Posts Populares

Recap. 3ª Temporada – Arrow

Arrow é uma série da CW que conta a história do Arqueiro Verde, herói das histórias em quadrinho da DC.

Após uma segunda temporada incrível, caracterizando pra mim a melhor série da CW em 2013/14 e uma das melhores que acompanho, Arrow voltou para a terceira temporada com folego renovado.

A première da terceira temporada nos trouxe o que os shippers mais amavam e esperavam: Olicity! O episódio foi baseado nas vidas pessoas do clã do arqueiro, com Oliver tentando se acertar com Felicity, Diggle tendo sua filhinha linda, Roy lidando com a falta de Thea… Enfim! Como todo bom episódio, temos um vilão para trazer cenas de luta de tirar o folego. E Oliver acabou com ele rapidinho. As surpresas desse episódio ficam pela introdução de Ray Palmer, que compra as Consolidações Queen de Oliver, e pela morte de Sarah (RIP Canário Negro!)

anigif_enhanced-17865-1412816745-9

Como era de se esperar após a terrível morte logo na première, o segundo episódio foi todo sobre Sarah. A despedida da personagem na série trouxe tristeza a todos, e tivemos um ritmo mais devagar, porém não menos empolgante. A morte de Sarah foi determinante para ditar o rumo dos nossos personagens: Oliver tem medo que Felicity termine como Sarah e decide deixá-la de lado; Laurel fica indignada com a morte da irmã e quer vingança a todo custo. No fim das contas, foi um episódio em que até mesmo Felicity se emocionou. Temos então as especulações sobre o assassino de Sarah, pairando principalmente sobre Ra’s al Ghul, chefão da Liga dos Assassinos que Sarah fazia parte. O episódio termina com Felicity indo trabalhar para Ray nas Consolidações Queen (lá vem shipp!!!), Diggle homenageando Sarah e batizando sua filha pelo mesmo nome, e um quadro sobre o que tem acontecido com Thea nesse período que estava sumida.

certa

Corto Maltese, o terceiro episódio, tirou Thea da sombra de Oliver completamente. O episódio foi marcado pela busca de Oliver a irmã e a tentativa de traze-la pra casa. Mal sabia ele que ela estava sendo influenciada completamente por Malcom Merlyn. Tivemos uma pontinha de Diggle lidando com o vilão do episódio também e Roy sofrendo por Thea novamente. Ray e Felicity continuam numa interação gostosíssima de se ver, tanto que este oferece o cargo de vice-presidente a nossa nerd preferida. Aprende o que é valorizar, Oliver, por favor. No fim ainda temos tempo de ver Laurel querendo fazer justiça com as próprias mãos e evitando que papai descubra tudo sobre Sarah.

Draw-Back-Your-Bow-9

No quarto episódio da temporada, mais uma vez Sarah vira protagonista. A bichinha teve que morrer pra aparecer mais! Hahahaha Neste episódio a ex-namorada de Sarah, da Liga dos Assassinos, vem até Starling City procurar sua amada e descobre tudo. Rapidamente sabemos que Ra’s al Ghul não é o nosso culpado, e, para Nissa, é tudo culpa de Malcom. Nissa então se junta ao Team Arrow pra caçar o arqueiro negro, mas Malcom encontra com Oliver e avisa que ele não é o culpado. E pra sambar mais sobre o nosso herói, ele joga na cara de Oliver que ele não está apto a cuidar de Thea e por isso a moça tem traumas (aham, sqn). Nissa não engole essa história e pra acabar com a raça de Malcom sequestra Thea. Malcom e Oliver enfrentam Nissa e o primeiro foge, mais uma vez. No fim do episódio conhecemos Ra’s al Ghul e Oliver afirma que protegerá Malcom da Liga por causa de Thea.

ras-al-ghul-arrow-111012

Após um episódio sem Felicity (pois esta estava em Central City, com Barry e o Flash Team), o quinto episódio foi totalmente dedicado a esta linda! Felicity é, sem dúvida, uma das melhores personagens da série e entender de onde ela veio foi muito bom. Ray e Felicity numa interação das boas é pausado pela introdução de Mama Smoak na série. Completamente diferente da filha, ela traz alegria pro episódio, e colabora para que conheçamos mais da nossa heroína linda. No episódio vemos que Felicity era uma hacker e havia criado um super-vírus, que vem à tona depois de 5 anos. E quem traz ele pros dias atuais? O ex-namorado da gatinha. No fim das contas Oliver salva Felicity e sua mãe das garras do ex (ex são sempre chatos né? Hahahaha) e todos vivem felizes. Ainda sobre tempo pra ver Thea abrindo o jogo com Oliver sobre Malcom e Roy tendo sonhos estranhos como se ele tivesse matado Sarah.

giphy (6)

Mais uma vez Sarah vem ser o foco do episódio. Neste sexto episódio temos Laurel e sua tensão sexual com seu coach do gym, Roy abrindo o jogo com Felicity pra descobrir se os sonhos são lembranças e um vilão misterioso que é fruto do abandono de um tutor por seu aluno (no caso o coach de Laurel que abandonou seu pupilo). O desenvolvimento da personagem de Laurel foi forte neste episódio, abrindo caminho pra mocinha se tornar a nova Canário Negro. No fim ainda conseguimos descobrir que Roy é inocente (óbvio) e o sonho era uma mistura de memórias e suposições. A dúvida permanece: quem matou Sarah?

arr220b

O 3×07 traz Ray e Felicity numa tensão monstra, bem como a introdução da vilã cupido, que nada mais é que uma louca/stalker apaixonada por Oliver/Arqueiro. Thea recebe pouca atenção, sendo a boate seu principal atrativo no episódio. O enredo neste episódio foi muito superficial e só nos trouxe a adição de Cupido ao esquadrão suicida (provavelmente outro spin-off de Arrow). No fim ainda tivemos DR de Olicity, o que doeu o coração.

AR307a_072b-e1415940795991

O oitavo episódio foi a segunda parte do CrossOver de Arrow e Flash, e não trouxe nada mais que entretenimento. Foi um típico fan service que ajudou a deixar as coisas mais claras entre as duas séries e as diferenças entre os universos de cada uma. Foi um episódio divertido, gostoso de assistir, mas que não caminhou muito com as expectativas da série até então.

flashvsarrowjpg-e14ea2-639x360_1_

O Fall Finale (3×09) foi de longe o que tivemos de melhor nessa temporada. Foi incrivelmente incrível e surpreendente. Thea descobre que Sarah está morta, bem como a mãe da moça, que volta pra Starling. O episódio acontece concomitante com uma escalada de Oliver para enfrentar Ra’s al Ghul. Neste episódio descobrimos que Thea é a responsável pela morte de Sarah, sob a influência de uma droga que facilita a manipulação da pessoa e causa perda de memória. Este foi um plano de Malcom para cagar com a vida de Oliver, pois o herói terá que se sacrificar pela irmã, num duelo com o chefão da liga. Ainda temos Ray se apresentando como Atom para Felicity, buscando uma forma de vingar sua noiva morta nos ataques liderados por Slade. Temos tensão entre Thea e Oliver também, quando Oliver descobre que Thea está mentindo sobre muita coisa (bom pra aprender né Oliver!). O duelo entre Oliver e Ra’s al Ghul então ocorre e quem achou que Oliver ganharia bateu de cara na parede. O vilão acaba com a raça do arqueiro, que teoricamente morreu. Mas sabemos que não né?

gif 5 TO)

No fim, estamos ansiosos para ver como Oliver voltará e como os demais personagens lidarão com a falta do mocinho em suas vidas. Sobre os flashbacks, achei bem fracos até aqui. Nada que agregasse muito valor ao camarote. Esperando por cenas como vimos na temporada passada. Fiquem atentos que nos próximos dias a review de Arrow sairá aqui no blog fresquinha para vocês.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu