30 de dezembro de 2015
Panelaço: Os Melhores Filmes de 2015

Porque é sempre bom relembrar de coisas boas

Fim de ano é tempo de:
( ) Curtir o natal com a família
( ) Pular as sete ondas no revéillon
( ) Se arrepender do que não fez
(x) Fazer lista de melhores do ano

Já que qualquer opção que não seja a última está definitivamente incorreta, com essa premissa, eu e alguns companheiros do blog montamos nossas listas de melhores filmes que estrearam em circuito comercial nacional (cinemas ou VOD) e chegamos a um top 6. Não foi fácil e houveram cortes dolorosos, mas a lista final está bem digna, então nada melhor que falar logo quais são os seis filmes escolhidos por nós como os melhores de 2015. Eis a lista:

6º – A Teoria de Tudo (The Theory of Everything), dirigido por James Marsh

A teoria de tudo

Quem diria que um filme sobre Stephen Hawking traria à tona um dos melhores romances dessa década? Mesmo sem esquecer de falar sobre o cientista em si, o filme foca na ótima química entre os protagonistas para retratar a beleza do relacionamento de apoio e compreensão mútuas do casal, isso sem falar que o longa tem uma capacidade enorme de cativar o espectador o mais rápido possível. Simples e fascinante, essa lista já começa com o nível altíssimo.

Trailer:

5º – Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina), dirigido por Alex Garland

Ex Machina

Todos nós já refletimos em algum momento sobre até que ponto a tecnologia pode chegar, seja para o bem ou para o mal. Partindo desse princípio, Ex-Machina: Instinto Artificial se desenvolve a partir de um teste envolvendo um andróide com inteligência e levanta várias questões sobre o mundo apenas com essa premissa. Paranóico, complexo, inteligente e envolvente, o filme é capaz de agradar tanto ao público-médio quanto aos cinéfilos mais carrancudos e com certeza fará todos refletirem sobre tudo aquilo que viram por um bom tempo. Uma obra fantástica que não poderia faltar aqui.

Trailer:

4º – Que Horas Ela Volta? (Que Horas Ela Volta?), dirigido por Anna Muylaert

Que Horas Ela Volta

O brasileiro tem uma mania muito prejudicial de apenas prestigiar aquilo que vem de fora. Filmes, séries, livros, músicas, entre outras coisas. É particularmente difícil ver o brasileiro valorizar aquilo que vem de sua própria terra. Felizmente, Que Horas Ela Volta? é uma exceção a essa regra, pois tanto o público quanto a crítica aplaudiram o que esse filme fez. Mostrando uma realidade do país de maneira simples, mas inteligente, o que vemos aqui é um perfeito exemplar do que acontece quando o Cinema decide-se despir de estereótipos para apresentar um trabalho sincero e tocante e nos fazer refletir sobre o que vemos no nosso dia-a-dia. Regina Casé está sublime com sua Val e só precisa de um olhar ou uma palavra pra nos emocionar completamente. Um filme obrigatório em qualquer lista de fim de ano e é claro que teria que figurar neste panelaço.

Trailer:

3° – Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road), dirigido por George Miller

Mad Max

Após 30 anos sem nenhum novo exemplar (embora houvesse o interesse), George Miller finalmente conseguiu revisitar o cenário pós-apocalíptico de Mad Max e o faz da melhor maneira possível. Mesmo com vários problemas durante o processo de produção, o que vemos em tela é um trabalho admirável em qualquer aspecto. Das cenas de ação grandiosamente brilhantes ao roteiro acessível e inteligente, Mad Max: Estrada da Fúria é o que todo e qualquer filme de ação que se preze pretende ser: uma obra tensa, densa, empolgante e insana. Quer dizer, quando alguém consegue colocar um cara que toca uma guitarra que jorra fogo em seu filme e fazer isso funcionar sem o menor problema, acho que esse alguém está indo para o lugar certo, né não? Não é à toa que esse filme está chamando muito a atenção durante essa temporada de premiações e não é por pouco que ele garante o bronze deste top.

Trailer:

2º – Perdido Em Marte (The Martian), dirigido por Ridley Scott

Perdido Em Marte

Se Náufrago tivesse um filho com Gravidade, esse filho seria Perdido Em Marte. Mas, ao contrário dos pais, ele não seria sério e sim bem humorado e antenado com a cultura nerd e pop atual. Depois disso, eu ainda preciso falar algo pra convencê-lo de assistir ao filme e de justificar a sua posição aqui? Pois bem. Além do trunfo de ser bem humorado (humor que o longa usa a seu favor para humanizar os personagens), o roteiro de Perdido Em Marte se preocupa também em transmitir de maneira crível a urgência e os perigos da situação de Watney em Marte, fazendo com que o filme mescle o drama e a “comédia” na medida certa para explorar o melhor de cada e oferecer o melhor da combinação dos dois. Damon está em seu melhor papel em vários anos e Scott também tem a sua melhor direção desde Blade Runner! Ao ressuscitar o lado cômico de sci-fis, a presença de Perdido Em Marte nessa lista se faz obrigatória.

Trailer:

1º – Divertida Mente (Inside Out), dirigido por Pete Docter e Ronaldo Del Carmen

Inside Mente

Desde seu início no Cinema, os estúdios Pixar entregaram obras de aclamação universal como a trilogia Toy Story, Procurando Nemo e Wall-E. No entanto, desde 2009 nenhuma das produções do estúdio havia conseguido tal sucesso novamente. Eis que, esse ano, ela finalmente consegue agradar novamente às massas e aos públicos mais seletivos com Divertida Mente, e o resultado que vemos aqui é um dos filmes mais belos que eu já vi na vida. Com um roteiro inteligente e impecável em todos os seus detalhes, a animação obtém sucesso em tudo aquilo que almeja. Quando quer fazer rir, o faz muito bem. Quando quer mostrar uma boa sacada e/ou referência, o faz tão rapidamente que aposto que até hoje eu não percebi todas. Porém, é quando quer emocionar que a obra encontra o seu maior sucesso. Nos fazendo refletir sobre o quão doloroso é amadurecer, Divertida Mente tem algumas das sequências mais tristes e tocantes do ano, mas não as coloca em tela de maneira pobre ou fácil, apenas com o objetivo de arrancar lágrimas do espectador, e sim de forma bem pensada e calculada, que serve à narrativa, a ponto de amolecer o coração até daqueles que não possuem um (ou seja, eu). O ouro dessa lista não poderia ter um dono melhor.

Trailer:

Essa foi o panelaço sobre os melhores filmes do ano. Alguns como Phoenix, Birdman, Star Wars: O Despertar da Força e Dois Dias, Uma Noite foram bem citados, mas não conseguiram um lugar na lista. Mas agora é com vocês, concordam com essa lista? Mudariam a ordem? Trocaria algum filme? Comentem e nos diga sua opinião. Por ora é isso, e fiquem ligados no blog que dia 09 de janeiro tem as previsões sobre os indicados ao Oscar. Até mais!

 

Ícaro
Ícaro

Cinéfilo de carteirinha e atual professor de Herbologia em Hogwarts, tem a escrita como uma de suas paixões e acha que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas não ligassem tanto para a opinião dos outros.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: