Posts Populares

Mr.Robot – S01E01 – Hellofriend.mov (Series Premiere)

Olá amigo… Olá amigo … Sim isso é tosco, falando com a própria mente, mas não se engane, todos nós fazemos isso!

Sejam bem vindos a nova série da USA que promete muito nessa summer season, sejam bem vindos a Mr. Robot! Antes de tudo, leiam essa Sinopse : “A história acompanha a vida de Elliot, um jovem programador que sofre de uma desordem que o torna anti-social.
Acreditando que a única forma de se conectar com as pessoas é hackeando suas vidas, ele alia seu conhecimento ao fato de trabalhar em uma empresa de segurança online para proteger aqueles que ele ama daqueles que tentam, de alguma forma, prejudicá-los.
Suas atividades chamam a atenção de Mr. Robot, um misterioso anarquista que convida Elliot a fazer parte de uma organização que atua na ilegalidade com o objetivo de derrubar as corporações americanas.”

Bem interessante, não é mesmo? De cara percebemos que será uma série de dilemas, conflitos pessoais e externos e o fator chave “O poder da informação.”

Elliot, um jovem programador de dia, um hacker “justiceiro” a noite, vive em conflito pessoal por sofrer uma desordem que o torna anti-social (Alguém já se identificou ?).

Iniciando o episódio, temos Elliot nos revelando um de seus devaneios. Ele acredita que há um grupo de pessoas que manda no mundo secretamente. São pessoas que ninguém conhece, os invisíveis. São poucos os que fazem parte desse grupo, e esse grupo de tão poderoso “brinca de Deus” sem a permissão da sociedade. (Meu primeiro dilema surge aqui. Aqueles que brincam de Deus são aqueles que possuem o poder da informação, Elliot sendo um hacker que afirmou que consegue descobrir tudo sobre todos, está a passo de se tornar um?). Dito isso, Elliot começa com sua paranoia de que está sendo perseguido por essas pessoas. Ele está no metrô, e sente que está sendo observado por dois homens de preto. Em sua mente, ele deveria ter ido para a festa de Angela (Que falarei sobre ela mais a frente). Ao invés disso, ele foi fazer a justiça, se é que podemos dizer assim…

Elliot se encontra com Ron, dono de uma cafeteria. Claramente Elliot foi com um propósito até lá, e para isso ele precisaria estar “armado” com informações sobre esse homem. (O bom não pode existir sem uma condição) no caso de Ron, a condição de sua internet ser boa é por uma razão ruim. Elliot hackeou Ron e descobriu que ele é dono de um site chamado “meninos de platão”, ele usa o TOR. (a.k.a Deep web) para manter o anonimato. Bom, podemos definir que se ele quer manter o anonimato, é porque coisa boa não é, e realmente, Elliot descobriu 100TB de pornografia infantil que Ron fornece para 400 mil usuários. Elliot após questionar o gosto de Ron, afirma também ser uma pessoa muito diferente, e que ele não consegue se socializar com pessoas desde a morte de seu pai. A morte de seu pai foi na verdade a causa de todo esse dilema moral que Elliot sofre, tentando sempre pregar a justiça (ao seu modo) e mais uma vez vemos a crítica de que “Os poderosos nunca serão punidos, pois eles controlam o mundo” esse foi o caso do pai de Elliot, na qual afirma que a causa de sua leucemia se deve a companhia em que ele trabalhava, mas claro, de nada a companhia teve culpa. No fim de tudo, Ron pensou que Elliot estava apenas chantageando ele para conseguir dinheiro, mas não é disso que se trata, pois Elliot não da a mínima para o seu dinheiro.

Elliot chega até a empresa onde trabalha, “funcionário ER28-0652” um emprego comum, pessoas comuns com vidas comuns. Elliot nos “apresenta” Angela, ela é praticamente sua única amiga, mas é uma boa pessoa, na qual Elliot confia, nem que seja 1%.

crush ep 1

Angela questiona Elliot por não ter ido em sua festa na noite anterior, bem… ele tentou. Elliot possui um grande problema que parece muito com (TDAH) ou talvez realmente seja. Gideon, o chefe de Angela e Elliot, gosta muito do trabalho dele, pois ele é realmente muito bom no que faz, mas Angela questiona que por alguma razão Elliot odeia esse trabalho. Ela está certa, ele odeia o fato de ter que manter a segurança cibernética para empresas poderosas. Mas claro que Elliot mente para sua colega e diz que ama esse lugar (com toda a animação do mundo #sqn)

Elliot vai ate Krista, sua psicóloga. Elliot diz que ela é uma boa pessoa, porém, ela não é boa em ler as pessoas. Elliot já a hackeou para saber mais sobre ela, e descobriu que ela se divorciou a 4 anos, entra em sites de relacionamento, e que o caso mais recente dela é com um homem chamado Michael Hansen. Prontamente Elliot já procurou vestígios digitais sobre esse homem, porem nada foi encontrado, e isso deixou ele extremamente intrigado, pois grande parte do mundo possui algum vestígio digital, seja em fotos que pessoas compartilham em redes, vídeos e etc. Elliot possui uma grande raiva da sociedade e a pergunta que Krista fez a Elliot, do por que sua raiva pela sociedade, desencadeia uma séries de verdades que realmente fiquei arrepiado em ouvi-las ( “Será que é porque todos achamos que Steve Jobs era um grande homem, mesmo sabendo que ganhou bilhões explorando crianças?  Ou talvez porque nossos heróis são uma farsa. O mundo inteiro é só um grande boato. Assediando uns aos outros com COMENTÁRIOS IMBECIS, DISFARÇADOS DE OPINIÕES, e as mídias sociais que fingem promover intimidade. Ou será porque votamos nisso? Não através de eleições fraudadas, mas com nossas coisas, propriedades, nosso dinheiro. Isso não é novidade. Sabemos por que fazemos isso. Não porque “Jogos vorazes” nos fazem felizes, mas porque queremos ficar sedados. Porque é doloroso não fingir, porque somos covardes.”)

fuck

Contudo, apesar de Elliot sentir tudo isso pela sociedade, ele guarda tudo para si, e acaba na verdade não dizendo nada disso para Krista, que o pergunta qual é o problema, e ele singelamente responde “nada”.

Mudando o assunto, Krista pergunta se Elliot foi a festa de Angela, mais uma vez ele mente e responde que sim. Krista percebe que ele está mentindo. Krista também está ciente dos supostos homens de preto que Elliot diz estar sendo perseguido. Ela pergunta se eles ainda estão lá, Elliot secamente diz que não.

Voltando a empresa, Ollie, namorado de Angela, vai até Elliot tentar se aproximar dele. Porem Elliot não gosta dele, e sempre tenta o afastar o mais breve possível. Ollie quer fazer isso não só por ele mas também por Angela, pois Ollie sabe que Elliot e ela são amigos a muito tempo. Elliot Já vasculhou os dados de Ollie e viu que ele é um homem comum, que curte músicas, filmes, que ama e que já traiu (não generalizando isso como algo comum)

Mais um vez, Elliot não deu ouvidos para a explicação de “porque gostar de mim e eu gostar de você”, e com isso ele finaliza com um “Eu entendo, vou tentar mais”.

anti social

Elliot e seu senso de justiça apita quando os chefes do maior conglomerado chegam no escritório. E Corp! Elliot sabe que quanto mais poder, piores as pessoas ficam, e é por isso que ele determina a E Corp como Evil Corp.

Evil corp

Elliot nos apresenta Terry Colby, o chefe de tecnologia. Ele não parece ser um homem que compreende do assunto, talvez ele seja apenas um idiota com sorte que usa um Blackberry.

Algumas vezes eu sonho em salvar o mundo. Salvar todos da mão invisível. A que nos marca com um crachá de empregado. A que nos força a trabalhar para eles. A que nos controla todos os dias sem nós sabermos disso. Mas não posso pará-la. Não sou tão especial. Sou apenas um anônimo.

Elliot é uma pessoa extremamente problemática. Ele é solitário e frustrado, (o que pode evoluir para uma depressão). Elliot nunca teve o apoio da mãe nem de amigos. E seu escape são as drogas. Ele toma morfina, suboxone e ecstasy.

drogas

Mais uma vez com seu senso de justiça, Elliot vai atrás de informações sobre Michael. Ele o encontra com um cachorro que estava prestes a maltrata-lo, mas Elliot o intercepta e inventa a  desculpa de usar o telefone de Michael emprestado. Bastou apenas 1 segundo para Elliot já estar dentro do telefone de Michael hackeando suas informações.

Subitamente Angela liga para Elliot, dizendo que atacaram novamente os servidores da Evil Corp, mas dessa vez era um caso mais sério, um ataque DDoS. Ok, hora dos leigos em ciência da computação boiarem, mas acho incrível toda essa atmosfera computacional. Elliot calmamente começa a fazer diagnósticos e investigar sobre o caso, que vai de mal a pior, já que começaram a divulgar nas mídias sobre o ataque. Elliot acha que o caso não é apenas de um DDoS, mas também um rookit, que se resume a um código malicioso que toma conta de todo o sistema, deletando arquivos e parando programas. Elliot diz que agora eles só podem fazer uma coisa: desligar todo o sistema, limpar os servidores infectados e depois religa-los.

Gideon leva Elliot até a base do sistema. Elliot fica cada vez mais nervoso, e faz de tudo para tentar resolver o problema. Mostrando toda sua habilidade, Elliot rapidamente consegue resolver o problema. Mas durante uma olhada no servidor infectado, Elliot procura alguma marca ou símbolo que possa identificar a pessoa que fez isso, já que Hackers adoram deixar sua marca. Ele acaba descobrindo … “Fsociety” , mas foi muito simples de se encontrar, o que deixa Elliot em duvida. Ele acaba percebendo que tudo aquilo foi direcionado para ele, mas porque? Elliot entra em conflito, será que ele realmente quer deletar eles? E ele acaba reconfigurando tudo para que só ele possa acessar aqueles dados.

Na volta para casa, Gideon acaba se assumindo gay para Elliot, mas é claro que Elliot já sabia disso. Um monólogo começa a surgir, mas Elliot parece não se incomodar com Gideon, então com isso, Eliiot promete que vai achar os responsáveis disso.

Elliot voltando para casa, se depara mais uma vez com um homem, o mesmo homem que estava enchendo sua paciência no metro, e que estava pedindo esmola para dois homens na noite que Michael saiu com Krista. Porem ele reparou na camisa do homem, que estava escrito “Mr. Robot”. O misterioso homem diz para Elliot que é para ele segui-lo apenas se Elliot não tivesse deletado o arquivo. Relutante, Elliot sai as pressas atrás do homem.

robot ep 1

O homem leva Elliot até um local onde um grupo de hackers denominado O-megz operava. Todo aquele ataque era o que Elliot tinha previsto, um recrutamento. E é Mr. Robot que está por trás disso. Porem, algo me chamou a atenção. Elliot questiona Robot de como eles se comunicam, e ele responde simplesmente dizendo que eles NÃO se comunicam do lado de fora. Com isso Elliot fica surpreso, pois como Robot confia neles? E é nesse fato que quero chegar…

Evil

evil 2

Vejam bem… como alguém que possui os fundamentos tão fortes contra esses empresas acaba cedendo aos seus luxos? Pode ou não fazer sentido, mas será que Elliot deve realmente confiar neles?

Ao fim de tudo, Elliot se sente perplexo, e se questiona cada vez mais se tudo aquilo é real, ou se é somente um truque de sua mente. E como no começo da série, Elliot fala mais uma vez que criou “você”, o que seria esse “você”?

Como de costume, Elliot resolve investigar sobre a Fsociety, mas acaba encontrando uma quantidade muito escassa de informações.

Elliot se encontra com Robot, que por fim, explica a razão de seu recrutamento. Robot quer derrubar o maior conglomerado virtual de dinheiro existente, com o fim de criar um nova “redistribuição de renda” e quitar todas as dividas que as pessoas possuem. A missão de Elliot dentro disso tudo é modificar um arquivo que será entregue para o FBI em uma visita a Allsafe , no arquivo modificado, ele terá que colocar um novo endereço de IP do terminal de Terry Colby, o incriminando por esse caso quando descobrissem. Com isso, 1 por 1 será derrubado até eles cumprirem a missão.

Elliot parece gostar do plano, e sem pensar duas vezes resolve ajudar não só Robot, mas toda a sociedade que vive em um mundo dominado pela ambição e poder.

Rico e pobre

Na reunião, Elliot se sente um pouco inseguro sobre o plano, mas após ver Angela constrangida na reunião, ele acaba mudando de ideia e prossegue com o plano, porem na hora de trocar os papeis, ele não foi discreto o suficiente e Tyrell (um dos homens de preto denominado mal, do começo do episódio) acaba percebendo a troca, porem ele não faz nada.

Dias se passam sem nenhum alarde ou escanda-lo sobre o plano, então Elliot põe em pratica um plano para descobrir mais sobre Michael, pois ainda ele não descobriu quase informação alguma sobre ele. Depois de muito esforço, Elliot finalmente consegue descobrir informações sobre Michael ou devo dizer Lenny Shannon ? Elliot logo propõe a Michael para ele terminar com Krista, e nunca mais ver ela. Ele descobriu que Michael traiu sua mulher com outras 7 mulheres, possui contas falsas no facebook, e para finalizar com um mentira, Elliot diz que uma das acompanhantes de Michael tinha somente 15 anos, o que seria um caso de policia. O acordo é feito e Michael irá terminar com Krista, porem, Elliot não pediu somente isso…

flipper

Com tudo isso, Elliot consegue finalizar mais um de seus “trabalhos” e arquiva o (caso Michael) junto com os outros.

Michael

Elliot acha que Angela está com raiva dele desde a reunião, com isso Elliot vai ate ela esclarecer tudo. Porem no momento em que eles finalizam a conversa com um abraço, todos olham surpresos… mas espere, não é para eles, e sim para a tv, pois no momento, acaba de ser anunciado que Colby usou grupos hackers para pressionar a negociação de contrato com a Evil Corp.

O plano deu certo! O primeiro obstáculo foi derrubado, mas uma guerra está prestes a se iniciar com isso.

coisa certa

Porem no momento em que Elliot se sente aliviado, homens de preto surge e pedem para ele entrar em um carro. Elliot é levado até uma empresa, e é surpreendido quando dentro de uma suposta sala de reunião onde diversos homens aparentemente muito poderosos debatem.

Ao centro de tudo, Elliot é apresentado ao seu novo inimigo, um inimigo nada comum, pois além de poderoso, ele pode sempre estar um passo a frente de Elliot, pois ele também é um “hacker”, Elliot é apresentado a Tyrell.

inimigo

Chegamos ao fim da primeiríssima review de Mr. Robot, quero ressaltar dois pontos que achei super interessante nesse piloto maravilhoso , que eu considerei um dos melhores que já vi na vida.

Ponto 1 – “A crítica social envolvida do inicio ao fim do episódio”: É mais do que clara a mensagem que Mr.Robot quer nos passar. Nós, a sociedade, somos manipuláveis. Aqueles que possuem a informação correta sempre sairão vitoriosos!

Ponto 2  –“Os problemas que Elliot possui”: Elliot está sempre em conflito com si mesmo, ele é anti-social, mas não por medo, mas sim por que odeia a sociedade, que mudou com seus valores capitalistas influenciados por poder. As pessoas solitárias se tornam depressivas, Elliot ainda não chegou a tal ponto, pois ele possui uma válvula de escape, que é promover a justiça hackeando malfeitores.

Estou muito ansioso para o próximo episodio, espero me surpreender ainda mais como me surpreendi com esse piloto. Espero que vocês tenham gostado e não se preocupem, as próximas review serão menores que essa hahaha. Obrigado pela atenção, nos vemos na próxima paneleiros!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Pensa em uma pessoa que adora ficar em casa para ver séries e filmes… Como se não bastasse, é viciado em jogos e afins (logo nota-se que tenho muitos amigos, risos). Mineiro que ama indie e tem um belíssimo dom de ser trouxa.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu