Posts Populares

Panelaço: As Melhores Blind Auditions do The Voice AU

As audições mais marcantes de cada temporada do TVAU.

A franquia australiana do The Voice nunca decepciona quanto no quesito de audições marcantes. A característica mais marcante nas audições do programa é principalmente os timbres mais peculiares associados com audições sempre emocionais que ficaram em nossas lembranças por conta de tamanha originalidade e conexão com o que se canta. É muito difícil, mas muito mesmo, definir uma melhor audição de cada temporada, sendo que cada temporada uma blind audition nos chama atenção por um motivo diferente, seja pela potência vocal, timbre lindo ou emoção na performance, mas mesmo sabendo do meu árduo trabalho para selecionar as performances, eu resolvi escolher as audições que mais me marcaram em cada temporada.

Espero muito que vocês amem essa seleção tão quanto eu, garanto que será uma seleção regada de emoção e candidatos brilhantes que já passaram pelo TVAU. Então é isso, galera, abram seu coração e venham curtir nosso panelaço musical com o nosso top 6 que está recheado de performances maravilhosas <3.

6º lugar – Robbie Balmer: “I Can’t Make You Love Me” by Bonnie Raitt (Season 3)

Na primeira frase que o Robbie cantou, nossa eu me arrepiei todo, passou tanta emoção e verdade que foi impossível não se emocionar com tanta doçura e ao mesmo tempo associado com aquilo que muitos chamam de lágrima na voz. A minha reação foi igual a do Joel misturada com a de Kelly, uma mistura de surpresa com emoção e a escolha da música foi muito maravilhosa, principalmente naquele momento eu só tinha ouvido vários covers seguindo o estilo da Adele e quando o Robbie me trouxe essa versão tão suave e intimista, eu simplesmente me apaixonei loucamente por essa canção.  O Robbie tem uma voz tão angelical e um jeito tão introspectivo que fica impossível não torcer por ele de cara, eu mesmo torcia fortemente por ele e Sabrina Batshon na terceira temporada, uma pena que ambos ficaram na semifinal. Talvez na lista essa seja a performance que mais causará dúvidas, uma vez que ela é a única que não virou quatro cadeiras, mas não sei vocês, mas amo tanto essa performance que seria impossível eu não exaltá-la nesse panelaço <3.

5 º lugar – Celia Pavey: “Scarborough Fair Canticle” by Simon & Garfunkel (Season 2)

Falando de voz angelical, aqui temos essa moça de um timbre espetacularmente lindo. Apesar da Celia ter falhado em alguns trechos da música, por conta do seu evidente nervosismo, ela ainda assim conseguiu ser tão maravilhosa que conseguiu virar as quatro cadeiras. Impressionante que uma performance tão simples, consegue ser tão autêntica e marcante, a Celia é tão maravilhosa que precisa apenas de sua voz e um violão para impressionar. Por essa performance já viamos o quão talentosa era a Celia, mas o melhor é que no programa ela ia conseguindo se superar a cada fase do programa e assim conseguiu conquistar os australianos e chegar na final do programa, mas injustamente nossa princesinha indie injustamente ficou no terceiro lugar de uma temporada onde quem mais brilhou e reinou com muita autenticidade foi ela.

4º lugar – Sarah Stone: “Autumn” by Paolo Nutini  (Season 6)

Sabe quando você já começa a se emocionar só com a história do candidato e então na audição você se vê extremamente emocionado e envolvido com o act? Com a Sarah foi assim, ela tem uma história de vida muito dolorosa, uma vez que ela precisou lidar durante anos e ainda lida com o desaparecimento de sua mãe. Assim, quem viu sua audição completa já começa a ver sua apresentação bem comovido, então quando ela começou a cantar de forma tão intimista e emocional, foi aí que o meu coração não aguentou e me vi extremamente emocionado com cada verso que por ela era cantado. Ela tem um timbre lindo, tão limpo e dona de uma dicção impecável, as quebradinhas na sua voz durante a música, só serviu para dá ainda mais emoção a música. Detalhe quando ela canta ‘My little fish dont cry, my little fish dont cry’, nossa nessa parte eu sentir uma carga emocional tão forte e uma vontade de ir lá e abraçá-la, porque eu sentir em sua voz tanta dor, emoção e verdade que dificilmente se ver em performances. Como a temporada só está começando, tenho forte expectativas na Sarah e tirando já por sua audição, sinto que vem muita coisa boa por aí.

3º lugar – Alfie Arcuri – “Scars” by James Bay (Season 5)

Dono de um timbre forte e lindo, Alfie não podia ter escolhido música melhor para sua audição. A audição do Alfie é marcante por conta do seu belo timbre e toda a emoção que ele transmitiu enquanto cantava, a música já tem uma letra tão melódica que combinou perfeitamente com o timbre meloso do Alfie. O que sempre gostei no Alfie é o quanto ele soava emocional nas suas performances, sempre conectado e entregue em todas suas performances, associado com um timbre tão lindo e forte, era a mistura perfeita para um act fazer sucesso no programa. Com essa blind audition, ele já começou o programa como favorito e permaneceu favorito durante todo o programa, tanto que ele não só virou quatro cadeiras, como também foi aplaudido de pé por todos os coaches. Um ponto que é importante ressaltar, que Alfie não tem um alcance vocal tão alto, mas por ele ter um belo timbre e conectado com o que canta, ele acaba nos ganhando pela emoção.

2º lugar – Amber Nicole – “Strong” by London Grammar  (Season 4)

O primeiro grande acerto dessa audição já começa na escolha dessa música tão maravilhosa e com uma carga emocional tão forte. A  Amber inicialmente trouxe bastante suavidade a canção, mas aos poucos que a música ia passando, ia evoluindo e mostrando mais força no que cantava. Essa performance me pegou mais pela emoção e conexão que Amber mostrava enquanto cantava, ela soube muito bem misturar suavidade e força em sua performance, deixando a canção ainda mais intensa do que já é. Outra coisa que amo é esse estilo todo alternativo visualmente da Amber, o que aliás casa muito bem com o seu estilo musical também alternativo. A única coisa que me chateia é que por conta dessa excelência de audição, ela não conseguiu superar ou ao menos chegar perto dessa sua primeira performance no reality, sua trajetória no programa acabou ficando apenas na promessa mesmo. Talvez sua gravidez durante o programa tenha atrapalhado-a, mas ainda assim ela conseguiu chegar até a terceira semana dos lives, com uma trajetória bem abaixo do que todos esperavam dela.

1º lugar – Karise Eden – “It’s a Man’s Man’s Man’s World” by James Brown (Season 1)

Essa não é somente a melhor blind audition do the voice australiano, mas também uma das melhores entre todas as franquias! Foram apenas 15 segundos para simplesmente essa mulher virar as quatro cadeiras, só a introdução da música já percebia tamanha potência vocal e o quanto seu timbre rasgado era tão lindo e incomum. Karise foi aquele caso que já subiu no palco destinada a vencer, com essa audição e lógico também pela sua trajetória no programa, não tinha como qualquer outro candidato superá-la e olha que nessa mesma temporada tinha muita gente talentosa. Sua audição foi poderosa, ela parecia não cantar e sim fazer um discurso poderoso que só podia ser dito por alguém tão poderosa como ela. Essa música tem mil covers e vários maravilhosos, mas Karise com certeza é um dos covers mais marcantes que tem, nossa esse timbre dela é absurdamente incrível, tem uma rouquidão e potência vocal que me deixa admirado enquanto vejo ela cantar. Por esses motivos e outros vários, a poderosa Karise venceu a primeira temporada e é o nosso primeiro lugar da melhor blind audition do The Voice AU!

MENÇÃO HONROSA

Jessie J & Claire Howell – “Who You Are” by Jessie J (Season 5)

Minha menção honrosa fica por conta desse dueto maravilhoso que aconteceu durante a blind audition da Claire Howell. Ela foi bastante ousada escolhendo um dos maiores sucessos da coach Jessie J e simplesmente detonou com a música, arrancando elogios de todos e principalmente da dona da música, que aliás ainda quis simplesmente cantar com ela a mesma música. O dueto entre elas foi improvisado, mas foi de uma entrega e qualidade que faz a gente suspirar vê-las ali no palco de tão entregue. Todos sabemos que Jessie é simplesmente uma das cantoras mais poderosas da atualidade e cantar de igual pra ela é tarefa para poucos, mas nossa queridinha Claire não se intimidou e fez mais que bonito no dueto, com muita força e potência vocal, ela simplesmente arrasou ao lado da sua coach. Uma pena que injustamente a Jessie J deixou a Claire ir embora tão cedo, ainda nas battles, mas para nossa felicidade ela retornou ao programa nessa temporada fazendo parte do team Delta, já espero mais pisões dela nesse nível, já que sua última audição ela optou por uma performance mais controlada vocalmente.

Pessoal, o panelaço fica por aqui. Espero que vocês tenham curtido todas as 7 escolhas e que tenha representado muito bem toda a qualidade e diferencial que a franquia australiana tem. Todas as performances tenho um certo apego, ficaram guardadas em minha cabeça por conta de ter sido tão belas, fortes e emocionais, que impossível não relembrar com tanta saudade de performances tão especiais como essas. Então é isso, fico por aqui e agradeço desde já a todos que vieram prestigiar essa review e como sempre, estejam a vontade a comentar aqui embaixo sobre o que achou do nosso top 6 e a menção honrosa, seus comentários serão sempre bem vindos! Até uma próxima, abraços!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

  • Daniel Melo

    Robbie who?

    • Michel Araujo

      Robbie Balmer, semifinalista da season 3 do TVAU 😀

  • Ricardo F.

    Nunca achei o Alfie grande coisa mas enfim… Karise e Célia são minhas favoritas e acrescentaria Luke Kennedy, Kelsie Rimmer (que GRAÇAS A DEUS voltou), Andrew Loadsman, Rachael Leahcar e Anna Weatherup

    • Michel Araújo

      Amo muito Andrew, mas acho que ele teve performance muito melhores do que a blind que já foi maravilhosa.

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu