Posts Populares

Step Up: High Water – S01E07 – Episode 7

Tio Al, nós te amamos!

Fazendo um balanço deste episódio, posso afirmar com maior convicção o quanto estou impressionado pela maneira como a série me emocionou. Os últimos minutos foram cruciais para arrancarem de mim lágrimas verdadeiras. Acho que me envolvo tanto com Step Up: High Water, em especial com Tal por me sentir no lugar dele em vários aspectos da vida.

Não tivemos muito desenvolvimento na storyline dos personagens em geral, mas o trabalho feito neste episódio não foi nada menos que intenso e incrível. A maneira com que eles abordaram as questões de homossexualidade e racismo, trazendo com tanto vigor, me faz refletir bastante sobre questões sociais e econômicas que muitas pessoas insistem em deixar de lado.

Sei que pode até parecer chato o quão evidente tornou-se a cobrança sobre Odalie, mas há um ideal acerca de questões sobre oportunidade que gira em torno de comunidades desfavorecidas. E é justamente esta a proposta de High Water, mas a menina tinha que ser tão cagada em ter dado atenção ao namorado da aniversariante, pois pra mim a cagada começou aí. Outro ponto crítico foi ver Janelle estragando a si mesma, e Marquise mais oportunista que nunca. Minha tristeza maior é saber que se fosse uma briga apenas entre pessoas brancas, ninguém ali teria sido sequer preso. É uma situação complicada, mas acho que todos nós podemos tirar algo do que foi exibido.

O outro foco do episódio se deu com o trabalho sobre as contas de Tal nas redes sociais. A proposta de Johnny em tentar forçar um desabafo foi maravilhoso. Só me chateia vê-los tendo que se esconder dos outros, quando sabem que no fundo, todos estão ciente da relação deles e não se importam. A não ser Collette que sempre aparece para dar seus conselhos e/ou discursos motivacionais. Ela é certamente sensata, mas acredito que a experiência vivenciada por Tal e Johnny ultimamente parece ser outro tipo de relação.

Mas se engana quem achar que a interview foi o momento épico desta série até o presente momento. Fico até meio sem jeito, mas atualmente não vejo problema em falar sobre como tenho de lidar com o fato de não ser assumido. Ver Tal criando coragem para dizer e a compreensão, algo que é esperado por todos homossexuais do mundo, do querido tio Al não faz menos que me emocionar em todas as vezes que assisto. Só espero que algo parecido com isto aconteça entre minha família e euzinho.

A acrescentar só gostaria de comentar sobre a minha preocupação com Poppy, Janelle e Dondre, assim como o repúdio que tive de Rigo em ter levado Marquise para festa sem antes ter falado com o dono. Enfim, já está feito, resta apenas aceitar.

Como prometido, trago o link do episódio sem legenda, aos interessados basta clicarem aqui. No mais, aproveito e convido-lhes para compartilharem suas opiniões sobre o episódio e/ou review e, se possível, darem dicas ou sugestões, pois tudo é bem vindo. Espero encontrá-los em breve, abração e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Antonio Netto

Estudante de Engenharia Química. Pernambucano engraçado, dono de uma gargalhada única e de um sotaque marcante. Apaixonado por comida, séries, química e cálculos. Até gosta de estudar mas, sempre que pode, está pelo mundo curtindo e falando da vida alheia.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu