Posts Populares

RuPaul’s Drag Race All Star – S03E07 – My Best Squirrelfriend’s Dragsmaids Wedding Trip

Qua Qua

Depois do grande wtf! que foi o último episódio, era normal que o nível baixasse essa semana em RuPaul’s Drag Race All Star 3. Mas não era para tanto. Ben fez uma grande falta, não só pela presença, como também pela competitividade, afinal, ela era a drag a ser batida. Agora o nível a ser atingido diminuiu consideravelmente.

As garotas voltam para o workroom ainda em choque pela desistência. Kennedy começa a enumerar os n motivos que podem ter feito Ben desistir, e todos eles bem válidos. Shangela, obviamente, também não comprou essa cena. Eu particularmente sou do time que entende o porquê nossa campeã ter desistido, o desgaste da mesma no decorrer das eliminações era evidente. Mas também não sou do time que apoia a decisão. Há uma falta de profissionalismo grande em sua atitude. Primeiro porque as regras do AS não são novidades para ninguém (só para Bebe). Segundo por ser arrogante com as demais, deixando um estigma para a futura vencedora: “só ganhou porque a Ben desistiu”. Qualquer vitória será vista como injusta. Tyra Sanches agradece.

Tudo só piora com o cheiro de manipulação por detrás da produção. Desde o começo Ben era a mais cotada, mas simplesmente não parecia fazer parte de sua narrativa ganhar essa season. 5/6 vitorias, e mesmo assim muitos estavam com o pé atrás do que devia ser uma vitória garantida. Nunca saberemos o que realmente aconteceu, mas fato é, agora estamos com uma bagunça a nossa frente. Pesou tanto, que a sensação foi de um ep ruim. Salvo pelo somente pelo lip sync.

No workroom, graças a Deus, fomos poupados essa semana de mais uma longa conversa matemática probabilística de que critérios usar para a eliminação, o fatigado track records ou histórico. Nada de drama ou intrigas, todas parecem calmas com a futura vaga de campeã agora aberta. Tivemos momentos engraçados e de descontração com Shangela imitando a stank face de Bebe. Acurada e certeira, ainda com um tom de crítica ao fundo, queira ou não. Uma decepção foi Morgan. Até que estava feliz com sua volta, esperava ver seu modo bitchy ligado no máximo. Mas não. Ela foi bem Miss Congeniallity, talvez querendo aumentar suas chances de continuar.

O desafio era a produção de um trailer, inspirado em vários filmes, entre eles: Missão Madrinha de Casamento, Lala Land, Cisne Negro e Hidden Figures (?). Requeria uma atuação exagero cômico nas participantes. Claramente mais um desafio que Ben levaria high. Entre as atuais, tivemos algo entre ok e esquecível. Shangela e Trixie desempenharam bem seus papeis, decoraram as falas e ligaram seu piloto automático, se auto dirigindo sem erros. Morgan foi podre maior parte do tempo, mas sua entrada com sons de cisne me fez rachar de tamanha besteira que estava vendo. Sério isso? hahahah. Por bem ou por mal, um momento a ser lembrado. Kenedy e Bebe ficaram no esquecível. Quais eram as falas de Ken mesmo? Bebe no papel de rainha foi feio de ver. Só fez cara de nojo, algo que ela está muito bem acostumada, e nem parecia estar se esforçando. Poderia ter sido feito bem mais com o papel de Rainha Elizabeth.

O desafio foi realmente estranho. O momento que todas estavam juntas em cena era desconfortável, não havia química nem o mínimo de naturalidade. Algumas conseguiram se safar nos acts isolados e só.

Nos looks, destaque para: Morgan de Jurdy Garland; Trixie bonita e inteligente no seu conceito de professora (as proporções estavam no ponto); e a máscara de Bebe (sorte ter escapado do lip sync, oi Valentina), prima relativa de Ornacia.

Kenedy como sempre linda na make, usando um vestido pegant queen, tipo de escolha já abusado pela mesma, junto com os maiôs. Shangela veio com a roupa de encerramento do Art Pop Ball Tour, mas ela não é nenhuma Gaga e o vestido parecia mais uma mistura de Vivacious com vírus de doença venérea.

Nenhuma dificuldade na escolha do top, assim Trixie e Shangela foram dublar o mais próximo que chegaremos a um funk no programa, Freak Money. Shangela usou os mesmos óculos pela quarta vez (meu cérebro apitou na hora), e quando vi sua roupa enorme já fiquei com preguiça da revelação de roupa que estava por vir. Gosto de recurso, mas o mesmo vem sido abusado intensamente nos últimos lip syns. Virou regra e perdeu parte da surpresa com a qual Pepermint nos presentou no final da S9.

Mas essa surpresa valeu quando Shangel mostrou um look exagerado e desproprocional por debaixo. Impossível não rir. Foi um lip bem engraçado e me diverti do começo ao fim como os demais dos jurados, graças a energia e 100% que Shangela ofereceu. Única parte que salvou no ep para mim. Trixie assim encerra sua carreira no show sem nunca ter ganho um lip sync.

Estão acusando Shangela de gordofobia, mas não senti um tom denigrativo na performance. Os de Phiphi por exemplo, sempre destoam de ofensivos. Nesse eu nem percebi, e só quando vi as acusações que dei conta. De todo modo, não sofro deste preconceito para poder afirmar que não foi. Deixo esta tarefa para os que passam por.

Sem comentários sobra as conversas no workroom por motivos de inutilidade. Shangela se considera muito a Daenerys mas possa longe desta. Ela ameaça, faz um joguinho com as câmeras (vide sua conversa com Kenedy), e só. Quando chega na hora de eliminar não tem colhão para fazer uma grande jogada. Eliminar a Bebe sim, seria um movimento corajoso, digna do show da HBO. Tiraria uma grande ameaça ao seu prêmio sem ser de todo injusta, e ainda nos deixaria boquiabertos. Só que, mais uma vez, ela ficou na promessa.

Teremos uma coroação próxima semana e tudo parece apressado e errado. Nenhuma tem cara de winner, as únicas prováveis são Shangela e Trixie, o que não quer dizer muito diante do apresentado. Até Rupaul parecia meio cansado com esse ep e com o que foi apresentado, podendo ter emendado a season 10 já em cima exatamente por isso. Tirar o peso dessa coroação. Talvez mais alguns episódios fossem necessários para as queens se provarem. Ou não.

Shangela teve anos para se preparar, e quando voltou, falhou no desafio que requeria dela. Gostava muito de seu estilo afrontivo na S3, mas agora, a mesma só me soa irritante e forçada. No quesito evolução em menos tempo temos Trixie (e Aja, saudades). A Barbie para mim foi a que mais apresentou constância e segurança em seu conceito. Foi suficiente para um win? Não, mas é o que temos para hoje. Bebe quase não tinha uma imagem antes da season, e agora sai com uma embaçada. Kenedy se provou uma boa pessoa, mas no quesito talento ficou abaixo do apresentando na S7.

Basicamente foi isso. E vocês, o que acharam? Para quem vai a torcida agora que Morgan foi eliminada? Ansiosos pelo júri que teremos próxima semana ? Eu estou vivendo por esse look de Aja.

P.S.1: Assim como Kennedy tive que pesquisar para pronunciar correto o título desse ep.

P.S.2: Quantas aparições aleatórias no workroom. Lisa Kudrow, Marck Jacobs, e agora Nancy. Deviam ao menos participar da banca de jurados e ter alguma função não tão inútil.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Roz

Engenheiro por formação, escritor wannabe por obrigação. Nem exatas, nem humanas, renascentista. Reinventando-se. Inconformista. Cinéfilo. Cosmopolitan. Shitalker. De Pepita a Bowie. De 80s cheese a Sopranos.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu