de novo, adivinhem o que ela fez? Fugiu do hospital e foi atrás de Jessica e sua mãe. E pior: Trish foi a responsável por matar Alisa. Nessa hora eu queria entrar na série e descer o cacete nessa loira oxigenada. Que ranço que peguei! Jessica ficou louca, quase liberou o monstro que tem dentro de si, mas deixou Trish fugir. No fim das contas, como ela mesmo disse após cortar relações com Trish, ela está sozinha de novo. Claro, não tão sozinha assim. Por sorte, Oscar e Vido sobreviveram à temporada e são agora o novo porto seguro de Jessica. Uns fofos!

E a temporada acaba assim. Jessica finalmente percebendo que pode ser uma heroína, pode fazer o bem aos outros, dando uma chance pra sua felicidade, e cortando laços com quem sempre afetou negativamente sua vida. Trish com a perspectiva de poderes nas próximas temporadas, mais uma vez rompida com sua mãe. Jeri e Malcolm em novos negócios e dando a volta por cima, quem sabe até se tornando pedras no sapato de Jessica em um futuro próximo. A segunda temporada de Jessica Jones não foi um primor, mas serviu pro desenvolvimento de personagens e ainda assim nos entregou um enredo bacana. Que venham as próximas!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu