Posts Populares

#NowPlaying: Black Mirror – San Junipero

Ooh, baby, do you know what that’s worth? Ooh, heaven is a place on earth

E com esse hino começamos esse #NowPlaying maravilhoso e cheio de hino baseado no episódio 4 da terceira temporada de Black Mirror, chamado San Junipero. Conforme cobertura do Panela de Séries (clique AQUI pra conferir), San Junipero estava concorrendo ao Emmy 2017 e conseguiu levar pra casa as estatuetas nas duas categorias que concorria: Melhor Filme feito para TV e Melhor Roteiro em Série ou Filme feito para TV. Já dá pra imaginar que o episódio é maravilhoso né? Se você ainda não viu, não perde tempo!

San Junipero fala de um futuro utópico onde as pessoas que morrem podem ter suas consciências “aprisionadas” dentro de uma realidade alternativa, compartilhada com outras pessoas e conhecida por San Junipero. Muitas pessoas idosas, em coma, ou doentes acabam utilizando este recurso para poder fugir de suas realidades, caindo num verdadeiro paraíso. Tudo sobre o episódio você pode conferir clicando AQUI e vendo nossa análise.

Sem mais mimimi, estamos aqui pra falar de música, que é o que não falta nesse episódio. Então vamos começar!

Belinda Carlisle – “Heaven Is a Place On Earth”

Impossível falar de San Junipero sem falar dessa música. Tema principal do episódio, a música está presente no início do episódio, na apresentação das personagens, e também no fim, quando elas finalmente encontram seu paraíso, depois de terem enfrentado dilemas em suas vidas reais. O legal é que a letra da música fala bem disso, de encontrar seu paraíso na terra, do lado da pessoa amada. Nada mais do que Kelly e Yorkie buscaram durante todo o episódio.

Alexander O’Neal – “Fake”

Seguindo a tendência dos anos 80, temos “Fake”, que deu sua graça no episódio num momento muito importante: a primeira dança de Kelly e Yorkie. Quando as duas, até então desconhecidas, decidem se divertir na noite de San Junipero, é esta a música que dá o toque do primeiro envolvimento das duas, e por isso marca presença em nossa playlist.

Simple Minds – “Don’t You (Forget About Me)”

Escolhi essa música porque é uma das minhas favoritas na sequência que vou citar agora. Lembra quando Yorkie quer se exibir pra Kelly e está lá se arrumando? Cada música representa um mood diferente de Yorkie, pra tentar impressionar Kelly. Nessa mesma sequência temos “Girlfriend In a Coma”, do The Smiths; “Heart and Soul”, de T’Pau; “Addicted To Love”, de Robert Palmer; e “Wsihing Well”, de Terence Trent D’Arby. Uma sequência onde cada música explora um lado diferente de Yorkie, e claramente lembrada com carinho por mim.

Living In a Box – “Living In a Box”

Claro, durante a jornada de Yorkie e Kelly em San Junipero, nem tudo foram flores. Um momento difícil pras duas, principalmente pra Yorkie, foi ao som de “Living In a Box”, canção lançada em 1987. Após ter encontrado alguém que ela gostasse e de ter testando seus diferentes looks, Yorkie vai atrás de Kelly na festa, e a encontra dançando com outro. Decepção total! E a música dá esse tom melancólico quando olhamos a letra, que fala de viver em um mundinho, viver em círculos, sem um propósito, sem um destino certo. Total a temática de San Junipero né?

Alanis Morrisette – “Ironic”

Temos uma outra sequência no episódio que é muito legal, quando Yorkie sai procurando Kelly através das décadas. E, além da mudança na fotografia e no figurino (muito bem feitos, por sinal), a mudança na trilha sonora nos situa em que momento estamos. Por exemplo, quando Yorkie sai atrás de Kelly nos anos 90, temos “Ironic”, esse hino atemporal, tocando de fundo, e mostrando a aflição da protagonista.

Kylie Minogue – “Can’t Get You Out of My Head”

Pra encerrar minhas músicas em destaque do episódio, vamos seguir na mesma linha da sequência anterior. Yorkie ainda procurava por Kelly quando chega aos anos 2000, regada do hino eletrônico “Can’t Get You Out of My Head”, de Kylie Minogue. Mais um momento primoroso do episódio, que retrata bem a discografia da época, mas ainda traz uma música com uma mensagem que tem total envolvimento com o momento dos personagens. Por sorte, nos anos 2000 Yorkie acaba encontrando Kelly.

.

E com essas músicas eu encerro a minha playlist de San Junipero. “Ah, Gerson, mas tu deixou vários hinos de fora!”. Calma, gente! Ali em baixo tem a playlist completa do episódio e, se não me engano, algumas músicas a mais, no mesmo estilo. Então dá o play e se diverte!

Em um breve comentário final, não tem como não elogiar os detalhes e o cuidados dos produtores de Black Mirror com este episódio. Desde a montagem das cenas, da fotografia maravilhosa, dos figurinos, até às músicas muito bem escolhidas. E o legal é que as músicas não só se adequam à época que as personagens estão vivendo, mas também trazem uma mensagem que dá cor e fundo aos sentimentos e ao momento de cada personagem na trama. Um hino de episódio mesmo! Aproveitem a playlist e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu