Posts Populares

Orphan Black – S05E04 – Let the Children and Childbearers Toil

O retorno de alguns rostos indesejados e o lado obscuro da ciência de Percial Westmoreland…

Orphan Black segue com uma temporada de ótima qualidade e diálogos muito bem construídos mas com um ritmo morno para uma temporada final. Esse quarto episódio trouxe basicamente os acontecimentos do encontro casual entre Siobhan e Delphine, estava na cara que seria algo pesado e relacionado a Neovolução.

Tivemos durante todo o episódio uma sequência de cenas bem construídas e que deram um destaque com requinte e elegância para Mrs.S, amei ela fazendo a Sherlock Holmes, toda chique desde a cena no bar, até aquela cena dentro do hospício, enfim amei muito! Podemos dizer que eles estão perdendo alguns minutos do show em não explicar toda teoria da conspiração por trás de Orphan Black, mas caraa ver Sarah e Siobhan como filha e mãe agindo as escondidas foi muito gratificante.

Vimos que no final a galinha dos ovos de ouro de Mr. S era ninguém menos ninguém mais que a embuste da Virgínia. Para quem não lembra da maldita, ela era a responsável pelo Projeto Castor e fez todo fandom sofrer muito quando ela assassinou o deus grego Paul! Quem não lembra desse momento trágico pode rever (não indico) clicando aqui. Enfim juntando pedaços do que Virginia falou descobrimos que ela estava abaixo apenas do P. T. Westmoreland, ela ao lado de Susan tocaram o primeiro projeto de melhoramento genético em uma criança.

Essa criança sofreu demais, desenvolveu diversos tumores, doenças e problemas genéticos e de saúde, se tornando um verdadeiro monstro. O fracasso de toda essa operação fez com que P. T. Westmoreland separasse Susan e Virginia, e cada uma seguiu com um projeto solo para o melhoramento genético da raça humana que daria assim aumento de expectativa de vida, a capacidade de se auto-curar entre outras grandes habilidades.

Mas ai veio alguns problemas, Virginia demonstrou que não tem escrúpulos pelo tempo que vimos e talvez por isso os Castores em sua maioria fossem todos mais controlados e vimos todos como militares praticamente durante toda série. Já Susan talvez por influência de Ethan desenvolveu um projeto mais humano, onde a clonagem foi realizada em mães separadas e vimos Kendall Malone como a mãe de Sarah/Helena.

Ambos os projetos durante todo tempo estavam sendo supervisionados por P. T. Westmoreland, afinal o cara estava mortinho da silva no papel e não poderia receber os créditos por isso. Entretando a audácia e a ambição sempre dominam o ser humano, o querer mais e agora usado sua pupila Rachel Duncan como um pequeno peão em seu grande tabuleiro ele espera obter a partir da pequena Kira e se possível dos filhos de Helena respostas para continuar vivendo, afinal aquelas terapias e tudo mais não são 100%, vimos que ele fazia uma espécie de drenagem dos rins naquela cena com as máquinas. Fica evidente que o domínio da evolução, da clonagem, do melhoramento genético são os objetivos imorais e poucos éticos de Westmoreland e que ele não vai medir esforços para continuar fazendo isso.

O cenário colocado até aqui é esse, e veremos através das descobertas de Cosima na Ilha. Dr. Moreau e das investigações de Sarah e Siobhan um pouco mais do que está por baixo de tudo isso até o series finale.

Enfim, não foi apenas a embuste Virginia que voltou, advogada louca Adele, irmã de Félix retornou a pedido de Siobhan que parece ter planos para todos pelo jeito, aparentemente algo muito importante precisa ser feito na Suíça e ficará por conta do personagem não interpretado pela Tati Maslany que mais amamos! <3

Félix & Adele nas boates, será que vai ser assim?

 

A pequena Kira começa a mostrar sinais que sabe como as pessoas tratam ela, mas ela vem caindo no conto da carrochinha e confiando minimamente em Rachel, foi dolorido ver ela com aquele corte e a Sarah sem saber o que fazer, ao menos ela não cortou aquele camundongo.

E não podia faltar, aquele encontro que todos estávamos esperando, Sarah e Helena, e foi emocionante, foi sincero e foi real, que lindo a relação que essas duas no meio de tudo isso desenvolveram, amo demais essa duas e espero muito que Helena tenha e proteja essas crianças.

Esse quarto episódio foi um bom episódio, com boas cenas, diálogos e momentos de felicidade para o fandom <3 e tristeza também. Próximo episódio teremos o retorno de Delphine Cornier, espero que para cenas com uma maior duração, quem sabe um pouquinho de Cophine? Sou Alice mesmo! Até a próxima pessoal.

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu