Duvido você não refletir com esse post!

Não é de hoje que muitos de nós brasileiros, que possuímos ao menos um pouco de noção de inglês, seriadores ou não, nos indagamos com a tradução das séries aqui em nosso território, seja a legenda, a dublagem ou até mesmo os títulos dados àquelas que são transmitidas pelos canais nacionais, principalmente os abertos. Então a nossa proposta hoje é trazer para vocês uma lista com alguns títulos escolhidos para as a transmissão das séries aqui no Brasil.

 

6. O.C.: Um Estranho no Paraíso

Título Original: The O.C.

Tradução: O O.C.

Sinopse: Há alguns anos atrás, um adolescente com todas as chances de se perder na vida invade a privilegiada comunidade de Newport Beach, na Califórnia, e descobre que as famílias do Condado de Orange County (por isso O.C.) são tão condicionadas a viver em sua própria comunidade, quanto no bairro de Chino, onde aprendeu tudo o que sabe do mundo.Muitas coisas mudaram para as famílias e amigos, que aprenderam a conviver com Ryan. E ele já não é mais um estranho no paraíso, mas um homem dentro de um mundo de privilégios, que ainda lhe parece uma ilusão. Mas Ryan sabe muito bem das vidas divididas e dos sogredos escondidos atrás das grandes que cercam os belos jardins e das quadras de tênis.

Tínhamos títulos piores, mas resolvemos trazer este por ser um caso muito comum na televisão aberta brasileira: a utilização de subtítulos. A alteração feita no título original da série The O.C. é algo tão normal que muitas outras séries, também transmitidas aqui, acabaram tendo o mesmo destino como Breaking Bad: A química do mal, Smallville: As aventuras do Super Boy, Gossip Girl: A Garota do Blog Gilmore Girls: Tal mãe, tal filha, Nikita: O Perigo Nunca foi Tão Sedutor, Alf, o ETeimoso, One Tree Hill: Lances da Vida, entre outros.

Não há nenhum estranho em nenhum paraíso, The O.C., série original da FOX,  foi exibida pela SBT entre os anos de 2004 e 2009.

 

 5. Três é Demais

Título Original: Full House

Tradução: Casa Cheia

Sinopse: Danny está viúvo e precisa de toda a ajuda que puder encontrar para criar suas três filhas pequenas: D.J., Stephanie e Michelle. Para isso, ele conta com o apoio de seu melhor amigo, Joey, e de seu cunhado Jesse. Assim começa uma das séries de comédia mais bem sucedidas da televisão, a qual lançou no mapa de Hollywood muitos atores que dela participaram. A partir da segunda temporada, conhecemos Rebecca, que se torna uma personagem regular na série e, mais tarde, casa-se com Jesse. Os filhos gêmeos do casal, Nicky e Alex, também aumentam o tamanho da família alguns anos depois. Outros personagens que se destacaram ao longo das oito temporadas de Três é Demais foram Kimmy e Steve, respectivamente a melhor amiga e o namorado de D.J. Três é Demais teve episódios inéditos exibidos na televisão americana entre 1987 e 1995.

Assim como outras séries, Três é Demais marcou a televisão brasileira como sendo uma das produções televisivas originalmente internacionais que mais fizeram sucesso, e logo eu que mal sabia que o titulo original viria a ser Full House (Casa Cheia). Mas por qual motivo fazer alusão a três ser demais, se casa cheia iria dar a entender a mesma coisa? Engraçado é que fica até estranho imaginar séries assim, após ser tão conhecidas, com um nome diferente. É uma sensação confusa, vai saber né.

 

 4. Um Maluco no Pedaço

Título Original: The Fresh Prince of Bel-Air

Tradução: O Novo Príncipe de Bel-Air

Um Maluco no Pedaço foi a série de comédia dos anos 90 que colocou Will Smith no mapa de Hollywood. O personagem Will Smith (que leva o mesmo nome do ator) vem de um bairro da periferia da Filadélfia para morar com seus parentes mais abastados de Los Angeles, em busca de melhores condições de educação. No começo, Will tem dificuldades para se adaptar ao estilo de vida do elegante e luxuoso bairro de Bel Air, e passa a entrar em várias confusões durante toda a série. Com o tempo, Will se integra totalmente na família Banks, apesar das diferenças que existem entre eles. A família Banks conta com sua prima Hilary, uma garota bonita, mas não muito inteligente e um tanto mimada; o primo Carlton, com quem vive brigando, mas que termina sempre se mostrando um grande amigo; a prima mais nova Ashley; e os tios Phil e Vivian, que sempre precisam ter uma dose extra de paciência para lidar com as trapalhadas de Will. A série chegou ao seu fim com seis temporadas e 148 episódios, recebendo muito reconhecimento crítico durante sua exibição, dentre eles uma nomeação ao Emmy.

É engraçado demais falar sobre um título tão icônico como esse, tratando-se ainda mais da série que lançou Will Smith para o mundo. Acho que no fim das contas Um Maluco no Pedaço caiu tão bem que é até difícil falar usando o original, porém não dava para deixar a série de fora. Inclusive tive a mesma queda ao saber que o nome da série S.O.S. Malibu, exibida pela Globo, que na verdade chama-se Baywatch (Vigília da Baía). Creio que em alguns casos, incluindo o 4º lugar deste panelaço, seus títulos brasileiros acabam caindo melhor que suas traduções, no entanto, continuam bastante distintos.

 

3. Arnold

Título original: Diff’rent Strokes

Tradução: Caminhos Diferentes

Sinopse: O rico e viúvo senhor Drummond vive com sua filha adolescente, Kimberly, em Manhattan. Há pouco tempo contratou a espontânea Sra. Garret como sua empregada, para substituir a recém falecida Sra. Jackson. Esta, também viúva, pouco antes de falecer, confia ao bom Sr. Drummond a criação de seus filhos. Assim chegam à sua bela casa o pequeno e irreverente Arnold, de oito anos, e seu arredio irmão Willis, de 12. Em meio a engraçadas situações até então inusitadas para garotos negros e pobres, Sr. Drummond tenta conquistar a confiança deles.

Que queda! Eu amava assistir essa série no SBT. Imagina saber que o verdadeiro nome dela é Diff’rent Strokes/Caminhos Diferentes? Acho que neste caso, o pior choque é saber que o nome original é tão distinto, sendo que Arnold é um título tão acessível. Porém o título original do seriado deriva do ditado popular “Different strokes for different folks.”, que traduzindo fica “Caminhos diferentes para pessoas diferentes” ou “Cada um segue o seu caminho.” Mas vai saber né, a série é datada do fim da década de 70.

 

2. Fronteiras

Título Original: Fringe

Tradução: À Margem

Sinopse: Os agentes do FBI Olivia Dunham e John Scott são chamados para investigar o caso de um avião que pousou no aeroporto de Boston com todos os seus passageiros e tripulação mortos de forma terrível. John quase morre durante a investigação e Olivia, desesperada, procura alguém que possa ajudá-la a resolver o caso. Parece que o brilhante Dr. Walter Bishop seria a pessoa certa para recorrer. Mas ele esteve numa instituição psiquiátrica durante os últimos 20 anos e a única maneira de interrogá-lo é através do seu filho, Peter Bishop, quem ele não vê há muito tempo. A investigação de Olivia acaba envolvendo diversos outros agentes do FBI e todos estão prestes a descobrir que o que aconteceu no vôo 627 é apenas a pequena parte de uma verdade muito mais chocante.

Quem tem fronteira é país! Sinceramente, não sei aonde vai a mente dessa galera que pensa nos títulos das séries. Fringe sofre daquele mal de não haver necessidade de traduzir, sabe? O nome já é bem característico e nos remete ao seriado, mesmo que haja “fronteiras” entre os dois mundos. Porém, é aquele velho ditado, vamo fazer o que né?

 

1. Tudo por um Gato

Título Original: Caroline in the City

Tradução: Caroline na cidade

Sinopse: Série de TV no frmato de uma comédia de costumes centrada na figura de Caroline Duffy, uma jovem solteira, muito ocupada que está em constante luta com sua vida amorosa. Ela é cartunista e mora no bairro de Tribeca, na cidade de Nova Iorque. Autora de uma tira cômica em quadrinhos, inspirada em sua vida, chamada Caroline in the City.

Eu nunca nem ouvi falar nessa série, mas fiquei passado com o favor que prestaram de derrotar o título dela. Você meio que fica confuso, seria a vida da mulher centrada em fazer tudo pelo seu gato de estimação, ou todo o sacrifício para arrumar um boy magia? Às vezes é difícil entender essa gente. Caroline in the City foi exibida no canal Multishow.

 

Menção Honrosa: Lições de um Crime

Título Original: How to Get Away with Murder

Tradução: Como Escapar de um Assassinato

Sinopse: How to Get Away with Murder é um eletrizante thriller de suspense, da produtora Shonda Rhimes (de Grey’s Anatomy e Scandal), sobre um grupo de ambiciosos estudantes de Direito e sua brilhante e misteriosa professora de defesa criminal, que se vê envolvida em uma trama de assassinato que vai agitar toda a universidade e mudar o curso de suas vidas.

Com sua chegada à televisão aberta brasileira, HTGAWM não poderia ficar de fora da nossa lista, sendo que a repercussão de sua tradução foi o que mais nos motivou a montar esse post para vocês. Confira nossas reviews da série clicando AQUI.

 

E com isso, sintetizamos um pouco da capacidade da produção em traduzir essas séries aqui no Brasil. Inclusive boatos que um canal da tv aberta está negociando transmitir o seriado da MTV estadunidense, Scream, e o título será Berro. Vocês duvidam? No mais, aproveito para convidá-los a comentarem o que acharam do nosso panelaço, e compartilharem conosco quais títulos faltaram na nossa lista. Até a próxima!

Antonio Netto
Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.
Deixe-nos um comentário!
  • Eduardo

    “Lições de um crime” até que tem uma certa “lógica”, mesmo com a Globo primando pelos títulos – “Barrados No Baile” (Beverly Hills 90210), “Deloucacia de Polícia” (The Last Precinct), “Dama de Ouro” (Lady Blue), “Primo Cruzado” (Perfect Strangers), “Na Mira Do Tira” (Sledge Hammer!), “Caras&Caretas” (Family Ties), “Tiro Certo” (Hunter)…. a única adaptação que funcionou foi “As Panteras” (Charlie’s Angels).
    O pior título ever é “Longe dos olhos, perto do coração” (Too Close For Comfort), enlatado que passava na Band.

    Mas ok, a lista é subjetiva, e valeu pelo post =D

%d blogueiros gostam disto: