Posts Populares

Orange Is The New Black – S03E05 – Fake It Till You Fake It Some More

Tudo fake.

Uma das vantagens de se ter todos os episódios liberados de uma vez é que, quando há episódios em que grandes desenvolvimentos de enredo ocorrem, eles não necessariamente carregam a mesma carga como aconteceria em uma série semanal. Explico: o que eu espero é que isso ajude a quebrar o estigma de OITNB, em que há episódios em que nada “suficientemente bom” acontece, mas o ritmo mais sutil acaba por trazer um dos maiores shades da história da série.

Em “Fake It Till You Fake It Some More”, o flashback de Marisol não é tão atraente. “Flaca” trabalha para sua mãe costureira e é responsabilizada quando um de seus clientes se joga do telhado de sua escola. Ela estava vendendo uma viagem falsa, dando ao deprimido Jason a sensação de fuga que as drogas oferecem, o que foi suficiente para levá-lo a tirar sua vida.

OITNB-03x05-570x350

As idéias em jogo neste episódio são superficiais, ainda mais se tratando do “novo trabalho” na prisão de Litchfield. Como Caputo e os guardas, como sabemos, têm perdido o controle emocional, começamos a ver decisões sobre como o novo trabalho afeta as detentas mais como um experimento social do que qualquer outra coisa. É tudo relativo à autoestima, mesmo contra a sua companheira presa – como Black Cindy e Janae “esfregando” sua seleção na cara de Taystee e Crazy Eyes – ou quanto à inflação do seu ego – quando mais uma vez Marisol acredita que sua inteligência brilhou mais que gloss com glitter.

OITNBS3_31OCT14_WHILDEN_0451.jpg

E assim, enquanto o que aprendemos sobre o passado de Marisol está longe de ser algo profundo para nós, isso nos ajuda a entender por que o novo trabalho é signficativo para a detenta. É algo muito parecido com Poussey encontrando a história em quadrinhos de Calvin & Hobbes na piñata, Marisol andando por aquelas portas para encontrar máquinas de costura é exatamente um cumprimento de seu destino. Ela não sabe que um processo de seleção completamente aleatório a trouxe lá, então acredita que isso foi causado por um poder superior, que a selecionou com base em sua aptidão.

1

Esse efeito placebo funciona durante todo o episódio, como a tomada de reputação espiritual de Norma apenas sentada ali olhando atentamente para Soso como uma fonte de conforto. O episódio pode ter sido bastante escasso em termos de enredo, mas mostra o caminho no qual nada pode significar algo quando não há mais nada a ser encontrado.

OK, OITNB, já entendi. A temporada começa a parecer mais um episódio enorme dividido em várias subpartes do que uma season repleta de momentos cruciais (season 1) ou de diálogos que geram descobertas incríveis (season 2). Ainda assim, estou bastante empolgado para o que a série tem a oferecer nos próximos capítulos. Porque, claro, quem não adoraria passar uns tempos em Litchfield?

(Eu também não.)

gostou da matéria? deixe um comentário!

Henry Kapranos

Se quiser falar de amor, fale com o Marcinho. Comigo você vai falar sobre reality shows, pop trending e cultura de gênero.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu