Posts Populares

Prison Break – S05E07 – Wine-Dark Sea

Reencontros com Michael Scofield!

Um episódio que todos nós esperamos desde que a série a mais de um ano teve seu trailer lançado, tanto o reencontro do Michael com seu amor Sara quanto o reencontro com o seu melhor amigo Fernando Sucre, além dos ganchos que a série foi construindo no decorrer dos episódios, como sobre a história do Poseidom, como o Michael iria sobreviver após ter sido envenenado, essas e outras questões rodeavam o episódio.

Há situações que necessitamos de atitudes desesperadas e foi assim que o Lincoln agiu para tentar salvar a vida de seu irmão, ainda mais que o Whip e ele já começavam a estranhar por conta das atitudes dele, mas o Burrows decidiu pedir ajudar de uma pessoa inesperada, que é a Sara, pois ela ainda é médica e poderia ajudar muito, mas ela fez além, se propôs a ir até a Grécia (país onde o a turma estava a caminho de barco), só que ela infelizmente entregou o ouro a seu marido dizendo a localização do pessoal, que é uma pessoa extremamente suspeita por nós e por ela em algum momento da série. Depois que da despedida do Ja, pois ele quis ficar na vila, eu meio que senti falta do maluco, mas no barco em direção a Grécia podemos observar que a ligação do Whip e do Michael é muito forte, assim como a do Lincoln.

Já em territórios gregos, o Whip meio que demonstrou ao conversar com o Michael, um certo ciúmes do Burrows, pois eles antes eram irmãos e parceiros e depois que seu verdadeiro irmão apareceu tudo mudou, mas isso logo foi quebrado com uma das cenas mais aguardada por nós na série, que era o tão aguardado reencontro entre a Sara e o Michael, que na verdade não foi nada emocionante, mas foi bem bacana, pois eles são destinados a ficarem juntos, mas ela tinha que fazer a transfusão logo, pois o Michael corria sérios riscos. O Lincoln e o Whip tinham outra missão, que seria trabalhar para atravessar o atlântico, sem despertar o interesse da polícia por Kaniel Outis.

Já chegamos suspeitar do asiático chefe da CIA, só que na verdade quando ele conversava com a Emily e seu comparsa, era por ele ser chefe, já que esses dois aparentemente também são agentes, só que ele descobriu algumas coisas da dupla e foi confrontar, sendo que nesse tempo ela decide matar ele com um tiro na testa. Ao começar a ver as fotos com do Michael Jr, o nosso Scofield logo disse que o Jacob se tratava do Poseidon, o que deixou Sara em pânico, pois ele estava com o filho dela e Michael, além de não saber quem era o marido de verdade, ainda mais do Michael contando que ele chegou adulterar provas dele para incriminar que ele assinou diretor da CIA e tudo mais, então ela tinha que ir urgentemente para os EUA e não com Michael de navio, pois o Lincoln havia achado o meio ideal, que seria leva-lo junto ao barco do Sucre (ele voltou ❤).

Finalmente houve o tão aguardado reencontro entre o Michael e o Sucre, que foi bem mais bacana que o com Sara, mas ainda sim sem emoção, ainda mais por se tratarem de grandes amigos, mas o Sucre é o Sucre né? Tudo com ele fica legal, até mesmo quando ele decide trabalhar em navio para vender boneca sexual, pena que a alegria no cargueiro durou pouco, pois com a sua influência, o Jacob emitiu sinal de procura contra o Kaniel, além do mais o capitão do navio ao receber a notícia, logo fez a denúncia e o navio ficou cercado pela marinha e eles presos em uma cabine. A Sara logo que chegou aos EUA foi procurar o filho em casa e o Jacob logo disse que não estava em casa e que tinha ido dormir na casa de um amigo, então ela decide pedir sua amiga para buscar ele lá, pois ela é desconfiada.

Depois de terem sidos encurralados o Michael e sua turma não tinha muito o que fazer, mas graças ao Sucre, eles tiveram uma esperança e um plano bem interessante, que tinha como ideia acusar o capitão e mudar o foco de toda a busca, sem contar que eles ficaram presos nos mesmos locais, até verem que iriam ficar a sós para que pudessem ir até as cargas, enquanto o Sucre arrasava em todo o plano, como é bom venerar esse porto-riquenho, que além de tudo destruiu uma parte do navio e que até o concerto eles sairiam do mar internacional e entrariam em mar nigeriano. A Sara estava passando por maus bocados, porque o Jacob é um louco, mas creio que ele realmente ama ela e o Mike Jr, só que ela permanecia muito desconfiada e precisava se armar, então pega uma das armas secretas da casa (americano ama isso), para caso veja necessidade atirar.

Depois de verem que nada podiam fazer a marinha decidiu sair do barco, o que deixou o Michael bem desconfiado e todos começaram a correr, pois estava vindo um míssil na direção do cargueiro e todos eles precisavam pular e pularam antes de serem atingidos, mas o que mais me deixa indignado é o poder do Jacob em conseguir dar esse tipo de ordem a marinha em disparar contra um cargueiro em mar aberto. Mas o Jacob ficou encurralado pela Sara, só que ele foi muito mais esperto que ela e ele simplesmente já tinha gente aguardando o pequeno Mike na casa de sua amiga, para ter ele em mãos e com isso ela não poder fazer nada com ele.

Sem dúvidas esse foi o episódio mais fraco de toda a temporada, primeiro porque foi um voltado de expectativa, pois tinham dois grandes reencontros, o Michael com a Sara e o brilhante Sucre, pena que em ambos o roteiro não soube ser trabalhado para nos dar uma emoção maior. Outra coisa que achei muito estranha foi a Sara ter essa atitude toda contra o Poseidon, pois obvio que ele sempre estava um passo à frente, como ele sempre fez com o Michael, mas o que mais me intriga é onde o T-Bag se encontra e o paradeiro das pessoas que estavam com o C-Note, sem contar o que aconteceu com o ISIS no Iêmen.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Bacharel em Direito, Cruzeirense, polêmico quando deve ser, além de muito confuso, autêntico e um pouco louco. Começou o seu amor por série com Prision Break e depois disso virou vício.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu