Posts Populares

Outlander – S03E06 – A. Malcolm

QUE HINO DE EPISÓDIO!

99,9999% dos fãs foram a loucura com esse episódio, incluindo euzinha aqui, mas vi por aí uma meia dúzia de pessoas dizendo que por mais que tenham gostado do episódio, esperavam mais. Eu, sinceramente, não vejo o que mais poderia ter nesse episódio, de verdade. Acho que algumas pessoas esperavam choro compulsivo, um certo desespero da parte dos dois e não foi assim que foi retratado o tão esperado reencontro de Claire e Jamie, após 20 anos sem se verem, creio que os autores acertaram em cheio na forma como eles se reencontaram, se reconheceram e foram se entregando novamente cada vez mais a esse grande amor. Quando Claire chega na gráfica que Jamie trabalha e se identifica, ele simplesmente não aguenta a emoção e desmaia e assim terminou o 3×05, nesse episódio vimos que após desmaiar, Claire corre até seu amado e quando ela toca seu rosto, ele chega a estremecer e fala para ela que sempre a via em seus sonhos ou quando delirava de febre porque ela era a força que ele precisava, mas ela nunca foi capaz de tocá-lo, mas agora ela garante ser real e poder tocá-lo. Achei isso de uma beleza tão singela, um simples toque que estamos tão acostumados no dia-a-dia era basicamente tudo o que Jamie precisava, a emoção dos dois se olhando, com os olhos marejados, na dificuldade de saber lidar um com o outro inicialmente após tanto tempo separados foi de uma beleza e delicadeza incrível, era como se nós conseguissemos sentir tudo que eles estavam passando naquele momento. Inclusive, aproveito para elogiar a atuação de Sam Heughan nesse momento inicial do reencontro, que conseguiu me passar exatamente todas as emoções pelo olhar, o olhar de incredulidade ao ver Claire e saber que ela era real, a emoção que não cabia em si, ele arrasou muito. Caitriona também foi incrível, mas digamos que por mais que eu ache os dois ótimos atores, dela eu já esperava porque estamos acompanhando a busca de Claire todo esse tempo, já Jamie acompanhamos todos os momentos sombrios que ele passou e, de repente, era como se um novo homem estivesse nascendo de novo em frente à sua amada. Mas, os dois juntos realmente é uma química, uma sintonia que atravessa a TV, que casalzão da porra, não me canso de dizer!
Quando ele pergunta a ela se pode beijá-la e o beijo é delicado, intenso e urgente ao mesmo tempo quando ela enlaça seus dedos no cabelo dele, quando ele coloca os óculos envergonhado porque não tem mais a antiga visão de falcão e ela revela que pintou o cabelo para ficar igual a última vez que ele a viu, quando ele diz que ela é linda para ele sempre e de qualquer jeito, ai ai… eu suspirava e sorria junto com eles do outro lado da tela.
Ah! Uma observação: eu achei uma graça o Jamie de óculos, tudo bem que aquele homem é lindo de qualquer jeito, mas com o óculos ficou tão fofinho xD
Achei muito lindinha a cena que Claire basicamente apresenta Brianna para Jamie através das fotos, explica pra ele o que é uma fotografia e ele fica lá conhecendo o pouco que pode conhecer da filha, o olhar perdido e depois se espanta quando vê Bree usando biquini fazendo com que Claire explique que em 1968 aquele tipo de vestimenta para ir à praia é normal. Teve também lá no quarto do hotel quando eles tinham acabado de transar e ela diz sexo ainda mais com eles dois é como andar de bicicleta e ele pergunta o que é bicicleta, tão inocente e tão esperto ao mesmo tempo rs. Eu adoro essas cenas que Claire mostra esse “novo mundo” pra Jamie, acho fofo ele igual a uma criancinha descobrindo e ela com o maior prazer explicando um pouco do seu mundo para ele.

E por falar em sexo, genteeeee… o que foram as cenas de sexo desses dois?! Ai que saudade que eu tava disso! ahahahah
Primeiro que eu achei maravilhoso o fato de terem praticamente uma nova versão da cena do episódio do casamento (1×08 – The Wedding), o jeito que eles estavam se redescobrindo era de uma forma completamente diferente, mas extremamente parecido. O olhar de admiração, de desejo, de amor de Jamie para Claire, a forma como eles se consumiram, as falas do Jamie para ela… AAAAH PLMDS! Quando ele olha pra ela nua e fala que ela é a mulher mais linda que ele já viu, quando ela pergunta a ele se ele a quer e ele responde já praticamente a devorando…SOS! E quando ela diz “Faça isso agora e não seja gentil” e o vuco vuco começa efetivamente? Gente, sério… QUE HINO! Se eu não soubesse que era ficção, eu juraria que aquilo ali tava acontecendo de verdade rs.
E o mais maravilhoso é que teve essa cena que eles estavam desesperados para se terem novamente e mais à frente quando eles transam novamente, é lentamente, apreciando um ao outro, sem desgrudar os olhos um do outro como se estivessem com medo de fechar os olhos e aquilo acabar. Não é o sexo pelo sexo, é pra mostrar justamente o que é a relação dos dois e para refletir cada momento deles, maravilhoso apenas.
Eu ri foi deles terem tido a segunda primeira vez deles num bordel onde claramente a cafetina ficou decepcionadíssima que aquele homem maravilhoso já tinha dona, porque deu pra ver no início do episódio que ela tava toda se querendo pra ele. E quando na café da manhã batem na porta e ele tipo “Volta depois porque tenho coisas muito importantes a fazer”, amoooo haahahahah. A cena engraçadíssima foi das prostitutas confundindo Claire como uma delas e ela tipo nem aí, mas até se engasgando com umas coisas que elas falavam, melhor pessoa claramente hahaha.
Uma coisa que achei muito bacana também foi que desde o início tanto Claire quanto Jamie se abriram quanto às suas vidas nesse tempo que estiveram separados e também quanto às suas vidas atuais. Jamie revelou que além de ser dono da gráfica, faz contrabando de bebidas alcóolicas e mesmo assim alguns poucos segredos tipo se ele ficou com muitas mulheres para saciar suas necessidades sexuais, a própria Claire diz que não tem pressa para tudo, ou seja, eles mesmos sabem que tem certos “segredos” que eles vão acabar tendo sim e não tem nada demais. Outra coisa que gostei de ver foi vermos um pouco da vida de Jamie antes de reencontrar Claire, as pessoas que ele convivia e tal e gostei muito de ver a chegada de Claire do ponto de vista dele, a mudança no olhar na hora que ele se dá conta que é ela, como ele se vira pra ela, quando ele a olha efetivamente, achei uma sacada muito boa da direção.

Um reencontro muito fofo, mas pena que durou pouco foi o de Claire com o Fergus já adulto né? No pouco que eu vi já percebi que o ator conseguiu captar a pureza do Fergus e fazer permanecer com ele por mais que ele tenha crescido. Espero ver mais dessa relação, não só dela com ele mas como do Jamie com ele também porque eles acabaram sendo pais do menino né? E tenho certeza que os autores terão o cuidado de mostrar isso nessa temporada.

Bom, a cena final do episódio é a Claire voltando pro quarto pra esperar Jamie voltar do trabalho e dando de cara com um homem vasculhando tudo e aparentemente procurando por algo de Jamie e quando ela o enfrenta ele vai pra cima dela com a intenção de estuprá-la e… termina o episódio! Eles adoram terminar episódios assim não é mesmo? Que raiva que me dá hahaha. Nem no início esses dois tem paz, os pobis, mas vamos lá porque vem babado pela frente! E vocês, o que acharam? O que esperam do futuro dessa “nova” relação de Jamie e Claire? Deixa seu comentário aí pra babar por esses dois juntinho comigo 😛

 

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu