11 de fevereiro de 2017
Panela Velha: Lost

Se nós não podemos viver juntos, vamos morrer sozinhos.”

Olá pessoas, olha só o que temos aqui, se não é um incrível e nostálgico Panela Velha LOST. Decidimos por trazer uma das mais grandiosas e marcantes séries que já tivemos a oportunidade de assistir e desfrutar das vastas teorias e loucuras que os episódios sempre nos propunham. Então, é com muito prazer que escrevo tudo aquilo que a série trouxe para nós e tentarei puxar na memória (pois faz bastante tempo que eu assisti) alguns fatos e quem sabe algumas teorias para debatermos… Então sem mais delongas, vamos começar. 😀

Lost é uma série de drama e ficção científica criada por Jeffrey Lieber, J.J Abrams e Damon Lindelof. O seu episódio piloto foi ao ar no dia 22 de setembro de 2004 na TV americana pela grandiosa ABC. Seu piloto foi um sucesso e logo a série se popularizou alcançando números estrondosos a cada episódio de sua primeira temporada. Seu piloto foi o episódio mais caro já produzido na televisão, saindo por volta dos 14 milhões de dólares, um investimento bem alto e promissor.

Contando a história de 48 sobreviventes de um acidente aéreo do voo 815 Oceanic Airlines, a série se passa basicamente em um cenário, que é a famigerada “ilha”. A série transita entre passado, presente e futuro, logo temos muitos flashbacks e flashforwards que em determinados momentos acabam se entrelaçando e construindo o caminho dos personagens. Apesar do numeroso elenco, temos os principais que futuramente acabam se revelando ser os ‘escolhidos’.

Jack Shephard: Jack é um neurocirurgião que habitava nos Estados Unidos e estava na Austrália para encontrar com seu pai Christian Shepard, até que o acidente aconteceu enquanto ele voltava para a América. Se portando como o “líder” do grupo de sobreviventes, Jack foi um elo forte para manter os sobreviventes inicialmente unidos, além disso, ele soube administrar vários acidentados, já que ele é um médico. Sua história na ilha se entrelaça com a de seu pai, pois ele estava desaparecido, e repentinamente após cair na ilha, Jack começa a ter várias ‘visões’ de seu pai na ilha, o que nos deixava bem confusos por não sabermos se isso se tratava de alucinações ou da realidade. Entretanto, seu pai havia morrido, e com isso o mistério em torno das visões de tornam ainda mais complexos.

 

Kate Austen: Kate é uma fugitiva, que por conta da tentativa de assassinato de Wayne, acaba sendo presa por denuncia de sua própria mãe. Enquanto ela estava sendo presa, ela acaba por matar Wayne (até então, padrasto de Kate), em um acidente de carro. Entretanto, ela caba descobrindo que Wayne na verdade era seu pai biológico. Vivendo como uma fugitiva, Kate viajava da Austrália para Los Angeles, quando o acidente ocorreu. Após Jack ajudar Kate com seus ferimentos, um laço forte entre ambos se inicia. Além disso, Kate foi uma das responsáveis por encontrar a mensagem de rádio de Danielle Rousseau, que logo mais seria encontrada e se juntaria aos sobreviventes e à trama. Kate na maioria das vezes sempre foi solidária e sabia muito bem como tomar atitudes agressivas em virtude do grupo.

 

Sayid Jarrah: Sayid é um oficial de comunicações da guarda republicana do Iraque e seguiu os passos de seu pai, que é ovacionado como herói. Ele foi capturado pelos americanos em sua base, já que era o único que falava inglês, e foi usado para torturar seu superior Tariq. Posteriormente Sayid ingressou na CIA, e estava trabalhando na Austrália, infiltrado em uma célula terrorista. Viajando para Los Angeles, Sayid acaba sendo mais uma vitima do acidente aéreo. No início, Sayid foi membro fundamental na ilha, devido aos seus conhecimentos militares. Sawyer o acusou pertinentemente de ser terrorista por conta de sua origem, mas após conseguir concertar o transceiver do avião caído, o grupo começa a não duvidar de suas habilidades. Ele foi o responsável por encontrar o sinal de rádio de Danielle Rousseau e posteriormente foi capturado e torturado pela própria.

 

Sawyer Ford: Sawyer é um golpista que teve sua vida arruinada curiosamente por outro golpista, que acaba matando seus pais. Em busca de vingança, Sawyer persegue sem sucesso esse homem, e acaba sendo preso.  Sawyer se aliou a Munson, que conseguiu sua liberdade com o dinheiro dele.  Em busca de vingança, Sawyer acaba matando um inocente na Austrália, e coincidentemente teve o incentivo do pai de Jack (pouco antes de sua morte) para isso. Após ser preso novamente, Sawyer estava sendo deportado de Sydney no voo 815. Sawyer na ilha se mostrou ser alguém arrogante, individualista e de pouca confiança, mas com o tempo e com os eventos decorrentes, Jack e Hurley foram se aproximando dele. Antes disso, desavenças, principalmente com Sayid eram corriqueiras.

 

Sun Kwon: Uma pacifica dona de casa, que se apaixonou e casou com Jin Kwon, contratado pelo seu pai para trabalhar em sua empresa. Sun aprendeu inglês antes de ir para Austrália com Jin a negócios, e logo depois, ambos embarcam no voo 815 para Los Angeles. Já na ilha, o casal só se comunicava em coreano, mas Sun ocultava seu conhecimento na língua inglesa, e após a descoberta, Jin se distanciou dela. Ela foi de grande importância para a sobrevivência do grupo, já que possuía habilidades e conhecimentos medicinais e naturais. Ela criou a famosa plantação de vegetais, e cuidava veemente dela. Ao final da série, uma enorme dúvida surgiu com relação aos números e aos escolhidos, já que nós ainda não sabíamos se o último escolhido que faltava era Sun ou Jin.

 

 

Hurley Reyes: Hugo Hurley é um latino que residia em Los Angeles. Sofrendo de problemas psicológicos causados pelo seu peso, Hurley chegou a ser internado em uma clínica. Após sair de lá, ele acabou jogando na loteria, apostando nos números que ouviu de um dos pacientes da clinica (incansavelmente), 4,8,15,16,23,42. Hurley acreditava que esses números eram amaldiçoados, pois todos que estavam a sua volta estavam em uma onda de má sorte, enquanto ele só lucrava. “Quando Hurley retornou ao hospital para descobrir a origem dos “números”, o paciente que descobriu, Leonard, relevou que ele os ouviu enquanto trabalhava com um oficial naval chamado Sam Toomey. Os dois haviam ouvido os números quando monitoravam os sinais de radio do Oceano Pacífico . Hurley viajou até a casa de Toomey na Austrália , encontrando somente sua esposa, e que Sam também dizia que os números eram amaldiçoados, e acabou por se matar para finalmente se livrar deles. Hurley estava no voo 815 da Oceanic quando retornava de sua visita, apesar dos vários acidentes que aconteceram e que quase o fizeram perder a viagem, pois não queria perder o aniversário de sua mãe. Hurley, então, passou a acreditar que o acidente fora culpa sua.” (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hugo_%22Hurley%22_Reyes). Na ilha, Hurley sempre se mostrou atencioso, e sempre se deu bem com todos ali. Aproximou-se rapidamente de Charlie e Jack, mas sempre que algo ruim ocorria, como a morte de Artz, Hurley se culpava por isso.

 

Além desses personagens, temos outros que também foram importantes para a trama da série, como a já citada Danielle Rousseau, uma cientista, que acaba ficando presa na ilha por supostamente mais de 16 anos. Charlie Pace, um dos sobreviventes do voo, que era um astro do rock e acaba sendo peça fundamental na escotilha encontrada. Jin Kwon, que sobreviveu até o final junto a sua esposa Sun, e supostamente era um dos escolhidos, Michael Dawson, que consegue juntamente com seu filho, escapar da ilha por um barco dado pelos outros e John Locke, um misterioso homem cadeirante que ‘milagrosamente’ é curado após o acidente do voo 815. Ele teve papel fundamental no descobrimento dos “outros” e da famosa ‘fumaça negra’, que acaba o possuindo e o tornando uma má pessoa.

Durante as três primeiras temporadas, pouco se sabe sobre a ilha, mas aos poucos alguns mistérios vão se revelando. ‘Monstros’ (ursos polares), a fumaça negra, e aparições são alguns mistérios que a ilha carrega, mas, além disso, a presença de um grande grupo de pessoas traz perigo para os sobreviventes do voo. Os outros, ou “Hostis” é um grupo muito antigo, e não se sabe exatamente como esse grupo surgiu na ilha. O seu ‘líder’ é Benjamin Linus, mas o mesmo recebe ordens de Jacob e Richard Alpert, dois homens que aparentam ser imortais devido à presença de algo na ilha. Jacob já habitava a ilha quando Richard chegou lá através de um naufrágio. Ambos implementaram a roda do tempo (que para mim seria o precursor do caos atemporal causado na ilha, tanto para aqueles que entram, quando para os que saem, e possivelmente esses mesmos eventos afetariam as pessoas próximas daqueles que chegavam a ilha). Posteriormente eles acabam não se tornando mais antagonistas, mas suas atitudes hostis ainda são um mistério, principalmente para o grupo do voo 815.

Os outros se ligam aos misteriosos através da ‘Iniciativa DHARMA’, da qual através de pesquisas sobre o tempo da auto extinção humana, foi encontrado os números 4,8,15,16,23,42. Essa mesma iniciativa, supostamente foi a precursora da exploração da ilha, e todos os laboratórios e escotilhas lá pertenciam a esse programa. Provavelmente essa instituição, foi até a ilha para estudar a origem dos “poderes” que a ilha oferece.

Não se sabe ao certo a quantidade de estações/escotilhas a ilha possui, mas foi constatado que pode haver mais de 7 estações, sendo elas CISNE, FLECHA, CAJADO, PÉROLA, CHAMA, TEMPESTADE, ORQUÍDEA, CENTRO DE SEGURANÇA, HIDRA, ESPELHO e POSTE DE LUZ (Sendo as estações HIDRA e ESPELHO em outra ilha e a POSTE DE LUZ em Los Angeles).

Agora passando para especulações e teorias, vamos logo descartando que todos eles estavam mortos desde o inicio não é mesmo? Até porquê o próprio J.J Abrams já desmitificou isso. Mas é curioso e muito complexo a questão que a série aborda. Vamos propor que a ilha possua algo que modifique as pessoas, seria algo radioativo ou que ainda fique dentro das leis da física? Isso eu não posso responder, mas haveria algo capaz de fazer isso? Já li sobre campos magnéticos e que a ilha seria o centro de um deles, mas não creio que isso faça tanto sentido assim. A questão é, a ilha possui de fato, algo que distorce a linha do tempo, e a quinta temporada da série é uma prova desses eventos, já que conta a narrativa em diferentes perspectivas e épocas. Deem uma olhada nesse apanhado que o pessoal do site Lostpedia (http://pt.lostpedia.wikia.com/wiki/LOST/A_Hist%C3%B3ria) fez sobre essa cronologia.

1ª Mudança – 1995 – 1999

2ª Mudança – Após 1 de dezembro de 2007

3ª Mudança – 2001 – 2004

4ª Mudança – 1954
5ª Mudança                 – 1º NOV/2004
6ª Mudança – ???
7ª Mudança                – 17 NOV/1988
8ª Mudança – 1988
9ª Mudança – ???
10ª Mudança – ???
11ª Mudança – ???
12ª Mudança – ???
13ª Mudança                – Antes de 1974
14ª Mudança – Muito no Passado

É nesse momento em que supostamente os escolhidos estão fora da ilha, e com isso confunde-se em achar que eles de fato saíram da ilha, sendo que na mudança do tempo, eles somente “ainda” não estavam lá, mas devido a essa conexão causada pela própria ilha, eles se lembram de tudo que ocorre/ocorreu.

Uma coisa que incomoda muita gente até hoje, é o final de Lost. A série terminou sem explicação? Eu particularmente acho esse final muito subjetivo, deixando aberto várias interpretações, mas descarto que ‘todos estavam mortos o tempo todo’. O que intriga é ver Jack ensanguentado acordando como no começo da série, junto dele, Vincent o cãozinho, também aparece. 

Bom, a série tem muito mais do que isso, e é bem mais complexa. Tentei resumir aqui os principais fatos (e os que eu me recordo kk) e passar para vocês questionamentos do que é certo e errado em toda a trama de Lost. Gostaria muito de ler o que vocês acham sobre a série, sobre os eventos ocorridos e sobre esse final que eu até hoje não tenho uma opinião totalmente concreta. Lost foi um marco para a televisão americana e rapidamente se tornou um sucesso estrondoso pelo mundo, conquistando uma legião de fãs e admiradores. Além disso, a série moldou bastante padrões de outras séries, e rapidamente o termo ‘ficção cientifica’ cresceu no meio das séries de TV, sem contar na presença de flashbacks e flashforwords.

Deixo aqui também a página com o principal artigo da série, contendo inúmeras informações a mais. http://pt.lostpedia.wikia.com/wiki/LOST/A_Hist%C3%B3ria

Agradeço a todos que leram e curtiram o nosso Panela Velha LOST. Comentem ai suas teorias e informações que podem ser acrescentadas aqui nesse post. Obrigado pela atenção pessoal, nos vemos na próxima.

 

 

 

 

 

 

Ricardo Souza
Ricardo Souza

Hello, it's me... Rick, a pessoa que vos escreve com capricho e zelo (talvez sim, talvez não, nunca saberão). Estudante, aspirante e perseverante (esse ultimo adjetivo foi só para rimar). Ama escrever, e por consequência é estudante de Letras/Libras. Aqui no Panelas faz de tudo um pouco, séries, realitys e premiações.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: