Posts Populares

Stranger Things – S02E03 – Chapter Three: The Pollywog

Go Away

Esse terceiro episódio de Stranger Things foi simplesmente sensacional, por conta de toda complexidade, mistérios e novas descobertas que ele nos apresentou em aproximadamente 50 minutos. Tenho amado essa segunda temporada por cada episódio está sendo ainda mais empolgante que o outro. Até aqui, digo que essa temporada conseguiu ser ainda melhor que a primeira, os autores estão sabendo explorar muito bem todo o gancho que deixaram da temporada anterior, além de que a entrada de novos personagens recorrentes deu um up legal na série, tendo mais núcleos e cenários, já que antes a história se concentrava mais nas famílias do Will e Mike, nesses dois últimos episódios mesmo temos conhecido melhor a hilária mãe do Dustin e a gatinha dela. Outro grande destaque dessa temporada, foi a adição de novos personagem no elenco principal que trouxeram ainda mais mistérios e teorias de conspirações para a série. Vamos começar nossa review e descobrir mais detalhes e suposições sobre esse fantástico, mas também tenebroso mundo paralelo!

No episódio anterior terminou bem no momento em que Dustin descobre o que estava em sua lixeira, se vocês forem como eu acabaram não resistindo e emendando os episódios por conta da curiosidade, para finalmente descobrir o que diabos tinha naquela lixeira que foi ignorada inicialmente. Todo aquele grande barulho na lata de lixo tratava-se de um bichinho bem estranho, com uma aparência que nos remete a um anfíbio. Dustin acaba criando certo afeto por aquilo que ele acabou definindo como um girino, vindo daí o título do episódio “The Pollywog“. Bastante animado com a descoberta do seu novo “bichinho de estimação” ao que deu o nome de D’Artgan ou Dart para os mais íntimos (personagem dos três mosquiteiros), resolve apresentar aos demais do grupo, incluindo a novata Max, todos se mostram bastante curiosos e apreensivos com a origem do Dart, porém o que ninguém esperava era que aquele bichinho tratava-se da gosma expelida por Will ainda no final da temporada passada. Não se sabe muito bem o que realmente seja o tal girino, porém o problema maior é que o pequeno Dustin se afeiçoou bastante a ele e talvez isso possa se tornar um grande problema e perigo, dependendo do que aquilo venha a se tornar.

Como vimos nos episódios anteriores, a série tem abordado aos poucos a forma de como Eleven chegou até Jim, dessa vez mostrando o exato momento que eles se reencontraram até o momento em que ele toma para si a responsabilidade de defendê-la contra as “bad people“. Desde o seu reencontro até o momento atual do episódio, já se passaram 326 dias que são incansavelmente contados por Eleven que está bastante impaciente por conta da saudade do seu crush amigo Mike, por conta disso também acaba criando tensão entra ela e Jim, já que ele tenta protegê-la evitando ainda que ela entre em contato com os demais, mas em contrapartida a Eleven acabou perdendo a confiança em Jim por conta das promessas que ele a fez quanto ao rever o Mike. Num dos seus flashbacks vimos que Jim criou umas regras básicas não as news rules da Dua Lipa: cortinas sempre fechadas, abrir a porta apenas se ouvir a batida secreta e por fim nunca sair, principalmente na luz do dia, porém num ato de rebeldia a Eleven resolver quebras todas essas regrinhas e assim colocar a sua vida em risco novamente. Um diálogo bem interessante foi em relação a sua mãe, não conseguir entender muito bem quem tinha feito aqueles relatos que Jim lia pra Eleven, porém ele afirmou que a mãe dela estava morta, porém não me recordo da série nunca ter mencionado o nome ou até mesmo a existência de sua mãe.

Depois das frequentes idas de Will para o mundo invertido, o garoto tem se mostrado cada vez mais amedrontado com tudo que ele tem enxergado no mundo paralelo. Numa tentativa de tentar tranquilizar o garoto, Bob conta para ele sobre uma certa experiência “sobrenatural” com um ser chamado Mr. Baldo, encurtando toda a história ele apenas dizia para Will que com um simples “go away” conseguiu tirar de sua mente tudo o que o assombrava na sua infância, apesar da atitude ser louvável, sabemos muito bem que ele precisará de muito mais que isso para se ver livre dos tormentos causados pelo mundo invertido. Joyce bastante protetora e preocupada com seu filho, principalmente após uma conversa com seu namorado Bob sobre o comportamento estranho de Will, passou a observar ainda mais tudo sobre ele, percebendo os estranhos desenhos que ele tem feito, além de descobrir uma infeliz coincidência entre o desenho das sombras monstras e a fita cassete gravada por ele no dia de Halloween, fita que ela assistia por recomendação de Bob que percebeu que o garoto estava sendo perseguido por outros meninos mais velhos. Lembrando que Joyce já tem certa experiência e uma boa intuição nesses fenômenos sobrenaturais e agilmente percebeu a ligação entre o vídeo e os desenhos.

Com a chegada de Billy, o reinado do mais babaca popular de Steve tem sido bastante questionado, acho que os dois cumprem bem a cota embuste, porém acredito que esse Billy consiga ser ainda mais embuste, aliás me deixou bastante intrigado quando ele retrucou uma garota ao dizer que Max não era sua irmã. Voltando pro outro embuste, Steve e Nancy acabam tendo um conversa séria após a DR bêbada da festa, porém eles acabam não se entendendo e Nancy se mostra mais preocupada em aliviar toda a culpa que sente pela morte de Barb, lógico que pra isso ela conta com a ajuda do Jonathan. Nancy apesar de saber todo o perigo que possa vim a trazer toda a verdade por trás do sumiço de Barb, resolve que vai contar tudo a família da sua falecida amiga, o problema é que seu telefone estava grampeado e que a agência ouviu toda sua conversa na qual marcava de contar tudo, botando em risco a sua vida e até mesmo da própria família de Barb.

Sabendo da verdadeira origem do Dart, Will e Mike evitam que o bichinho seja mostrado ao professor, porém ao voltarem a sala onde tinham se reunido antes, dessa vez deixando a Max de fora da reunião, Mike estava disposto a dá um fim no estranho bicho, porém Dustin muito afeiçoado ao seu novo amiguinho, tenta protegê-lo e nessa confusão o monstrinho acaba fugindo. Enquanto cada um separadamente procurava pelo “girino” em uma direção, Mike acaba encontrando Max com quem não se mostra tão amigável, mas a garota pareceu ter um certo interesse nele e tenta ganhar sua confiança, enquanto eles conversam e se divertem entre si, Eleven vê toda a cena que causou seu ciúme a ponto de derrubar a Max com sua força psicocinética. Mike de certa forma acaba sentindo a presença de sua antiga amiga por ali, porém quando a procurou a Eleven já tinha sumido novamente. Quem acabou encontrando o bichinho misterioso foi Will que avisa aos demais, porém isso acabou resultando em mais uma de sua visões do mundo invertido e o Dustin acabou sendo o primeiro depois dele a ver o tal girino, entretanto com receio do que podiam fazer com o estranho girino, ele o esconde dentro do seu boné. Preso no mundo invertido novamente, Will vive o seu pior pesadelo de uma forma ainda mais intensa que as demais, o tal monstro das visões dele se mostrava mais real e mais próximo dele do que as outras vezes. Lembrando do papo que teve com o namorado de sua mãe, o Bob, Will tenta expulsar o tal fenômeno sobrenatural gritando “go away” por diversas vezes, mas como todos nós já suspeitávamos que ali não se tratava de um mero trauma ou desvaneio da cabeça dele, com isso nada adiantou e a tal coisa misteriosa tomou conta do corpo do menino, me deixando extremamente curioso para saber o vai acontecer com ele.

Levando em conta tudo o que rolou até aqui, não sabemos muito bem o que se pode esperar nos próximos capítulos, não tem como saber até então se o Will voltará a sumir novamente, se vai começar a agir de acordo com a personalidade do vulto ou se até mesmo o garoto morreu (uma suposição que acho improvável), mas todas essas opções são válidas. Outra coisa incerta é o destino da coisinha Dart, porque se por um lado sabemos que pertence ao sombrio mundo invertido, por outro tem sido muito fofo a cumplicidade dele com Dustin, acredito que essa relação seja uma referência ao filme ET, que aliás é mostrado no início da série no quarto do próprio Dustin e próximo ao aquário que o bichinho é colocado. Sobre o Billy afirmar que não é irmão de Max, me bateu a dúvida se ele falou aquilo por simples rejeição a garota ou por realmente não ser irmão dela, sabemos que ela tem todo um mistério por trás de sua ida para Hawkins e após a revelação da “eight” ainda no primeiro episódio, suponho que ela possa ser uma das garotas usadas no teste, que também tenha poderes psicocinéticos ou que tenha alguma ligação com essa agência misteriosa. Finalizando minhas teorias e suposições, prevejo o sumiço repentino da família da falecida Barb por conta daquela ligação de Nancy ou a própria Nancy e Jonathan possam ser acuados pelos agentes a não contarem nada, a coisa certa é que eles sabem de tudo e que farão de tudo para continuar mantendo segredos sobre toda essa história. Outra coisa que quero deixar aqui, eu como o Jonathan nunca fui muito com a cara do Bob, acho ele bonzinho demais, chegando até a ser bobo e depois do que aconteceu com Will, peguei um certo ranço nele hahaha, além que ele está ali bem no meio no casal que todos shippamos muito, Jim & Joyce.

Bem pessoal, finalizo aqui essa review. Agradeço a todos que nos prestigiaram mais uma vez e fiquem ligados nas nossas próximas reviews e vamos maratonar essa maravilha de série!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu