11 de março de 2017
Supergirl – S02E15 – Exodus

“Vamos parar de fazer o errado pelos motivos certos”

O episódio anterior de Supergirl, Homecoming, deixou um belo gancho para que os capítulos que viessem pudessem seguir uma linha única, focando no roubo da lista dos alienígenas presentes na Terra pela Cadmus. Exodus, porém, mostra ser um ponto fora da curva ascendente que demonstra um deslize que pode comprometer o futuro desse ano, visto que estragou quase tudo o que fora apresentado na semana anterior. Ainda assim, algumas escolhas ousadas foram tomadas, o que pode revitalizar a série por outro lado, contanto, é claro, que os roteiristas saibam aproveitar o impacto na protagonista dos eventos que aqui aconteceram.

Exodus tem início com o sequestro de uma família alienígena pela Cadmus, uma das muitas ocorrências dos últimos dias, que a DEO tem observado e demonstrado ser incapaz de impedir tais acontecimentos ou sequer chegar perto da localização para a qual tais aliens estão sendo levados. Naturalmente que isso deixa todos na agência federal prestes a explodir, especialmente levando em conta que Jeremiah Danvers agora está do lado inimigo e que a namorada de Winn também fora levada embora. Kara tenta alertar os alienígenas da cidade através do jornal, enquanto todos tentam descobrir onde fica a base da Cadmus.

O grande problema do episódio em questão está na forma prematura como ele resolve toda a questão do pai de Alex e Kara, enquanto acaba com a trama envolvendo o sequestro dos alienígenas. Ambas essas questões poderiam ser exploradas mais a fundo pelo restante da temporada e, ao invés disso, o que ganhamos é a velha estrutura procedural, com a ameaça da semana sendo resolvida imediatamente. A sensação que nos é passada é que os roteiristas não conseguiram pensar em uma razão melhor para sua suposta traição.

A Lilian construída até aqui simplesmente executaria esses seres e a desculpa de que Danvers a convenceu de apenas tirá-los da Terra simplesmente não soa como algo que possamos acreditar. Mas havia a possibilidade de Supergirl não conseguir parar a nave, o que nos levaria para um interessante desdobramento da série, algo que, é claro, foi totalmente desperdiçado

Não bastasse isso, chega a ser curioso como Alex rapidamente consegue descobrir a localização dos sequestrados somente com a ajuda de sua namorada policial, algo que toda a DEO não conseguira até então. Para piorar o texto ainda emburrece a personagem consideravelmente a fazendo não divulgar sua localização ou sua descoberta com a agência do governo ou sua irmã. Em outras palavras, temos muitas conveniências do roteiro em um curto período de tempo, o que transmite uma notável artificialidade à trama.

O único ponto que soa verdadeiramente realista em tudo isso é a demissão de Kara no fim do capítulo, algo que obviamente precisava acontecer, visto que ela simplesmente passou por cima de seu chefe e, de quebra, rompeu o contrato com a CatCo. Isso é o que nos dá um pouco de esperança para o futuro dessa temporada, visto que a protagonista pode seguir por caminhos ainda não trilhados.

Teremos mais uma participação de atores das antigas series do Superman com a chegada de uma nova ameaça que claramente são os pais de Mon-El, sendo representados pela eterna Lois Lane de “As aventuras de Lois e Clark” e o sempre “Hercules” Kevin Sorbo. A esperança e que apareçam em participações especiais um dia o garoto Smallville Tom Wealling, seu eterno arqui-inimigo luthor que era vivido por Michael Rosembaum, e assim cada vez mais Supergirl pode ir galgando seu espaço na CW

Está no ar o 2º recrutamento de reviewers do Panela de Séries! Venha se juntar a nós paneleiros! Saiba mais clicando AQUI.

Marden
Marden

Nascido no planeta Krypton,caiu na terra,teve os pais assassinados,foi mordido por uma Aranha Radioativa,ficou congelado décadas e quando voltou construiu uma armadura high-tech. Esse sou eu.
Deixe-nos um comentário!
  • Daiane

    Esse episódio foi emocionante, cheio de cenas de ação e com uma cena linda entre as irmãs Danvers.
    Mas realmente houve esses furos kkkkk
    Espero ansiosamente pelo próximo episódio, que é introdutório ao crossover musical.

%d blogueiros gostam disto: