Vamos descobrir os 5 meninos que formará a nova boyband

Olá minha gente, tudo bem com vocês? Como todos já sabem, ou não, no próximo sábado é a grande final de Let It Shine, vamos a algumas curiosidades e entender melhor tudo o que aconteceu até chegar a essa final.

Let It Shine tiveram 61 participantes exibidos, juntando aprovados, eliminados e combos.  Desses 61 participantes 17 não alcançaram as 15 estrelas e não avançaram na competição.  Na fase de grupos tem algo que não bate e que de certa forma me intrigou bastante. O total de participantes para a segunda etapa eram 44, sendo que formaram 5 grupos de 8 rapazes, 2 foram chamados pra ser a Ana Furtado da competição e substituir os desistentes, mas por onde andou e que fim teve esses outros 2 participantes que “ficaram de fora” e não foram chamados.

Uma outra curiosidade é que no grupo Drive que fez parceria com a banda Ruby …oh Kaiser Chiefs, tiveram certas modificações que deram toda a diferença no grupo. Callum Howeels que cantou You’ll Be Back na audição e o polêmico Harry Neale que tirou a camisa quando foi aprovado e foi duramente criticado aqui, ambos desistiram da competição dando chance a Keith Branic e Jordan Charles o que não adiantou de nada porque não foram aprovados né.

Formadas as Boybands os 25 meninos restantes foram divididos em grupos de 5 e foram para os Shows, as bandas não vou apresentar porque na primeira rodada do “The Battle of The Bands” eu apresentei as bandas, na primeira etapa integrantes do Neon Panda saíram para dar lugar ao Drive substituindo os eliminados. No segundo etapa fui surpreendido pela eliminação completa de Iron Sun, não escapando nem Alexis, Jordan e Clinton que foram os destaques do grupo.  Na última rodada vamos ter um embate entre Five To Five (os favoritos desde o primeiro Live), Nightfall (que ninguém sabe como eles conseguiram chegar até a final) e Drive (com ótimos integrantes, pouca harmonia, mas a melhor boyband).

 

Nightfall – Footlose

Ate hoje tento entender como essa banda chegou na final, mas enfim. Achei bem forçado, a música não estava confortável pra todos, os vocais estavam apenas ok, mas ousaram  na dança e na presença de palco, foi legal ver isso neles, ao menos ganharam vida na competição.

 

Lindomar – Entre as 3 finalistas acho Nigthfall a mais fraca e genérica, vejo Drive como algo mais maduro/rock e 5t5 como algo voltado ao pop que temos bombando hoje em dia, mas Nightfall está em um meio que não vejo vingando de forma alguma, essa performance só me confirmou isso ainda mais, vocais bem crus, as dançinhas mais ou menos, não conseguiram fazer uma performance marcante.

 

Five To Five – You Can’t Stop The Beat

Perfeitos!!! Dá pra perceber a alegria desses meninos ao trabalhar com a música em apresentar para o público. Não tenho como descrever com outra palavra, FODA DEMAAIS!!!

 

Lindomar – Harmonias foi sempre a maior qualidade de Five to Five, os garotos formaram uma boyband forte, cheia de energia, conseguem trazer um apelo teatral e manter bons vocais, dançam bem, é uma boyband que pode vir a vingar meus amigos! Nessa primeira rodada com musical eles mandaram muito bem, achei a performance bem adequada, apesar de cafoninha! Hahaha

 

Drive – Grease Is The World

Nessa performance eles cresceram mas individualmente somente, mas vendo o conjunto não saiu do mesmo.

 

Lindomar – Minha DRIVE tá vivissima! A mesma teatralidade que Five to Five trouxe, os meninos trouxeram e dessa vez se mantiveram bem nos vocais na maior parte do tempo, harmonizaram, fizeram suas dancinhas apesar de essa coisa de musical não casar em nada com a Drive, foi bem deslocado de sua zona de conforto e eles mandaram bem!

 

Nightfall – End Of a Road

Finalmente eles se encontraram na competição, bem harmônicos e confortáveis com a música. É só seguir esse estilo que aí quem sabe eles tenham futuro.

 

Lindomar – Uma performance mais romantica/emocional focada em vocais, e isso não é o forte de Nightfall, mas os meninos vieram bem e devem ter derretido os corações das tias do sofá que votam por eles, mas achei a música tão zzzz, enfim espero que fiquem em terceiro.

 

Five To Five – Wrecking Ball

Eu amo Drive, mas o que esses garotos fizeram aqui foi pisão demaais. Gente, se houver um investimento pesado neles eles vão longe, mas como é difícil Boyband ter espaço né… O agudo no final da performance foi incrível, se antes eram favoritos agora se consolidaram campeões pra mim, sendo que ainda faltava Drive né.

Lindomar – Que inicio lindo com eles no chão formando uma estrela, AJ é o destaque dessa banda, seus vocais, beleza, ele de certa forma acaba sendo o lider do grupo! A performance foi linda, simples, focada em vocais, com a explosão necessária, já podemos entregar a taça para Five to Five! Os falsetes do loirinho no final foram sensaaa!

Drive – Thinking Out Loud

Deu pra ver que Drive tentou, pegaram uma música relativamente boa, funcionou com Mark, Connor e Matt, mas senti um esforço maior de Jazzie e Jonnie pra cantarem bem nessa song. Se o foco foi nos vocais de certa forma foram bem. Presença eles tem de sobra, o que falta pra eles aqui é uma identidade pra que a gente olhe e os veja como um grupo mesmo e não 5 garotos cantando juntos de forma genérica.

Lindomar – Poxa Drive, pecou um pouquinho nos vocais, mas arrasou na emoção, nas harmonias foram bem, mas senti falta de algo mais energético que permitisse a eles trabalharem a dança e a sexualidade que é o ponto forte da banda! Mas no geral foram bem!

Apresentações feitas e a votação foi aberta e durante a votação tivemos apresentações especiais de alguns cantores que estavam lá né. Michael Ball e Alfie Boe cantaram um Medley e foi bem bonito.

E depois tivemos a performance de Take That que é uma boyband britânica que existe desde os anos 90 e que um dos jurados de Let It Shine (Gary Barlow) faz parte, eles cantaram The Flood.

Depois dessas performances tivemos o anúncio dos vencedores. Nightfall fazendo hora extra, logo a decisão ficou entre Drive e Five To Five, depois das performances desse episódio final os vencedores ficaram óbvios.

Five To Five 

Desde a primeira performance juntos eles pegaram o status de favoritos com performances sólidas e caíram no gosto do público.

E foi com essa performance que encerramos a primeira temporada de Let It Shine e também encerro a review aqui. Sobre os vencedores achei super merecido, mas vai ser complicado eles fazerem sucesso sem a divulgação e aparição na TV que é muito importante. Fiquei feliz também por ver Jonnie que é meu act favorito desde o início ter chegado na final e acredito que ele ficou numa boyband que condiz com o estilo dele, entrando em 5T5 por exemplo não daria muito certo.

 E sobre esse pequeno reality podemos dizer que foi muito bom, mas tá longe de substituir ou concorrer de igual para igual com The X Factor e The Voice, as audições foram ótimas apesar de ter muitos combos, a fase de grupos super funcionou também mas a última fase pra mim deixou a desejar, poderia fazer desse jeito até sobrar 2 boybands, no caso 10 meninos e a partir daí criar formações diferentes de boybands para aí sim escolher os 5 vencedores. Ja quero Season 2 pra formar uma girlband.

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

Valber
Valber

19 anos, atrapalhado, distraído e começando agora (Não tem paciência, a saída e logo alí). Aqui comentarei todo tipo de reality musical em especial The X Factor, The Voice e Superstar. E como diz uma grande pensadora atual "Quem não gostar do que eu falo, me dá um tiro na cara!"
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: