01 de agosto de 2017
Preacher – S02E06 – Sokosha

É  Jesse, parece que as coisas estão começando a mudar em? 

Preciso admitir que Preacher tem se recuperado e começado a nos entregar uma história inteligente e muito bem construída.  A forma sutil e clara como esse episódio foi construído, mostrou que a série ainda tem muito para nos entregar.

Desde o começo esse episódio já prometia ser bem diferente do habitual mas sem perder o tom trash da história. Assim como existe a doação de orgãos ou trafico dos mesmos. O dialogo inicial nos da a entender que o carinha está negociando 15% da alma do rapaz. Mas não temos certeza de tal finalidade até o vermos aplicar aquela substancia estranha do corpo do cara em uma senhora que parecia ter perdido totalmente a sanidade, mas ante disso acontecer ele precisava de um objeto  da senhora para saber se seria compatível com a alma que ele tinha levado para ela. Logo, vimos a senhora recobrando a lucidez e voltando ao seu normal. Até então não temos nada muito claro de como isso irá interferir na série.

Enquanto algumas coisas não são reveladas por enquanto, nosso trio mais amado está cada vez mais entrosado e vivendo realmente como uma família. Ver Tulip fazendo panqueca e todos comendo a mesa como pessoas normais foi um contraste muito legal devido ao alto nível de bizarrices que vimos na série. Só que Preacher não seria Preacher se o não houvesse muita matança e o santo dos assassinos aterrorizando a todos e acabando com o momento familia de Jesse, Tulip e Cassidy.

Mais uma vez eles conseguem fugir e o episódio nos introduz de forma rápida e pratica na história do santo dos assassinos e ai conseguimos entender um pouco do porque dele ser como é e o motivo de ter aceitado matar Jesse para capturar Gênesis. O santo dos assassinos sempre foi um cara impiedoso e muito mau e nunca poupou esforços para matar uma pessoa, até que um dia ele se apaixonou, se casou e teve uma filha. A doença veio matou as duas ele ficou sozinho e quando morreu pensou que finalmente iria ao encontro de sua família, mas deus o expulso do céu e o mandou para o inferno, onde ele iria sempre viver e reviver o momento terrível da perda de sua esposa e filha e se tornando o mais temido do inferno. Jesse então tem o ponto fraco do seu maior inimigo em mãos e o tão esperado encontro entre o Santo dos assassinos e pastor finalmente  acontece. Eu mesmo estava bem tenso, pois, sempre achei que esse encontro seria envolto de muito sangue e pancadaria, mas muito pelo contrário. Jesse conseguiu convencer o santo dos assassinos de que ele poderia o ajudar a encontrar a paz e a sua familia. Não sendo besta, o santo então da uma hora para Jesse trazer uma alma para ela ir ao céu e se ele não conseguir, mataria Cassidy, Tulip e Denis.

A corrida de Jesse contra o tempo começa  e ele precisa salvar agora sua familia e encontrar uma alma para o santo dos assassinos e ai somos levados de volta ao carinha vendedor de almas do inicio do episódio e Jesse faz de tudo para conseguir uma compatível com a dos santos dos assassinos e ai ele tem uma ideia magnifica que pode dar muito certo ou muito errado.

Entre idas e vindas e muita tensão, descobrimos coisas importantíssimas, como por exemplo; Denis é filho de Cassidy e foi muito emocionante vê-lo cuidar dele com medo de que seu filho morra.

Em meio a tantas tentativas, Jesse não consegue achar nenhuma alma compatível com a do santo dos assassinos até ele perceber que estava procurando no lugar errado e que na verdade a alma compatível seria a alma dele. O tempo já estava para terminar e o santo dos assassinos pronto para matar Tulip, até que…

Jesse aparece, da o comprimido com sua alma fragmentada para ele e a partir daquele momento o santo dos assassinos passou a possuir uma alma. O que ele não esperava era que depois disso tudo ele ficaria sujeito ao Gênesis que agora poderia controla-lo já  que antes ele não possuía alma para isso. Jesse então planeja mandar o santo dos assassinos novamente para o inferno, mas depois de ouvir da boca dele que queria ir para o inferno junto com a alma suja de Jesse, o padre tem uma ideia melhor. Ele pega o carro forte do carinha vendedor de almas e simplesmente lança no fundo de um rio com o santo dos assassinos dentro dando fim a saga desta lenda.

O episódio se encerra com Tulip meio estranha depois de ser tocada pelo santo dos assassinos e com Jesse totalmente distante desde que parte de sua alma foi dada para o santo dos assassinos. Ainda não sei até onde isso vai e se vai ter relação com resto da história que promete grandes emoções. E será que o santo dos assassinos morreu de verdade? Isso só saberemos nos próximos episódios.

 

 

Dam Souza
Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.
Deixe-nos um comentário!
  • Bruno D Rangel

    Um episódio muito bom depois de dois mais ou menos. No início achei estranho, mas depois que entendi que era a alma, me lembrei de Supernatural onde as almas também eram brilhantes e carregadas em vidrinhos.

    Não reparei que Tulipa estava diferente, mas seria um bom caminho a seguir. Destaque também para Cassidy tendo os dedos cortados para salvar a amada.
    Acho que não é o fim do Santo dos Assassinos ainda. Pelo menos espero isso.

    Será que essa organização de compra e venda de alma vai voltar? Ou será que tem algo a ver com aqueles carinhas de branco (esqueci o nome da organização)?

    • Dam Souza

      Eu também achei que foi de longe um dos melhores episódios da temporada, se não for o melhor. Eu não sei se é loucura de minha mente, mas depois que ela foi atacada pelo santo dos assassinos, eu a percebi mais fria, meio que em transe, saca? Sobre o Santo dos assassinos eu também não acho que ele irá sumir agora não, penso que algo muito maior ainda está por vir.

%d blogueiros gostam disto: