Posts Populares

Orphan Black – S05E03 – Beneath Her Heart

Que HINOOOO de episódio! Amém Alison Hendrix!

AAHHH como estou feliz, jamais esperava a sensibilidade e grandeza dos produtores da série de trazerem um episódio como esse em um cenário cheio de conspirações, guerras e desavenças para o Clone Club. Diria que Beneath Her Heart foi algo essencial para seguirmos em frente, algo singelo e que foi feito na hora certa e no momento correto.

Alison Hendrix é a mãezona, dona de casa, esposa exemplar, mãe carinhosa e adoradora de Jesus, sempre teve uma vida simples e singela e suas aparições em Orphan Black foram sempre como um alívio cômico para todo drama envolvido, Alison quase sempre estava fora das cenas de ações, teve seus bons momentos na série mas poucos se comparados com Sarah, Cosima, Helena e até Rachel Duncan.

Voltamos logo de cara a quando tudo começou, Alison está em casa em mais um dia normal, jantando com seu amado Donnie e seus amigos Aynsley e Chad Norris. Alison até ali era feliz, morava em uma nova vizinhança, tinha seus filhos adotados e estava contente tudo isso, mas tempos antes era tinha confrontado Beth Childs e descobriu sobre os clones. Aquela noite de certa forma foi algo que marcou Alison para sempre, com a pressão de Beth para que ela aceitasse a questão dos clones ela acaba cedendo e fumando alguns cogumelos com Chad e Aynsley.

A sequência de cenas é simplesmente hilária e ainda nós da a chance de ver Alison e Cosima se encontrando pela primeira vez, é brilhante a forma como Tatiana sai de uma para a outra, olha para o piercing de Cosima, vê a cientista de cabelo rastafari rindo em uma das alucinações de Alison, enfim, uma das boas cenas de interação entre os clones de Orphan Black. O final daquela noite é ainda melhor, vemos Alison se abrindo de certa forma com Aynsley e a amiga diz que elas são felizes com tudo que tem, mas que se Alison acredita que ela tem um outro propósito que ela deve seguir.

Voltando ao presente começamos com Sr. Frontanec confrontado os Hendrix e deixando claro que Alison não tem valor nenhum para os Neo, Cosima é uma cientista renomada e Helena/Sarah podem reproduzir e Alison é apenas nada, o episódio mostra que essa insatisfação dela por não ser importante para o Clone Club sempre esteve presente.

Essa insatisfação dela com tudo a faz tomar coragem e ir lutar aonde ela sabe que tem poder, ela quer organizar a festa da comunidade, tomar a liderança perante todo o bairro, algo que Alison ama fazer, mas nem tudo ocorre bem. Ela acaba encontrando Chad e o sentimento de culpa por não ter evitado a morte de sua amiga Aynsley retorna, afinal pensando que ela era um dos seus vígias ela acabou deixando a amiga morrer presa a aquele sugador da pia, sufocada.

Chad saiu da cidade com as duas crianças e de certa forma ele acredita que tem culpa pela morte de sua ex-esposa também, afinal ele teve uma tarde quente no fundo da van com Alison Hendrix e acabou sendo descoberto por Aysnley. Foi reconfortante ver todos os personagens que mais interagiram com o núcleo de Alison retornarem nesse momento, até o garoto que passava as drogas para ela apareceu!

A sequência final é sensacional, Donnie está sob ameaça da hostil Maddie que deseja a todo custo descobrir o paradeiro de Helena, inclusive invandindo a casa dos Hendrix e plantando provas falsas para prender nossa rainha. Donnie avisa a Artie para ninguém ir a garagem, mas todos sabíamos no que isso ia dar, ele pede ajuda de Félix e Sarah e vai atrás de Alison.

Chegando lá mais uma cena icônica afinal você jamais esperaria que Alison estivesse pulando em um pula pula bebada após fumar uma! Depois disso vem Donnie Hendrix com o mundo pegando fogo, os Neo em sua casa e sua esposa meio louca e ele me resolve fazer uma tradicional dança escocesa! SOCORRO MINHA GENTE! Eu ri demais!

Alison toma a frente e fala as verdades que toda comunidade precisava ouvir, afinal é muita Alison para pouca comunidade minha gente! PISA MAIS ALISON HENDRIX!

Foi lindo ver a brisa dela colocando a Aynsley ali na platéia enquanto ela discursava! 

Enfim com a chegada de Félix e após tirarem Donnie do chão, ele revela que sabe do paradeiro de Helena e pensa em usar isso como moeda de troca já que a maldita Maddie está próxima de descobrir que Dr. Leekie está decapitado e enterrado no sotão dos Hendrix. Mas Alison que agora não tem medo de nada e sabe que não tem muito mais a perder, afinal ela não é importante para o jogo da Neovolução resolve tomar atitudes!

Then we’re not so different, you and I

Ela vai até a Dyad e pela primeira vez temos uma conversa real entre Rachel e Alison, vemos com certa surpresa a recepção de Rachel, afinal ela jamais imaginou que a seestra fosse ir até lá confrontar a demôniaa e QUE HINOOOOOOO que foi isso aqui! Alison soube conduzir com maestria para conseguir tudo que queria, deixou claro que se a víbora continuar atacando Donnie e ela que ela envolverá a mídia no meio de toda essa bagunça, Alison consegue ainda proteger a localização de Helena, afinal Seestra Always and Forever! Amei o amor que Alison desenvolveu por Helena! <3

Antes da cena final que foi brilhante vamos falar dos outros pequenos pontos abordados no episódio, vimos uma singela homenagem das seestras para MK, após uma morte cruel e exagerada nós despedimos de uma das clones mais fofas de Tatiana Maslany!

Kira começou a realmente entender um pouco sobre si e suas visitas a Tia Rachel começam a revelar uma outra personalidade na criança, ela acaba levando um camundogo para casa, esse camundogo tem a habilidade de se regenerar assim como ela e ela pega uma navalhaaaa, AAAAH será que ela cortará o bixinho? ou cortara a si mesma? Kira menina STOP! Aliás ela não tinha querer no episódio anterior, Sarah tá muito mole mesmo!

Helena está no convento onde ela foi criada e algo me diz que teremos um episódio todo focado nas origens da nossa Shakira Maslany! Já estou pronto para esse momento! Voltando a dona dessa série, Alison Hendrix esteve plena e poderosa e terminou o episódio de uma maneira com cara de Series Finale, eu to chorando já, falta sete episódios, apenas SETE! Essa cena maravilhosa onde ela e Donnie conversam sobre Everything <3

Os dois juntos e cantando felizes a bela canção de Marvin Gaye, No Mountain High Enough com direito a muita harmonia foi lindo, Alison decidindo sair pelo mundo para encontrar seu verdadeiro eu, sua verdadeira função, entretando como algo temporário… afinal…

….If you need me, call me
No matter where you are
No matter how far (don’t worry, baby)
Just call my name
I’ll be there in a hurry
You don’t have to worry

Que cena maravilhosa, algo me diz que Alison tende a ir ao mesmo convento onde Helena esta, afinal como uma boa tia/mãe ela sabe que a irmã precisará de ajuda! Enfim, restam sete episódios e acho que teremos talvez episódios focados nas seestras, ao menos acredito em um focado em Helena do início ao fim.

P.S. Tatiana Maslany interpreta todas as clones soando únicas, cada uma com seus trejeitos e suas marcas, parecem atrizes totalmente diferentes e ainda sabe cantar, que MULHER MINHA GENTE! PISA MAIS!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu