Posts Populares

Supergirl – S02E20 – City Of Lost Children

Segurem essa marimba que estamos indo a reta final!

Que episódio da PORRA! Ao menos foi essa minha reação ao final, principalmente porque começou sendo mais um episódio monótono e me surpreendeu com desenvolvimento dado aos seus personagens. City Of Lost Children explorou a história de um garoto chamado Marcus, que é um alíen Phorian, conhecidos pela tranquilidade e por não em exatamente pessoas que fariam atendados em praça pública.

Marcus foi interpretado pelo jovem Loonie Chavis que também da vida ao personagem Randall em sua fase infantil em This Is Us, um ator mirim de muito talento viu! Sua história começa quando sua mãe sofre um surto em plena praça pública e acaba fugindo após Supergirl chegar e conseguir salvar o dia. Quem fica magoado com tudo isso? Ele mesmo James Olsen Mello, aquele personagem que todo mundo deseja a morte desde a season 1.

James vem passando por uma verdadeira crise de identidade ao dar vida ao seu Guardião, ele não consegue inspirar pessoas da mesma forma, e o fato de ele salvar uma mulher em um corredor escuro a noite e ela ficar com medo dele, deixou ele profundamente abalado. Mas ele infelizmente não desiste disso e sendo guiado por um outro estranho ele acaba se deparando com ele e os dois criam uma conexão.

E olha eu já tava pronto para meter o pau no James Olsen de novo nessa review, MASSSSSSS pela primeira vez na história ele me convenceu em uma história, finalmente encontraram um momento no que o seu personagem flui e realmente faz sentido, sua interação com o pequeno Marcus (que da um banho de atuação no ator que faz o James) foi ótimo, e realmente fez sentido tudo isso que foi mostrado, Marcus era um jovem assustado que também tinha um pai no exercito e que vivia rodeado por medo e insegurança, ele queria apenas reencontrar a mãe.

Paralelo a tudo isso vimos os roteiristas construírem a história em torno de Rhea e Lena! Começamos o episódio com um momento leve onde Lena e Kara se divertem falando sobre Justin Timberlake, Britney Spears e sobre coisas comuns, no episódio anterior Lena chegou a ligar para Kara para pedir conselhos sobre Rhea, mas tudo acabou dando errado, e se tem algo que Lena Luthor mostrou nos últimos episódios é como ela tem o emocional abalado por conta de sua relação problemática com sua madrasta.

Lena viu em Rhea a figura materna que sempre quis e ficou cega diante do que fazia, ao menos até esse momento é isso que podemos acreditar. O portal criado com a ideia de levar Rhea até Daxam e de acabar com a fome no mundo era um portal com outro objetivo. Rhea se mostrou ardilosa e implacável para conseguir o que queria. A ligação com a história envolvendo o pequeno Marcus veio do portal, toda vez que elas ligavam ele os Phorians sofriam uma espécie de transe e sua telecinese ficava descontrolada.

Usando essas conexões e todos conhecimentos científicos de Winn, logo a DEO rastreou Rhea e Lena, e o embate entre Supergirl e Rhea se iniciou. Logo vimos o #TeamSupergirl se destruído, Jonn Joonz logo caiu perante um dispositivo que Rhea ganhou de presentes dos White Marcians, Supergirl tentou destruir o portal, mas sua tentativa foi em vão a Terra está tomada por Daxamitas e por fim Mon El de Daxam ficou extremamente abalado com a revelação mentirosa de sua mãe, onde ela afirma que o pai dele se matou de tristeza. Rhea pisou não é mesmo?

Restam agora mais dois episódios e com todos esses acontecimentos muita coisa vai acontecer em Nacional City, no próximo episódio teremos o retorno de Cat Grant e na Season Finale teremos o retorno de seu primo Superman! Supergirl vem crescendo na CW e fez uma segunda temporada muito superior a primeira. O final da temporada será centrado em uma verdadeira invasão alienigena e que tem muita relação com o início da temporada, onde vimos aquela tia da Supergirl atacando, a questão do clube da luta e ainda daquele alien que ocupa o posto de presidenta americana. Enfim, esses dois episódios PROMETEM e já estou ansioso.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!


Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu