05 de junho de 2015
Lucky Ladies Brasil – S01E02

O primeiro episódio da temporada foi um sucesso de memes e repercussão. O segundo episódio trouxe um pouco mais da proposta do programa e da história de vida das participantes.

No primeiro momento tivemos nossas musas tentando dormir e lidar com os roncos da Mc Carol. A Mulher Filé não aguentou o tranco e pediu pra trocar de quarto com a Mc Sabrina, eu no lugar dela jamais iria.

Pela manhã tivemos uma pequena treta quando a Karol K resolveu dar palpite na alimentação das meninas. A Mulher Filé disse que um dos maiores prazeres dela é comer o que bem quer, sem regras, enquanto a Karol se mostrou realmente disposta a mudar os hábitos alimentares de todas na casa. O discurso fitness de Karol K não foi muito bem aceito principalmente quando na hora de fazerem compras ela ter sido flagrada comprando várias barras de chocolate. Parece que o jogo virou, não é mesmo?

neyde

Eu quando alguém vem falar sobre minha alimentação.

Voltando a proposta do reality, Tati Quebra Barraco e Rafael Ramos convocaram as funkeiras, uma a uma, para uma pequena reunião onde elas iam mostrar suas músicas novas e receberem algumas críticas iniciais de ambos. Em um clima de nervosismo as moças foram se apresentando e mostrando um pouco mais de suas histórias.

Karol K mostrou sua nova música de trabalho e surpreendeu Tati positivamente. A rainha do Funk já tinha declarado que não esperava muito da moça pelo seu estilo meio patricinha, mas se mostrou agradada pela apresentação e excelente técnica vocal que a cantora tem. Tati destacou ainda que mesmo a acreditando que não precisa ser uma pessoa do Morro pra fazer funk, seria muito importante a Karol conhecer um pouco a favela pra entender como funciona a raiz e a essência do funk. #ParaSempreTheVoice

Mc Carol fez uma apresentação muito tímida, e recebeu elogios de Tati no que diz respeito ao seu carisma e suas letras de músicas bem divertidas. Quem não conhece a Raposinha Sapeca, por favor deêm uma conferida no Facebook e entendam um pouco mais da música da Mc Carol. Tati e Ramos destacaram que esperavam que o programa ajudasse a funkeira a se soltar mais e ganhar um pouco mais de auto confiança. Além disso, conhecemos também um pouco da história do relacionamento de Carol com seu marido. O rapaz encontrasse em regime semi aberto de prisão por ter agredido e por muitas outras acusações vindas desse relacionamento. Apesar de aparentemente eles terem vivido um relacionamento bastante conturbado, Carol frisou que ele é o homem que ela ama e que muita coisa mudou desde então. Podemos perceber que ela agora é quem dita as ordens dentro de casa quando ela citou que tem muitos anos que não sabe o que e lavar um prato. #RainhaFeminista

Mari Silvestre cometeu a gafe de esquecer de levar sua música para a apresentação. Como prenda ela teve que cantar a música do quadradinho. Tati também gostou bastante do que ouviu e revelou que a única coisa que ela quer fazer é tirar a imagem de modelo da moça e focar na sua nova carreira de cantora. #AdeusMariModelo

Pausa dramática pras meninas no quarto perguntando se alguma delas já tinha beijado mulheres:

sapatonas

Mulher Filé trouxe um pouco da sensualidade do funk para sua apresentação. Eu confesso que me surpreendi com a voz da moça, pois achava que ela não cantava absolutamente nada. Tati destacou que não queria mexer na sensualidade da Mulher Filé, pois esse é um dos atributos presentes no funk e ela faz muito bem, todavia, seria necessário dar uma maneirada em tanta sensualização e focar um pouco mais na voz dela, já que ela é uma cantora. #MenosBumbumMaisVoz

1292871_yani-de-simone-a-mulher-file

Mc Sabrina trouxe um momento mais emocional para o reality. Nem ao menos vimos sua performance, e Tati destacou que ela já tinha cantado de praticamente tudo no funk, que faltava apenas um pouco mais de ousadia, ou seja, cantar putaria. Nesse momento começamos a conhecer um pouco mais da história complicada de Sabrina. A moça passou por abuso psicológico em casa pelo seu padrasto, saiu de casa cedo, perdeu filho, foi acusada de negligência pela família… Enfim! Um horror de coisas ruins aconteceram na vida dela e que poderiam ser mais que suficientes para ela ter largado o Funk. Porém, nossa musa estava alí firme e forte querendo seguir com sua vida e se tornar uma artista mais completa. #McGuerreira

O próximo episódio promete trazer ainda mais tretas entre as funkeiras e Karol K que tem a personalidade mais distinta de todas. Acho que o bicho vai pegar!

nye

Nyegirton
Nyegirton

Sarcástico e bêbado sempre que possível. Ama um bom meme e uma problematização. Apaixonado por humor, suspense, terror e trêta. Professor nas horas vagas.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: